Férias no Camboja: Templo de Bayon

Ainda pelo Complexo de Templos Angkor Wat, no Camboja, Siem Reap, viemos conhecer o famoso e maravilhoso Templo de Bayon.

As impressionantes ruínas de Bayon

Se você tiver apenas um dia inteiro para ficar aqui (o que eu acho uma lástima, pois essa região é recomendável ficar pelo menos umas 4 noites pra conseguir ver tudo), sugiro visitar os principais: Angkor Wat, Bayon e Ta Prohm.

Esse templo foi construído no século XII, cerca de 100 anos após Angkor Wat. Está localizado no coração da cidade murada, Angkor Thom, que representa a interseção do céu e terra.

Chamo a atenção para as mais de 50 torres de pedras adornadas com rostos sorridentes. Fico imaginando o trabalho manual, como as pessoas foram capazes de criar esculturas tão grandes e perfeitas, num passado tão remoto!

Sorria! Você está de férias no Camboja!

O local me levou a meditar, e meu coração se inundou com a mesma serenidade esculpida nas rochas.

Como chegar ao Templo de Bayon

O local faz parte do Complexo de Templos Angkor Wat, e viemos de tuktuk contratado no dia anterior. O local é de um misticismo fantástico e o país tem pessoas muito humildes que necessitam do turismo para sobreviver. Viajar pra cá faz você refletir muito sobre a sua vida. Eu gostei muito. Nunca imaginei visitar o Camboja algum dia, e sou muito grata pela oportunidade.

Mamãe e eu no Tuktuk, chegando ao Templo Bayon

Um pouco de informação sobre a religião do povo que habitou estas ruínas fantásticas

Eu estava muito em dúvida sobre isso. As explicações me diziam que esses templos eram Hindu, mas virava e mexia Buda aparecia nas explicações.

Figura de uma Apsara. As Apsaras (também conhecidas como Vidhyadaris) são um grupo de belos e etéreos espíritos femininos das mitologia hindu e budista. Elas são deusas menores da água e das nuvens, e que habitam o céu.

Atualmente historiadores dizem que toda a construção foi projetada para ser um templo e o mausoléu de Suryavarman II, o qual dedicou o templo ao deus Vishnu, com o qual ele tinha mais afinidade em relação aos três Deuses da trindade hindu (Brahma, Vishnu e Shiva). A religião hindu era a religião oficial do império Khmer e mesmo com Angkor Wat ser atualmente um local de peregrinação budista, é possível ver a religião hindu por toda a parte.

Janelinha Mítica. Templo de Bayon, Camboja

Mas a verdade é que esse complexo de Templos teve uma primeira época de caráter indiano, e uma segunda época budista, a partir da construção no final do sec XV de uma enorme estátua de Buda de quase 10 metros de altura por 70 metros de comprimento que provavelmente necessitou a demolição de uma outra torre de 8 metros, que explica sua ausência atual.

Durante vários século todos esse complexo de Santuários ficou muito esquecido e foi redescoberto por monges budistas, que começaram a frequentar as ruínas, consideradas sagradas (o país mergulhou numa triste e sangrenta guerra civil, o que deve ter contribuído bastante para esse esquecimento) . Ao longo dos anos lendas foram ganhando força, de que esses misteriosos templos haviam sido construídos por deuses ancestrais, e desde então atraem peregrinos de toda a Ásia (e do mundo) para conhecer a “Cidade dos Deuses”.

NÃO SE ESQUEÇA DE CONTRATAR O SEGURO VIAGEM!

Faça uma cotação sem compromisso neste link que já inclui o cupom ELIZABETHWERNECK que garante o desconto de 5% na compra do seu seguro viagem!

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@elizabethwerneck

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 😉

🛏 Pesquisando por hotel? Dê uma olhadinha no Booking.com! Você não paga nada a mais pela reserva, pode alterar e cancelar quando quiser, e ainda consegue os melhores preços

Ásia Camboja

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: