Anúncios

Roteiro de 1 dia em Verona: Cidade romântica no Norte da Itália.

Aqui você encontra dicas sobre Verona, um pouco de sua história, como chegar, onde se hospedar, ideias sobre o que fazer e onde comer.

Escrevendo os textos sobre a Itália no blog, me sinto meio repetitiva ao dizer que a Itália é incrível (muita Itália pra poucas férias, sempre!), mas é isso mesmo. Tudo aqui é um charme, e aqui eu sempre encontro o melhor Aperol Spritz, o mais saboroso café, a lasanha mais gostosa, as construções mais fofas, por mais que as cidades estejam cheias de turistas. Eu realmente adoro passear por aqui.

E Verona não seria diferente. Antes de vir pra cá, a maioria das coisas que eu tinha ouvido falar era boa, e a cidade realmente é muitíssimo agradável, e por causa disso, esse destino não pode faltar no seu roteiro.

Skyline de Verona

Localizando a cidade

Verona é uma cidade italiana da região do Vêneto que considero entre as cidades mais bonitas do Norte da Itália. Foi declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO por causa da harmoniosa integração arquitetônica e artística construída ao longo dos últimos 2 mil anos, sendo impossível não fazer a associação sobre a famosa estória de amor e tragédia dos Montéquios e Capuletos, que se passou aqui.

Mapa retirado da Wikipedia

A cidade possui um aeroporto e você pode vir pra cá de avião. Conhecido como aeroporto Villafranca, o nome oficial é Aeroporto Valerio Catullo, e fica um pouco mais de 10 km do centro. De lá você consegue pegar algum transporte pra chegar ao centro como ônibus, táxi ou carro alugado (seu bolso é quem manda!).

Viemos de Veneza de trem, que chegou aqui em mais ou menos 1 hora (cerca de 120 km). Compramos as passagens pelo site, e se você comprar com bastante antecedência paga mais barato. Confira horários e rotas no site da Trenitalia.

Fernando e Iara na estação de trem Porta Nuova

Depois de descermos do trem na Estação Porta Nuova, atravessamos a rua e bem em frente estava a estação de ônibus e pegamos um ônibus que nos levou até o centro histórico. Não teve mistério. Perguntamos por ali e todos muito solícitos nos esclareceu qual era o melhor ônibus a se pegar, sendo que o Google também tem essa informação.

Como a gente estava com muita fome e era hora do almoço, preferimos ir mais rápido de ônibus. mas daria para ir caminhando. Você pode perguntar, ou baixar o google maps pra usar off-line, e ir seguindo o mapinha, ou até seguir o nome das ruas- Corso Porta Nuova (opção mais fácil, inclusive).

A distância é de aproximadamente 2 km de distância. Quando a gente estava indo embora da cidade, voltando pra estação de trem, fizemos a pé e foi um passeio bem gostoso. Recomendo.

No centro histórico de Verona, voltando para estação de trem caminhando

Um pouco da História da cidade:

A cidade tem cerca de 2000 anos, e dizem ter sido fundada pelos Celtas. Mais tarde, foi uma colônia romana em 89 a.C, possuindo muitos vestígios conservadíssimos desse período. Inclusive, Verona está em segundo lugar, só perdendo para Roma em relação a números de vestígios do tempo romano.

Arena di Verona- construção do século I (eu ainda me choco com essas datas)

Foi capital de ducados durante o Reino Lombardo, e em 1450 foi uma colônia de monges Benedetinos. Verona chegou a ostentar a supremacia artística de toda a Itália. E só foi incorporada ao Reino de Itália em 1866, com a Terceira Guerra de Independência Italiana.

Atualmente seu centrinho histórico continua protegido por muralhas bem conservadas, que continua com resquícios de um passado medieval, com toda beleza da Renascença.

Porta Cittadella

Nosso roteiro na cidade

Deixamos as malas no hotel e fomos almoçar. O hotel escolhido foi o Accademia Hotel e não poderia ter sido melhor opção. Bem no coração da cidade, super confortável e café da manhã delicioso. Recomendo.

Café da manhã no Accademia hotel

Chegamos na Piazza dei Signori e almoçamos a autêntica comida Veronese (parece nome de pizzaria no Brasil, né? Hahah). Comemos no restaurante Impero Verona, e a comida estava gostosa mas, por ser numa praça bem turística, um tanto cara. Na Itália pode ser bem difícil encontrar um lugar para almoçar após as 3 da tarde. A maioria dos restaurantes fecham para reabrirem só de noite. E os poucos que permanecem abertos o dia todo são os mais turísticos, e com isso, mais caros.

Pausa no dia para o almoço- Piazza dei Signori

Depois ficamos pela praça observando uma estátua enorme de Dante Alighieri, um dos maiores poetas italianos, autor da Divina Comédia. Além disso, nessa praça também está localizado a Loggia del Consiglio, a primeira construção renascentista da região do Vêneto, com lindos afrescos da época.

Piazza dei Signori

Depois seguimos pela rua Via Mazzini, onde estão várias lojas, perfeita para compras, e tomamos o gelatto do dia. O bom que essa rua é um calçadão, super gostoso de caminhar por ali

Depois daqui rumamos para Casa onde supostamente morou a personagem principal do romance Romeu e Julieta de William Shakespeare.

Julieta-ta tá te chamando

Então ali vimos o famoso balcão onde ela ouvia as juras de amor de Romeu, e as pessoas hoje em dia colam pedidos e tiram fotos com a estátua da personagem. O acesso ao pátio é gratuito, mas, para entrar na casa precisa pagar €6. Ela funciona como um museu da Julieta, com roupas e móveis da época. Nós não entramos, mas é uma atração bem famosa na cidade.

Pátio da Casa de Julieta

Informações sobre a casa de Giulietta aqui

Finalmente chegamos à Piazza Brà, onde está o cartão postal daqui: a Arena Romana. Trata-se de um Coliseu do ano 30 a.C., o terceiro em tamanho do mundo (perde só pro de Cápua e Roma). Quando viemos ele estava sendo restaurado e ainda hoje acontecem belas apresentações culturais nele.

Anfiteatro Romano

Que lugar gostoso! Pegamos um banco numa sombra de árvore e ficamos por ali descansando e praticando o People watching. Rsrs. Essa praça é super agradável e possui simpáticos restaurantes e cafés, então fazer uma refeição por aqui não seria nada mal.

Contemplação

Depois chegamos à praça mais antiga de Verona a Piazza Delle Erbe. Muito legal saber que no passado aqui funcionava o Fórum Romano, onde eram tomadas todas as decisões políticas da comunidade. Depois, nessa Piazza foi instalada um grande mercado de ervas. Seu nome foi derivado dessa época.

Piazza delle Erbe

Atualmente ainda tem uma feirinha lá, mas agora os produtos comercializados são artesanatos e souvenires. Destaque para as construções da praça, como o Palazzo Maffei, em estilo barroco do século XV, o leão alado de São Marcos, em cima de uma coluna, simbolizando o poder de Veneza sobre Verona, no século XV. E no meio das barraquinhas estava a famosa estátua da Madona di Verona, que data da época romana, com bonitas esfinges a seus pés, representando toda história dessa cidade.

Piazza delle Erbe

Ali está também a Torre dei Lamberti. Inclusive, é a construção mais alta da cidade, com 89 metros, então se você gosta de observar as cidades que visita do alto tem a oportunidade de subir aqui por €8. Essa atração também está incluída no Verona Card. Veja mais informações no site.

E aí no meio do caminho tinha uma sorveteria, tinha uma sorveteria no meio do caminho…

Sorvete Amorino em Verona

E então fomos andando em direção ao Castelo de San Pietro, e chegamos às margens do Rio Adige, em uma ponte Romana com lindas paisagens da cidade.

Rio Adge sob a ponte di Pietra

A Ponte de Pedra foi construída em 100 a.C (eu sempre me choco com essas datas), e aqui passava uma estrada que ia de Gênova até a Aquileia. É a ponte mais antiga de Verona.

Passando pela Ponte Pietra

Continuamos o percurso e chegamos num dos locais que mais gostei em toda a viagem, a Piazza do Castelo de São Pedro.

Vista linda de Verona

E meu destaque nem foi só para o castelo, pois a entrada estava proibida, e ficamos só em seu entorno. Meu grande destaque foi para o pôr do sol perfeito que vimos lá de cima, para a apaixonante vista de toda a cidade, com suas históricas estradas Romanas, observando os edifícios, com suas torres e campanários, vimos a centenária Ponte Pietra sobre o rio Adige, além do passeio bem bacana de funicular que a gente fez, enfim, para o momento mágico que vivemos ali, em família.

Então já fica a dica: final da tarde em Verona, já que não tem praia, venha pra cá assistir o pôr do sol tomando vinho (nacional, comprado no mercadinho). Que boa ideia!

Pessoas na Piazza del Castel San Pietro

O Castel San Pietro está localizado acima do Teatro Romano.

Para chegar lá são 250 degraus a pé, mas que você pode subir de carro (com estacionamento disponível) ou de funicular. Escolhemos essa última opção por ser mais confortável, pois estávamos com uma bebê que às vezes (na maioria) não curte o carrinho e quer só colo. Pagamos €2 ida e volta.

Dentro do funicular

Depois paramos no Cappa Café, tomamos uns drinks e comemos umas brusquetas enquanto o dia terminava.


Perto do Cappa Café

Às vezes a gente se esquece de tirar fotos durante a refeição. Muito difícil conciliar nossa fome, com criança querendo correr e ainda ter que usar aparelho para tirar foto. Normalmente o aparelho está ocupado passando desenho animado para que a gente consiga comer.

Cappa Café – Piazzetta Brà Molinari, 1/a
Verona, Veneto.

Uma atração que não conseguimos ir e que pelas minhas pesquisas é imperdível é o famoso Castelvecchio. Do século XIV, hoje foi transformado em museu. Lá perto também tem a maravilhosa ponte Scaligero e vale a pena anotar esse nome para visitar

Depois vocês voltem aqui pra me contar se essa atração é Imperdível mesmo.

Uma outra coisa que a gente não conseguiu fazer foi visitar o maravilhoso Lago Garda próximos a Verona. É o maior lago da Itália, e mede 370 km², com várias paisagens bucólicas. Ele banha cidades das três províncias: Brescia, Verona e Trento. Nosso trem passou por ali e realmente é um lugar muito especial. Então se você está programando uma viagem pra cá não deixe o de fora.

Amamentando no trem- Lago di Garda

Verona pode não ser tão famosa quanto sua vizinha Veneza e não ter gôndolas nem canais, mas também tem uma toque super romântico com sua atmosfera histórica. Espero que tenham conseguido incluir Verona no roteiro de vocês.

Europa Itália

Anúncios

1 comentário Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Travel Around the World

Vem descobrir o Mundo connosco...

CONTO EM DETALHES

Crônicas, histórias, poesias e percepções.

Elizabeth Werneck

Um blog para falar sobre viagens e outros assuntos

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: