Informações sobre a viagem ao Camboja

O Camboja está localizado na porção sul da península da Indochina, no Sudeste Asiático. Faz fronteira com a Tailândia a noroeste, com o Laos a nordeste, com o Vietnã a leste e com o Golfo da Tailândia na porção sudoeste. Ou seja, por aqui também tem praias paradisíacas.

Um pouco de história

O Camboja é o 68.º país mais populoso do mundo e tem o budismo como religião oficial, praticado por cerca de 95% da população cambojana.

O antigo nome do reino era “Kambuja” (em sânscrito: कंबुज). No ano de 802, Jayavarman II se declarou rei marcando o início do Império Khmer, que floresceu por mais de 600 anos, permitindo que sucessivos reis dominassem grande parte do sudeste da Ásia.

O reino permitiu a construção de templos monumentais, como Angkor Wat, e facilitou a propagação do hinduísmo e do budismo por grande parte desta região.

Após a queda de Angkor para Ayutthaya, (atual Tailândia) no século XV, o Camboja foi governado como um vassalo entre seus vizinhos, Tailândia e Vietname, até que foi colonizado pelos franceses em meados do século XIX. A independência do país só ocorreu em 1953.

Posto de gasolina em Siem Reap, Camboja

A Guerra do Vietnã estendeu-se ao Camboja. De 1969 a 1975, sofreu intensos bombardeios dos EUA na tentativa de dizimar os guerrilheiros Vietcongs infiltrados na região fronteiriça. Toda guerra e destruição serviu para o fortalecimento do movimento revolucionário comunista Khmer Vermelho que, liderado por Pol Pot, derrubou o governo em 1975, evacuando as cidades e criando uma economia agrária baseada na coletivização da produção. Mas na prática, tratou-se de uma das maiores carnificinas já vistas, com estimados dois milhões de mortos de uma população de quatro milhões.

Grupo de músicos sobreviventes de minas terrestres. Inclusive existem placas dizendo para não sair da estrada pois ainda existem minas terrestres enterradas com risco de explosão.

O Camboja se reabriu vários anos mais tarde dentro de uma esfera de influência socialista, como a República Popular de Kampuchea, que durou até o início dos anos 1990. Depois de anos de isolamento, a nação devastada pela guerra se reuniu sob a monarquia em 1993, e tem visto um rápido progresso nas áreas de recursos humanos e econômicos, além da reconstrução de décadas de guerra civil. O Camboja tem apresentado um dos melhores desenvolvimentos econômicos na Ásia, e afirmo que tem um dos povos mais amáveis do planeta.

Família fazendo piquenique próxima às ruínas de Angkor Wat. Detalhe para o macaquinho querendo aproveitar o lanche.

Como chegar:

Nós viemos diretamente do Vietnam. Eu do aeroporto de Hue e meu marido do aeroporto de Ho Chi Minh (antiga Saigon).

Chegando ao Camboja

Nós também não conhecemos a capital Phnom Penh, voamos direto para Siem Reap, onde está localizado o Complexo maravilhoso de Angkor Wat.

Não há voos diretos entre Brasil e o Camboja. Mas existem diversas rotas partindo de cidades da região, como Bangkok e Singapura.

Eu ao chegar ao aeroporto internacional de Siem Riep

Também é possível chegar na cidade de ônibus (a viagem é longa e bem econômica), principalmente vindo da Tailândia ou do Laos.

Dica de Ouro

O sudeste asiático é um dos lugares mais especiais do mundo. Aproveite sua estadia aqui para visitar outros países da região, como Tailândia, Vietnam.

Quantos dias no Camboja

O país está cada vez mais se abrindo. Nós ficamos 4 noites em Siem Reap, para aproveitar pelo menos três dias visitando os templos de Angkor Wat, Ta Prohm, Banteay Srei e Templo de Bayon. Com isso, você terá um bom panorama da cultura khmer.

Pelas ruas de Siem Riep. Camboja

Cada dia que passa aumenta as atrações no país. O país tem cachoeiras, praias paradisíacas, cultura, história e um preço maravilhoso, mesmo com nossa moeda brasileira estar tão desvalorizada. Então a sugestão é unir as visitas aos templos e depois descansar nas praias maravilhosas.

Cachoeira Phnom Kulen, Camboja
Meninas num projeto social na comunidade do lago Tonle Sap, Camboja. Todos essas visitas foram agendadas no próprio Hostel em que meu marido se hospedou.

O pessoal do Blog “Viagem no Detalhe” conferiu um resort maravilhoso e contou todos os pormenores da experiência.

Quando ir para o Camboja

Meu marido foi em outubro e pegou um calor absurdo e muita umidade. Já eu fui em janeiro e o clima estava maravilhoso. Bem quente durante o dia, mas bem agradável. De manhã estava bem fresquinho.

A melhor época são os meses (secos) entre início de novembro e final de fevereiro, e a alta temporada são os meses de dezembro e janeiro, pois são mais frescos. Depois de fevereiro, o bicho pega. As temperaturas sobem muito e atingem tranquilamente os 40°C em abril. Já ouvi falar de muitas promoções de passagens aéreas nesse período.

Onde e o que comer em Siem Reap

O local mais famoso é a Pub Street. É uma rua extremamente turística, cheia de gente, bares, mercados, lojas de artesanato, motos e tuc-tucs, música, com uma confusão deliciosa e maravilhosa e uma atmosfera incrível. Definitivamente não pode deixar de vir pra cá.


A caneca de chopp custa US$ 0,50. Isso mesmo! 50 centavos de dólar. Esse preço só não ganha da cerveja do Vietnã, a Bia Hoi.

Aqui comemos o churrasco Cambojano e foi uma experiência gastronômica inenarrável. O BBQ khmer (churrasco cambojano), trata-se de um combo de carnes super exóticas apresentadas cruas, em que você as frita em uma panela com um fogão na mesa, vindo com alguns molhos. O que saboreamos tinha carne de jacaré, sapo, cobra, e mais duas opções mais simples como frango e peixe.

Churrasco Cambojano

Outro prato famoso e gostoso é o fish amok. Uma espécie de massa de batata recheada com peixe, legumes, servido em uma folha de bananeira. Eu achei o prato muito gostoso e recomendo.

Teve uma noite que jantamos no Hard Rock Cafe de Siem Riep e foi ótimo também.

Onde se hospedar

Foto retirada do site Booking.com
Resort Six Senses Krabey Island, Koh Krabey, Cambodia –

Nós ficamos no Blossoming Romduol. Hotel simples, bem localizado, equipe atenciosa e com bom custo beneficio (perto de USD$ 8,00 a diária!!) . Os passeios para contratar no local são muito bons. Pegamos um transfers do aeroporto e foi ótimo! Super recomendo.

Chegava no hotel e fazia essa massagem nos pés. Típico do sudeste asiático.

Já o meu marido, quando foi, ficou no Noni Tree Hostel e gostou muito.

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 😉

Documentos necessários para visitar o Camboja

O Camboja solicita que o turista tenha passaporte válido por 6 meses, além do certificado internacional de vacina contra febre amarela. Inclusive acho que todos os países da região fazem essa requisição.

Sobre o visto de entrada

Brasileiros precisam de visto para entrar no Camboja.

Meu marido solicitou o visto online com antecedência (e-visa). Ele achou ótimo e não pegou fila, nem muita burocracia. Então recomendo essa opção.

Esse visto online deve ser solicitado com uma antecedência de no máximo 3 meses antes da viagem, pelo site oficial. Quando aprovado, é enviado, em até 3 dias úteis, diretamente para o seu e-mail. Tudo feito de maneira bem simples.

Atenção: Nos anos que a gente foi (2014 e 2015) o e-visa só era válido para quem chegasse por via aérea, no aeroporto.

Já eu fiz o visto na chegada, no próprio aeroporto (visa on-arrival) de Siem Riep. Mas foi bem caótico. Estava uma fila desorganizada, demorada e enorme, quando uma pessoa nos ofereceu para tirar o visto de maneira rápida, mediante pagamento, furando a fila. A gente ficou com receio, um pouco desconfiado, mas aceitamos, e logo fomos liberados. Então não recomendo essa opção, pois podia ter acontecido alguma encrenca. É bom já chegar no país com o visto providenciado.

Será que foi coincidência ter chegado tantos voos na hora? De qualquer forma, se você deixar o visto para esse momento não se apavore porque não tem problema nenhum. Enfrente a fila para o balcão à direita das esteiras das bagagens, preencha um formulário e leve uma foto 3×4. Muita gente preenche essa ficha durante o voo de chegada.

Se você deseja chegar ao Camboja por via terrestre, há agências de turismo que vendem pacotes ou passagens avulsas em Bangkok (Tailândia), Luang Prabang e Vientiane (no Laos). Bangkok (estação rodoviária Mochit, na capital tailandesa), é a cidade grande mais próxima de Siem Reap.

NÃO SE ESQUEÇA DE CONTRATAR O SEGURO VIAGEM!

Faça uma cotação sem compromisso neste link que já inclui o cupom ELIZABETHWERNECK que garante o desconto de 5% na compra do seu seguro viagem!

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@elizabethwerneck

🛏 Pesquisando por hotel? Dê uma olhadinha no Booking.com! Você não paga nada a mais pela reserva, pode alterar e cancelar quando quiser, e ainda consegue os melhores preços.

Ásia Camboja

1 comentário Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: