Filipinas: o que você precisa saber antes de ir

Nossa! Cheguei nas Filipinas! Meu ano começou cheio de sonhos realizados. Eu sempre quis muito conhecer esse país, mas sempre achava que seria um sonho tão distante que eu praticamente não acreditei quando desci do avião! Eu estava tão, mas tão feliz que nem sei. Nível de empolgação no máximo! E agora vou te passar todas as dicas para visitar as Filipinas sem dúvidas!

Sol se pondo no mar das Filipinas. Ilha de Boracay
Da janela do avião avistando o mar (quentinho e calminho) das Filipinas.

Localizando as Filipinas

República das Filipinas é um país formado por um arquipélago localizado no sudeste asiático, delimitado pelo Mar das Filipinas a leste, Mar de Celebes e Mar de Sulu a sul e Mar da China Meridional a oeste. Os Estreitos de Luzon e Balabac separam as Filipinas de Taiwan e da Malásia respectivamente, e há também fronteiras marítimas com a Indonésia e com o Vietnã.

Meu mapa pessoal do Google Maps (ignorem as marcações)

A sua localização, no Círculo de fogo do Pacífico, próximo da Linha do equador, faz com que as Filipinas estejam propensas a terremotos e tufões, mas também dota-as com recursos naturais maravilhosos, colocando-as entre os países com rica biodiversidade.

Raposa voadora. Bichinho fofo típico das Filipinas. Infelizmente em perigo de extinção. Foto retirada do site Wikipedia
Vendo 3, das 7.107 ilhas das Filipinas, da janela do avião.

Um pouco da história das Filipinas

Várias etnias e culturas se encontram em todo o arquipélago. Em tempos pré-históricos, os negritos foram alguns dos primeiros habitantes do arquipélago. Eles foram perseguidos e vários reinos e nações foram estabelecidos no território, governados por datus, rajás, sultões ou lakans. O comércio com a China, com povos malaios, indianos e islâmicos também passou a ocorrer. Todos esses nomes são mais diferentes do que nossas aulas de história foram capazes de nos ensinar.

Com a chegada do português Fernão de Magalhães em 1521, marcou o início da colonização européia. Ele procurava uma rota alternativa para comercializar especiarias, e chamou a região de San Lázaro. 

Em 1543, o explorador espanhol Ruy López de Villalobos deu ao arquipélago o nome de Las Islas Filipinas, em homenagem a Filipe II da Espanha. Com a chegada de Miguel López de Legazpi, em 1565, o primeiro assentamento espanhol no arquipélago foi estabelecido, e as Filipinas se tornaram parte do Império Espanhol por mais de 300 anos. E isso resultou na propagação do catolicismo romano, que se tornou a religião predominante no país ainda hoje.

No centro Histórico de Manila, Filipinas. Igreja de San Agustin

Durante o século XVIII, a região foi atacada por piratas chineses e ainda havia a preocupação com a ocupação por colonizadores holandeses, portugueses e ingleses; sendo que entre 1762 e 1764 a capital Manila foi dominada pelos britânicos.

Já no fim do século XIX, ocorreu a Revolução Filipina, resultando na Primeira República do país. Contudo, a Espanha não reconheceu a independência filipina e cedeu o território aos Estados Unidos. Então as Filipinas guerrearam contra os Estados Unidos, seguido por uma sangrenta ocupação japonesa, durante a Segunda Guerra Mundial. A soberania das Filipinas só foi reconhecida em 4 de julho de 1946, pelos Estados Unidos. Que povo sofrido!

Imagem retirada do site Wikipedia

Como chegar nas Filipinas

Pela longa distância, não existem voos diretos para as Filipinas saindo do Brasil, então é necessário fazer pelo menos uma escala.

Nós viemos direto de Kuala Lumpur, Malásia, num vôo que durou aproximadamente 4 horas pela companhia aérea “low cost” Air Asia.

Aeroporto internacional de Manila, Filipinas

Uma companhia “low cost” significa de baixo custo. Ou seja, é uma companhia aérea que oferece passagens aéreas com preços bem mais baixos, pois elimina custos derivados de serviços tradicionais oferecidos aos passageiros, baseando-se na simplicidade do serviço.

As companhias aéreas Philippine Airlines e a Cebu Pacific Air são as mais populares cias aéreas das Filipinas e nelas você acha voos baratos de até US$ 12. Mas, atenção : Se deixar pra reservar em cima da hora, o preço pode passar de US$ 100.

Já na volta, fizemos um vôo de Manila para o Rio de Janeiro, com uma escala em Dubai pela companhia aérea Emirates.

As Filipinas estão bem conectadas a outros destinos asiáticos, como Tailândia, Singapura ou Japão, e vale a pena inseri-la em sua viagem pelo continente asiático, como nós fizemos.

Como se locomover

Dentro da capital a gente se locomoveu de táxi e Grab (aplicativo tipo Uber na Ásia).

Propaganda do aplicativo Grab, mesma coisa que Uber, só que na Ásia. Não esqueça de baixar o aplicativo.

Eu queria ter andado de Jeepney na capital Manila .

O Jeepney é um antigo jipe que foi utilizado pelo exército americano nas Filipinas durante a segunda guerra mundial. A guerra acabou, os jipes foram abandonados por ali e então os filipinos encontraram uma ótima nova utilidade para o antigo carro de guerra: para a nossa alegria os jipes foram convertidos em uma espécie de “lotação”, com cores fortes, frases divertidas e uma série de outros enfeites bonitos.

Trata-se de uma solução filipina ímpar para uma questão que as assola nações ao redor do mundo— o transporte público.

A palavra jeepney, é uma combinação das palavras jeep e jitney (microônibus).

Já dentro da ilha de Boracay andamos de Tuktuk e carros, e vimos muitas motos.

Tuktuk em Boracay

Sobre o aeroporto de Manila

Você chega e sai do país pelo terminal internacional, mas pra todos os outros vôos é pelo terminal nacional. Ah, e um terminal é bem longe do outro (dando até a impressão que seria outro aeroporto), então você precisa pegar um transfer ou táxi de um terminal para o outro, sair de um, para acessar o outro.

Lotado! Terminal nacional do Aeroporto de Manila
No terminal doméstico, aeroporto internacional de Manila, Filipinas

O aeroporto tem bastante trânsito em seu entorno, então para se deslocar entre os terminais leva muito tempo. Ele é bem grande, e pelas pesquisas soube que há transfers gratuitos entre os terminais, mas infelizmente não encontramos isso, e tivemos que pagar um táxi.

Espaço kids no Aeroporto Ninoy Aquino, Manila, Philippines. Na foto uma criança brasileira, uma filipina e uma alemã.

Como eu disse, o trânsito é bem caótico no entorno do aeroporto, então separe um bom tempo entre essas conexões. Normalmente eu deixo 3 horas de intervalo, mas nesse caso eu recomendo no mínimo 5 horas.

Entorno do aeroporto internacional de Manila, Philippines

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ENTRAR NAS FILIPINAS

Se ligue: brasileiros não precisam de visto de turismo para as Filipinas por até 59 dias. Só precisa de passaporte válido e certificado internacional de vacinação.

QUE MOEDA USAR NAS FILIPINAS ?

Peso filipino é a moeda das Filipinas. Tenha sempre com você pesos filipinos. Durante minhas pesquisas para vir pra cá muita gente disse que era ampla a aceitação de dólares americanos, no entanto, em algumas lojas de artesanato não eram aceitos nem dólares americanos nem cartão de crédito. Muitos estabelecimentos aceitam  apenas dinheiro. Você pode trocar  dólares americanos (ou euros) no aeroporto de Manila, assim que você desembarcar, como nós fizemos.

CLIMA E MELHOR ÉPOCA PARA IR ÀS FILIPINAS ?

Nós fomos em janeiro e não pegamos nenhuma gota de chuva, mas conversamos com uns brasileiros no hotel que disseram que no dia anterior havia chovido na hora do por do sol.

Pôr do sol “marabrilhoso” nas Filipinas, Ilha de Boracay ao som de reggae.

Mas mesmo assim a estação considerada seca vai de novembro a maio. A estação chuvosa começa em junho e vai até outubro, podendo se estender até dezembro. Inclusive quando estávamos lá vimos muitas casas destruídas, e ao perguntar para o guia turístico ele explicou que foi o tufão que passou por ali em dezembro. Então a melhor época para conhecer o país vai de janeiro a junho.

Quantos dias ficar nas Filipinas?

Essa pergunta é bem difícil de responder, pois o que não falta são lugares maravilhosos para conhecer, pois o arquipélago das Filipinas tem mais de 7.000 ilhas! Nós ficamos quase uma semana e foi muito pouco, mas como estávamos com uma bebê de 1 ano e 9 meses e já viajando pela Ásia há mais tempo, só conseguimos esse período.

Apesar da gente ter pego dois aviões e um barco pra chegar na ilha de Boracay esse destino é considerado um dos mais fáceis de chegar. Optamos pela ilha mais turística e com mais infraestrutura das Filipinas.

Completamente maravilhada com esse Mar. Boracay, Filipinas. Quando a expectativa encontra a realidade

O ideal é ficar no mínimo cerca de 10 dias só nas Filipinas. Além de ficar duas noites na capital Manila, você escolhe mais duas ilhas e fica 4 noites em cada.

Ou você pode tirar uma noite da capital, tirar um dia de cada ilha e conhecer 3 ilhas ao invés de 2 em dez dias.

Mas se você puder aumentar para 15 dias, melhor ainda.

IDIOMA OFICIAL DAS FILIPINAS

O filipino (pilipino) é um dos idiomas oficiais da República das Filipinas, juntamente com o inglês.

Mas até hoje, muitos nomes de lugares, ruas e palavras do vocabulário Filipino estão em espanhol, mesmo eles não sabendo mais falar o idioma.

Pracinha perto do nosso hotel em Manila

RELIGIÃO DAS FILIPINAS

O catolicismo romano é a religião que predomina, e cerca de 75% da população pertence a esta fé nas Filipinas. Achei tão interessante ver igrejas e festas católicas aqui na Ásia, pois, estávamos vindo de países que tinham outras religiões como preponderante.

Festa do Santo Niño, Boracay. A pequena estátua do “Santo Niño” é uma das relíquias cristãs mais antigas das Filipinas que, segundo a tradição foi dada em 1521 pelos primeiros exploradores europeus a Raja Humabon, Rei da ilha de Cebu, por ocasião da sua conversão ao catolicismo.

FUSO HORÁRIO NAS FILIPINAS

A diferença é de 11 horas em relação ao horário oficial de Brasília.

Não precisa de seguro viagem para entrar nas Filipinas, mas não é esperto viajar sem.

Faça uma cotação sem compromisso neste link que já inclui o cupom ELIZABETHWERNECK que garante o desconto de 5% na compra do seu seguro viagem!

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@elizabethwerneck

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 😉

🛏 Pesquisando por hotel? Dê uma olhadinha no Booking.com! Você não paga nada a mais pela reserva, pode alterar e cancelar quando quiser, e ainda consegue os melhores preços.

Ásia Filipinas

1 comentário Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Travel Around the World

Vem descobrir o Mundo connosco...

CONTO EM DETALHES

Crônicas, histórias, poesias e percepções.

Elizabeth Werneck

Um blog para falar sobre viagens e outros assuntos

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: