Anúncios

10 lugares no Brasil que eu adoro visitar

Todas as cidades dessa lista eu tive a felicidade de voltar mais de uma vez, e mesmo assim não vejo a hora de retornar para um outro passeio. São lugares que me encantam tanto, mas tanto, que não seria justo não compartilhar com vocês essas sugestões. Nessa lista estão incluídas cidades que tem muita beleza, povo acolhedor, natureza, arquitetura, história, gastronomia, atividades ou tudo “junto e misturado”. Seja qual for o motivo, vale muito a visita. Depois me conte sobre o que você achou da cidade e se foi a sua primeira ida até lá.

1- Juiz de Fora, MG

A cidade, conhecida por “jotaéfi”, é a quarta maior cidade do Estado, sendo referência regional em produtos, serviços e educação e, por isso vem se destacando pelo turismo de negócios.

Vista panorâmica de Juiz de Fora.

No entanto, a cidade é muito jovem e animada, possuindo um turismo de eventos cada vez mais desenvolvido, talvez por causa das inúmeras faculdades. Aqui se curte cultura, gastronomia e história.

Você sabia que a primeira grande usina hidrelétrica da América do Sul, inaugurada em 1889 está localizada aqui?

Usina Marmelos. Foto retirada do site iepha

A Usina Hidrelétrica de Marmelos está localizada próxima ao Rio Paraibuna, às margens da Estrada União e Indústria, outro importante marco da engenharia no Brasil no século XIX. O pioneirismo valeu a Juiz de Fora o título de “Manchester Mineira”.

Algumas atrações em Juiz de Fora:

Museu Mariano Procópio

Eu sempre faço caminhada no parque desse Museu e adoro.

Parque do Museu Mariano Procópio

Mariano Procópio foi um comendador que construiu a Vila Ferreira Lage para receber Dom Pedro II na inauguração da estrada de ferro, que ligava Petrópolis a Juiz de Fora.

Em 1915, o espaço que compreende um parque, a casa e um outro edifício construído para abrigar as obras de arte da família foi transformado em museu. Em 2016, o anexo, com uma pequena parte da acervo foi restaurado e reaberto ao público. Já a casa, infelizmente está fechada há mais de 10 anos, por falta de projetos e recursos financeiros para restauração.

Museu Mariano Procópio. Foto retirada do site G1

Mirante Morro do Imperador

Como já falei várias vezes nesse blog, adoro ver os locais que visito do alto, e em JF não seria diferente.

Neste local dá para ter uma linda visão da cidade, e por ali há uma capela e uma estátua do cristo redentor.

Bar do Bigode e Xororó

Minas Gerais é famosa pelos seus bares. Esses envolventes estabelecimentos são especializados em cerveja gelada e deliciosos petiscos.

Dizer que o Estado de Minas Gerais inteiro é especializado nisso não é nenhum exagero. Afinal “se não tem mar, vamos para o bar”.

Criado em 1975, o Bar do Bigode faz parte da minha vida. “O melhor torresmo do mundo” é o slogan bastante levado a sério.

O bar ampliou e agora existe um outro espaço, em frente ao bar original. Happy Hour no bar do Bigode em JF

E o torresmo é mesmo a estrela do menu: tem torresmo Ponta (considerado o mais “nobre”, com menos gordura), à Pururuca e a Tira (torresminho que tem a casca mais crocante e o interior mais carnudo e suculento).

Torresmo. Iguaria em Juiz de Fora. Bar do Bigode

Para a nossa alegria o bar oferece a “lata de torresmo”, que virou uma espécie de “souvenir” para muitos turistas que visitam Juiz de Fora, além de atualmente estar fazendo também cerveja artesanal.

A última vez que fui lá experimentei o Rocambole de Torresmo, e fiquei emocionada (e um pouco com consciência pesada, confesso).

De qualquer forma, o torresmo daqui é completamente diferenciado e vale a pena degustar.

1.4- Pizzaria Mr. Tugas

Além do ambiente ser sofisticado, aconchegante e lindo tem espaço kids e a pizza, a cerveja e o azeite são artesanais e deliciosos. Muitas opções de sabores diferentes que dá água na boca.

Se você vier à tarde, pode curtir um belo pôr do sol por ali.

2- Muriaé, MG

A Zona da Mata mineira dispõe de grandes atrações. A cidade de Muriaé, que apesar de ficar em Minas Gerais é mais próxima do Rio de Janeiro (298 km), do que de Belo Horizonte (cerca de 320 km), e tem como principais pontos turísticos o Cristo Redentor, o Pico do Itajuru e a Cachoeira da Fumaça. Destacam-se também na cidade e região o ecoturismo.

Passeio de domingo no Parque Vera Rodrigues, Muriaé.
Será que podemos dizer que Muriaé e Juiz de Fora são as cidades mais cariocas de Minas?
Cristo Redentor em Muriaé, MG.
Adoro visitar a histórica Vila Eudóxia Canêdo, uma vila operária formada por um conjunto de casas que conecta a antiga Rua Direita ao Rio Muriaé.
Foto : Prefeitura Municipal de Muriaé.

Um local super gostoso que adorei visitar foi a Serra de Pirapanema.

Esse distrito de Muriaé tem se destacado na região e até mesmo nacionalmente pelo Festival de Gastronomia que acontece uma vez por ano.

Durante o festival o local recebe turistas de todos os cantos do país. Pirapanema fica numa região montanhosa, na serra do brigadeiro, com um gostoso clima frio.

Existe uma rampa de voo livre no distrito, com visual exuberante, sendo considerada uma das melhores rampas para prática do esporte. No Festival de Gastronomia acontece também o campeonato de voo livre.

Vista do Restaurante Alto da Serra, Pirapanema, Muriaé, MG.

3 e 4 – Mariana e Ouro Preto, MG

Eu já morei em Mariana e adoro passear pela região.

Essas cidades históricas dos séculos XVII e XVIII respectivamente, lindamente preservadas, encravadas na serra do interior de Minas Gerais, são grandes tesouros mundiais da arquitetura barroca.

Praça Tiradentes e Museu da Inconfidência ao fundo. Ouro Preto (MG).

Localizadas na rota da Estrada Real, fizeram parte da corrida do ouro no país e é uma verdadeira viagem ao passado.

Praça Minas Gerais, Mariana, MG.

As cidades, distantes entre si pouco mais de 10 km, possuem casarões bem preservados do século XVIII e algumas das igrejas mais bonitas e importantes do Brasil (e do mundo), sendo uma região completamente conhecida internacionalmente.

Feira de Pedra Sabão do Largo do Coimbra. Ouro Preto, MG

Parece um cenário de novela de época com sacadas decoradas, ruas muito íngremes calçadas com “pés de moleque”, possuindo um conjunto arquitetônico inigualável entre as cidades históricas brasileiras. Sem contar os inúmeros cantinhos charmosos repletos de arte, gastronomia, música e folclore.

Centro de Mariana vendo a Igreja São Pedro ao fundo.
Centro de Ouro Preto, vendo a Igreja Nossa Senhora do Carmo.

5- Cabo Frio e Região dos Lagos, RJ.

Essa região é também chamada de Costa do Sol, e é dividida em sete municípios em torno das lagoas de Araruama e Saquarema, e compreendem mais de 100 quilômetros de litoral: Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia e Saquarema.

O Forte de São Mateus de Cabo Frio é do século XVII.

Todas elas são marcadas por inúmeras lagoas e praias, desde as de mar aberto até aquelas de enseada, com águas calmas, favoráveis para o mergulho.

Praia da Tartaruga. Búzios, RJ. Ótima para criança. A cidade é chamada de St. Tropez da América do Sul.

É considerada uma das mais belas regiões do Brasil, marcada pelo turismo e pela indústria do sal.

Arraial do Cabo é conhecida como o Caribe Brasileiro pela cor de suas águas. Praia Grande

6- Penedo e arredores, RJ

Penedo é uma colônia finlandesa, distrito de Resende, RJ. É uma região considerada pequena, mas muito encantadora.

O distrito possui todas as características que remetem ao Papai Noel e à Finlândia. Além das charmosas pousadas, rios e cachoeiras, a região é um pólo gastronômico e cultural de peso. Quando passo pela Rodovia Presidente Dutra sem pressa dou uma paradinha por aqui para almoçar, tomar sorvete ou comer chocolate.

Eu acho essa região riquíssima e recomendo um tempo por aqui para visitar também o incrível Parque de Itatiaia e as vilas de Visconde de Mauá, Maromba, Maringá, Vale do Pavão e Mirantão, os quais transbordam rusticidade e beleza.

Ao fundo o Pico das Agulhas Negras no Parque Nacional do Itatiaia, na divisa do RJ com o Sul de Minas.

7- Costa do Descobrimento, BA

A Costa do Descobrimento é uma região localizada no sul da Bahia, que compreende os municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte.

Tendo sido parte da Capitania de Porto Seguro, a Costa do Descobrimento possui uma grande diversidade com praias bonitas, rios de águas limpas, restingas e manguezais preservados, além da agitada e jovem vida noturna.

Costa do Descobrimento, Bahia, Brasil

Imagina que incrível visitar o local onde nosso país começou. Seguem alguns eventos históricos ocorridos por aqui :

Primeiro encontro entre Portugueses e Índios, em 23 de abril de 1500.
Primeira missa em terras brasileiras, em 26 de abril de 1500.
Doação da Capitania de Porto Seguro, em 27 de maio de 1534.

Desembarque de Cabral em Porto Seguro (óleo sobre tela), autor: Oscar Pereira da Silva, 1904. Acervo do Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro.

Dica de Ouro: Visite as Vilas de Arraial D’Ajuda e Trancoso quando você vier pra cá.

Arraial D’Ajuda, BA.
Capelinha do século XVII no Quadrado. Trancoso – BA

8- Natal e entorno, Rio Grande do Norte

Natal é a capital do estado do Rio Grande do Norte, na Região Nordeste do país. Fundada em 25/12/1599 (daí seu nome), conta com importantes atrações turísticas.

Do topo, da esquerda para a direita: Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, no centro histórico; visão da Praia de Ponta Negra e do bairro homônimo; Morro do Careca; Rua Chile; Forte dos Reis Magos e visão aérea da Ponte Newton Navarro e do Rio Potenji.
Fotos retiradas do site Wikipedia.

Historicamente, a cidade teve grande importância durante a Segunda Guerra Mundial em 1942, já que os aviões da base aliada americana se abasteciam no antigo aeroporto daqui, sendo classificada como “um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo”.

Devido às operações da primeira base de foguetes da América do Sul, no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, Natal também passou a ser conhecida como a “Capital Espacial do Brasil”.

A capital potiguar foi também uma das doze sedes da Copa do Mundo de 2014, e ostenta o título de Cidade do Sol em função de sua elevada luminosidade solar, simplesmente a maior dentre as capitais brasileiras, que ultrapassa 2.900 horas anuais.

Águas mornas na Lagoa de Alcaçuz, Nisia Floresta, RN.
Foto: Sabrina Zacaron
Mirante do Golfinho em Nisia Floresta, RN. Cerca de 30 km da capital. Ótimo local para ver tartarugas e golfinhos.
Foto: Sabrina Navarro Toledo

As duas vezes que vim pra cá fiz o passeio de buggy pela Praia de Redinha e depois Santa Rita, chegando às Dunas de Genipabu, uma espetacular Área de Proteção Ambiental. Essa combinação de areia das dunas com a lagoa e vegetação é linda.

Dunas do RN

Depois do buggy descer a duna e cruzar o Rio Ceará-Mirim em balsas bem rústicas para chegar às outras praias chegamos à Lagoa de Jacumã. Aqui foi a primeira (e única) vez que pratiquei o famoso Eskibunda, onde você senta em uma “prancha” deslizando em uma enorme duna até cair na água. Dá um frio gostoso na barriga!

Ainda no passeio, visitamos o Maior Cajueiro do Mundo. Você anda “por dentro dele” e se sente em uma floresta. No mirante dá para vê-lo de cima e fica mais impressionante ainda. São 8.500 metros quadrados de copa, com muitos de galhos e cipós, que lhe garantem presença no Guinness Book.

Cajueiro de Pirangi, RN. Se você vier na época da safra, de novembro a janeiro, quando ele produz cerca de 3 toneladas de frutas, é possível experimentar os cajus e seus sucos. Foto retirada do site Wikipedia

Praia de Pipa, Tibau do Sul, RN

Essa praia é presença constante nas listas das mais bonitas do Brasil. O distrito de Tibau do Sul, 87 quilômetros ao sul de Natal, tem bastante infraestrutura, mas mantém sua essência nativa.

Praia de Pipa, RN

Dica: Aproveite a viagem e conheça mais uma capital. João Pessoa PB fica o 2 horas e meia dali.

9- Gramado e as Serras Gaúchas, Rio Grande do Sul

Essa região proporciona inúmeras surpresas aos turistas. Partindo das requintadas e aconchegantes cidades de Gramado e Canela é possível conhecer algumas cidades fofas bem ali pertinho.

Visita a essa região em dezembro. Nova Petrópolis, RS.
Cascata do Caracol, Canela RS

Por aqui existem diferentes atrações gastronômicas, culturais e até degustação de vinhos premiados mundialmente.

As cidades que devem entrar no seu roteiro são: Canela, Nova Petrópolis, Cambará do Sul, Três Coroas, Bento Gonçalves e o Vale dos Vinhedos.

As hortênsias normalmente florescem em novembro e permanecem exuberantes até fevereiro, março. Seu auge ocorre no meses de dezembro e janeiro.

10- Curitiba, PR

A capital do Paraná possui mais de 30 parques e bosques. Curitiba faz jus à fama de Capital Verde e oferece ótimas opções para passeios ao ar livre.

Universidade Livre do Meio Ambiente, Curitiba, PR. Fundada em 1991, conhecida pelos prédios inspirados na natureza em lindo cenário verdejante.

Além disso a cidade possui uma colônia de italianos que virou um reduto gastronômico de primeira qualidade (bairro Santa Felicidade), a linda Catedral, o Relógio das Flores, o Teatro Guaíra, além de inúmeras cervejarias artesanais e muitas outras atrações.

O famoso Jardim Botânico de Curitiba, PR
Ópera de Arame, Curitiba, PR. Símbolo da cidade, feita para espectáculos populares e clássicos.

Dica de Ouro: Comece o tour na cidade andando de ônibus. A Linha Turismo percorre vários pontos, sendo bem eficiente.

Vista do Centro histórico de Curitiba, PR.
Foto: Amílcar Marques
O belo Museu Oscar Niemeyer, possui arquitetura, arte e design exibidos em 12 salas de um museu futurista com torre em formato de olho.

Dica de Ouro 2: Aproveite a estadia na cidade e faça um lindo passeio de trem de Curitiba à cidade de Morretes. O trem sai de manhã e retorna no finalzinho da tarde. O mais econômico é fazer o trecho de ida no trem e o retorno de ônibus pela bela Estrada da Graciosa.

Mais cidades turísticas lindas e recomendadas aqui no blog:

Rio de janeiro

Paraty

Ilha Grande

Cidades pitorescas pelo mundo

Américas Brasil Listas Top Outros

Anúncios

1 comentário Deixe um comentário

  1. Amo estes lugares, principalmente Gramado, Rio Grande do Norte e Pipa. Quero conhecer A região dos Lagos e Juiz de Fora (meu esposo já conhece estes 2 lugares), Minas sempre está em nossos destinos. Ótimo post com boas dicas. Beijos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: