Babymoon: um guia para viajar grávida

Escolhendo o destino em estado de graça!

Viajar durante a gravidez virou tendência mundial: Você escolhe o destino e passa alguns (bons) momentos por ali descansando e passeando antes do Neném chegar. A palavra babymoon é uma variação da palavra honeymoon, que é lua-de-mel em inglês. É praticamente uma lua-de-mel durante a gravidez.

Grávida de 4 semanas. Aqui eu ainda nem sabia da gravidez.

No nosso caso já tínhamos comprado as passagens para Dallas, nos Estados Unidos, Guatemala e Belize antes de engravidar, e depois resolvemos esticar em Miami dois dias no final da viagem para comprar algumas coisas do enxoval (e claro, passear também).

Boca Raton, Estados Unidos, grávida de 21 semanas

Deixando o glamour um pouco de lado, acredito que a primeira dica para essa viagem correr bem é ter o pré natal em dia, com sua médica autorizando, pois, como ela estará acompanhando a evolução da gestação saberá o histórico e os principais riscos.

No meu caso, minha gestação era considerada de baixo risco e por isso eu viajei muuuuito: Com mais ou menos dois meses e meio (10ª semana) fomos pra Inglaterra, Suécia, Dinamarca e Alemanha; e com 5 meses (20ª semana) fomos para a Guatemala, Belize e Estados Unidos. E como os enjôos apesar de constantes eram fracos, e a barriga ainda não estava muito grande, em todas essas viagens me senti super bem disposta.

Gravidez não é doença, deslizando numa bóia, em Belize. Grávida de 20 semanas
Para eu não carregar peso marido carregou a bóia até na beirada do rio.

Como escolher o destino

Primeiro você precisa ter em mente o que quer: Alguma praia calma para descansar e dormir bastante de conchinha, antes do Neném chegar, ou conhecer algum local com agito e várias atividades por dia (nós fizemos tanto uma quanto a outra).

Relaxando no Ramon’s Village Resort. Réveillon em Belize
Visitando o Vasa museu em Estocolmo, Suécia

Além disso você pode fazer como a gente fez, aproveitar a babymoon para também fazer algumas compras de enxoval. Além disso, tem gente que opta por fazer um ensaio fotográfico profissional nos destinos maravilhosos visitados.

Não é ensaio profissional mas a foto ficou maravilhosa. Flores, Guatemala. Segundo trimestre de gravidez

Todas essas viagens seguiram o meu ritmo, e como eu disse, me senti super bem durante todo o tempo.

Ensaio fotográfico Improvisado. Londres, primeiro trimestre de gravidez

Viajando de avião

Conversando com a minha obstetra ela me recomendou viajar de avião até a 32ª semana.

Já a maior parte das companhias aéreas só aceita grávidas das 27ª até 37ª semana de gestação. E depois disso, a gestante só poderá voar com acompanhamento de um médico responsável.

Indo pra Miami. Aeroporto da Guatemala. Segundo trimestre de gravidez

Uma dica legal também é tentar reservar o assento próximo da asa, onde a estabilidade durante o voo é maior, e ficar no corredor, ao invés da janela, para agilizar as infinitas idas ao banheiro.

Voando de Teco Teco para chegar na ilha de San Pedro em Belize.

Outra coisa que eu sempre tento me lembrar é viajar com meias compressoras para evitar ou diminuir o inchaço e o risco de trombose, em grávidas então, tudo isso fica potencializado. Tente levantar da cadeira a cada duas horas para dar uma alongada e fazer caminhadinha pelo corredor e sempre beba bastante líquido.

No Teco Teco, avistando o mar do Caribe.

Destino para babymoon: Praias!!

Se você como eu ama um destino praiano é bom perguntar pra sua ginecologista/obstetra todas as dicas para você botar seu barrigão pra jogo na areia sem neuras.

Drink sem álcool em Ramon’s Village Resort, Belize. Grávida de 20 semanas.

As minhas dicas são:

  • Se hidrate bastante, porque o sol contribui para a desidratação;
  • Apesar das grávidas estarem mais predispostas a ter melasmas no rosto (manchas escuras) eu não tive, mas eu não dou bobeira com o sol, que tende a agravar mais esse quadro. Eu nunca saio de casa sem protetor solar e também uso chapéus até andando nas cidades, quanto mais em praia;
Caminhada à beira mar, Ramon’s Village Resort, Belize. Grávida de 20 semanas
  • É bom dizer que durante toda a gravidez, o mar é ótimo e faz muito bem. Porém, é uma boa ficar na parte rasinha para evitar quedas e até afogamentos, pois seus movimentos estarão um pouco diferentes;
Praia de Camboinhas, Niterói. Grávida de 27 semanas
  • Ficar com o biquíni molhado por muito tempo não é legal porque pode causar candidíase, mulher grávida então, é muito pior porque infecções vaginais aumentam a probabilidade de um parto prematuro.
  • Repelente é indispensável pra todo mundo, né? Pra grávida então, super essencial. Atenção que o recomendado são aqueles com icaridina, IR3535 ou Deet, em suas fórmulas, cuja concentração deve ser de 10% a 50%. No rótulo vem escrito se gestantes podem usar.
À caminho do mergulho na maior barreira de corais. Grávida de 20 semanas, no píer do Ramon’s Village Resort, Belize

Viajando de barco

Eu não fiz aqueles Cruzeiros marítimos durante a gravidez. No entanto, peguei um trem lá em Copenhague, Dinamarca que em algum momento o nosso vagão entrou dentro de um enorme barco e saiu navegando até chegar do outro lado do mar Báltico, já na Alemanha. Achei o máximo da tecnologia!!

Navegando no mar Báltico. No pier do Trem-Navio, grávida de 12 semanas .

No trem, antes dele virar barco.

Na capital da Dinamarca pegamos também um barquinho para conhecer melhor a cidade e lá em Belize pegamos barco para chegar na Isla de San Pedro (aquela Isla Bonita dos anos 80, da Madonna, lembra?).

Rolê por Copenhague
Rastro do nosso barco em Belize. Coisa linda! ❤️

Tem gente que enjoa muito em alto mar. Como não é meu caso, apesar dos constantes enjôos durante a gravidez, eu os considerava fracos, e naveguei sem problema algum. A minha médica até prescreveu remédios contra náuseas mas eu optei por não tomar medicamento sem grande necessidade, então vai de cada uma.

No barquinho depois de mergulhar com tubarões.

Algumas empresas de Cruzeiro ou não aceitam grávidas com mais de 24 semanas de gestação ou solicitam um atestado médico, então confirme antes de fechar o pacote.

Mergulho incrível na barreira de corais em Belize. Grávida de 20 semanas.

Meu 1° Trimestre de gravidez em relação às viagens

Sabemos que cada gravidez é uma, e muitas mulheres não sentem absolutamente nada durante toda a gravidez. Eu comecei a enjoar a partir da 7ª semana. E a partir daí foi quase a gravidez toda. Mas não apresentei mudanças de humor, nem sono extra ou enxaquecas (sintomas típicos desse período).

Ah, e mantive total sigilo da gravidez durante os três primeiros meses. Como tudo era muita novidade, insegurança, pessoas podiam escrever coisas nas minhas redes sociais e me deixar bastante aflita, que preferi viajar e viver esse período sem divulgar minha gravidez, contando apenas para os mais íntimos.

Curtindo um Rock in Rio no primeiro trimestre de gravidez, mas fazendo segredo.

Pois é nesse período que acontecem grande parte dos abortos espontâneos, então uma boa recomendação é não criar expectativas. Lembre-se, o emocional conta muito. Eu coloquei na minha cabeça que se não divulgasse a gravidez eu viajaria mais segura.

Curtindo um jantar Viking, em Estocolmo. Restaurante Aifur. Primeiro trimestre de gravidez

Outra coisa importante para mim foi que durante essa viagem (e esse período em geral) eu não comprei nenhuma peça de enxoval, tudo isso para evitar grandes frustrações.

Comendo uma comida de rua (crepe de Nutella com banana) e visitando a comunidade alternativa de Copenhague no primeiro trimestre de gravidez.

Ainda mais que eu sofri um incidente, um elevador despencou comigo no meu próprio prédio onde eu morava. A gente falando aqui de vôo, viagens e países longe de casa e isso aconteceu comigo na minha própria casa. Graças a Deus eu não tive nenhum problema grave, mas acho que com o tranco, comecei a sentir algumas dores na coluna (que depois de um tempinho passou naturalmente, sem eu precisar tratar).

Mas, é importante deixar claro que nesse período, em regra, as gestantes podem sim tirar férias e fazer exercícios físicos leves, como natação e caminhada.

Leve Caminhada em Bremen, Alemanha, primeiro trimestre de gravidez.

Meu 2º trimestre em relação às viagens

Meu corpo só expandia , e comecei a sentir um pouco de dor no joelho, que eu percebia que melhorava bastante quando eu colocava um sapato adequado, além de um pouco de dor na coluna. Mas nenhuma dessas dores me atrapalhou aproveitar bastante esse período.

De acordo com a maioria dos médicos esse é o melhor momento para a babymoon acontecer porque o risco de aborto espontâneo diminui absurdamente: o período entre as 18ª e 24 ª semanas é o mais seguro para a gestante viajar.

Vendo o sol nascer em cima de uma pirâmide Maia em Tikal, na Guatemala, segundo trimestre de gravidez.

Na maioria dos casos os enjoo melhoram (não foi meu caso, os enjôos avançaram para o segundo trimestre, mas não me impediu de aproveitar as viagens pois eu continuava super bem disposta).

Outra coisa importante é que mesmo a minha barriga crescendo ela ainda não era grande demais a ponto deu me sentir desconfortável. Então foi aqui que nadei, mergulhei, visitei sítios arqueológicos e fiz muito turismo.

Fazendo turismo em Antígua, a ex capital da Guatemala. E ao fundo o Vulcão Água, próximo ao vulcão Fuego.

Depois dessas minhas experiências todas, te asseguro que não há restrições de destino para as gestantes. Siga as indicações médicas e não deixe também de fazer um seguro saúde.

Visitando ruínas de uma igreja destruída por um vulcão, em Antígua Guatemala. 2º trimestre de gravidez

Aqui minha gravidez não era mais segredo. Então comecei a curti-la de fato, sem neuras e inseguranças.

Então se tem um período para viajar sem estresse, é esse!

Fazendo pose de grávida. Segundo trimestre de gravidez. Tikal, Guatemala.
Nessa fase da gravidez famílias que viajavam com crianças pequeninas chamavam minha atenção. Tikal, Guatemala.

3º trimestre em relação às viagens

Nesse terceiro trimestre aumentei muito de peso, fui diagnosticada com diabetes gestacional, (que depois sumiu), tive as piores hemorróidas do mundo, senti falta de ar, azia, gases, dores nas costas e no joelho, e sono bastante atrapalhado.

Então nesse período não viajei de avião, mas viajei bastante de carro.

Viagem à Praia de Santos, litoral sul de São Paulo

Como o Código de Trânsito Brasileiro não faz nenhuma proibição sobre grávidas dirigirem, dirigi e trabalhei com a gravidez bastante avançada. Acho que nesse caso vale o bom senso. A minha barriga ficou tão grande que começou a esbarrar no volante e o cinto de segurança, importantíssimo e posicionado abaixo da barriga, começou a incomodar bastante. Então no meu caso parei na 36ª semana, porque pego autoestrada para chegar ao trabalho, então ficou bastante inviável.

Viagem à Juiz de Fora dois meses exatamente antes da minha bebê chegar.

Na viagem de carro vale a dica que dei na viagem de avião:

A cada uma ou duas horas tentar parar e andar um pouco, ir ao banheiro e comer para evitar inchaços e cansaço.

Viagem à Cunha, SP. Campo de lavandas.

Meu pé inchou muito, e evitava ficar com ele pra baixo, então se você estiver como passageira, vá movimentando os pés dentro do transporte (carro ou ônibus).

Viagem pra Cabo Frio, Buzios e Arraial do Cabo 25 dias antes da minha bebê chegar.

E aí? Te convenci a arrumar as malas?! Essa viagem será inesquecível, tenha certeza! E não tenha receio. Dê preferência para os alimentos cozidos, que vão ao fogo e tudo vai ser um sucesso.

Graças à gravidez comecei a viajar apenas com mala de mão. Como não era indicado eu pegar peso, meu marido que carregava todas as malas, então teria que ser leve. Gostei tanto da praticidade que agora só viajo assim.

Alemanha América Central América do Norte América do Sul Belize Brasil Dinamarca Estados Unidos da América Europa Guatemala Inglaterra Suécia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Travel Around the World

Vem descobrir o Mundo connosco...

CONTO EM DETALHES

Crônicas, histórias, poesias e percepções.

Elizabeth Werneck

Um blog para falar sobre viagens e outros assuntos

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: