Pontos Turísticos Singapura: Gardens by the Bay (jardins da baía singapura)

Chegamos no hotel em Singapura de Grab (aplicativo tipo uber usado na Ásia) e já fomos para a rua! veja aqui alguns dos melhores pontos turísticos em Singapura!

Leia informações gerais para sua viagem a Turismo em Singapura: Onde ficar, como chegar e um pouco de História

Explorando Singapura tarde da noite, sem medo.

Só que era cerca de 21 horas. Nosso fuso horário estava completamente louco e a gente estava com zero sono (inclusive a Neném! E a regra é clara, se ela não dorme, ninguém dorme). Então fomos andando próximo ao hotel para procurar algum lugar pra jantar.

Rua cheia de bares próxima ao nosso hotel.
Rua Liang Seah St.
Jantando no restaurante Sumire Yakitori House em nossa primeira noite em Singapura.

Depois pegamos o metrô e ao sair da estação acessamos a região do Marina Bay Sands e do Gardens By the Bay por uma moderna ponte e ficamos imersos em uma área verde bem psicodélica.

O icônico prédio barco. Marina Bay Sands. Singapore

E logo de cara reconhecemos o cartão postal de Singapura. O complexo Gardens by the Bay faz parte de uma estratégia do governo para transformar o país de “cidade-jardim”.

Jardins da Baía Singapura: SuperTree Grove: o Bosque das Árvores Gigantes

Parece cenário do filme Avatar.

São 18 árvores artificiais gigantes dentro do Gardens by the Bay, tendo a mais alta 50 metros de altura (praticamente um prédio de 16 andares).

A paisagem fica linda demais! E tudo isso vimos do lado de fora, pois já estava fechado porque era tarde. Acredito que para a experiência ser completa seja interessante visitar durante o dia também.

Região do Gardens By the Bay visto do Hotel Marina Bay Sands

Se a sua visita for como a nossa, no período das festividades de fim de ano, as luzes se moverão ao som das bonitas árvores natalinas, é um Show de luzes que, habitualmente, acontece as 20 e 21hrs e tem a Duração de 15min. Não há necessidade de compra de ingressos.

Pegamos também uma exposição de arte super legal por ali, e além disso esse complexo possui um maravilhoso jardim botânico e pontes suspensas. No jardim botânico foi montado locais com micro climas e plantas originárias de todos os continentes, além de uma cachoeira (que inclusive é a maior cascata indoor do mundo).

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Singapura
Exposição chamada Future Together

O acesso ao Gardens by the Bay (jardins da baía Singapura) é gratuito, mas para subir à passarela OCBC Skyway é cobrado um ingresso à parte, pago no local.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Singapura

Lembrando que estávamos sob efeito de jetlag e já passava da meia-noite. Tarde da noite passeando por esse lindo jardim, aberto, gratuito, aproveitando a noite, e com total sensação de segurança. Foi demais!

Acesse e veja mais detalhes
https://m.gardensbythebay.com

Pontos Turísticos Singapura: Marina Bay Sands

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Singapura

Mesmo que você não se hospede nesse hotel você pode passear pelo shopping, conhecer o cassino, ou teatro, almoçar ou jantar nos restaurantes no alto do hotel.

Restaurante CÉ LA VI Singapore
Um hotel que também é shopping. Marina Bay Sands
Cassino no Marina Bay Sands
No cassino eu perdi e ganhei

Estávamos lá na época do réveillon e as festas que avançam madrugada a dentro podem ser desfrutadas por não-hóspedes. No entanto, crianças não são permitidas, então pudemos apenas almoçar por lá. Reservamos por email do Brasil.

Decoração preparada para a noite de Réveillon
Vista bonita do restaurante no alto do hotel Marina Bay Sands

Como eu disse antes, Singapura já pertenceu a Malásia e por ter surgido como um posto comercial da Companhia Britânica das Índias Orientais em 1819 recebe desde então população de vários cantos do mundo, que ajudaram a formar sua identidade populacional. Atualmente é um país multicultural tolerante com as diversas etnias e religiões.

Bairro Árabe

O bairro árabe é pequeno, e lá possui uma Mesquita super bonita chamada Mesquita do Sultão (Masjid Sultan). Essa Mesquita era de 1825, mas foi demolida e a atual é de 1925, e a entrada só é permitida para muçulmanos, como na maior parte desses templos religiosos.

As ruas principais são a Arab Street e a Jalan Sultan, além de outras pequenas que possuem uma decoração super legal.

A Haji Lane street está cheia de casas históricas coloniais, lojinhas, bares e cafés moderninhos, tudo decorado com uma bonita street art.

Por aqui almoçamos e compramos alguns souvenirs.

Nós viemos a pé até aqui, mas o metrô chega também, sendo a estação mais próxima Bugis, linha verde (East West Line) e a linha azul (Downtown Line).

Chinatown

Eu adoro passear por todas as Chinatown das cidades que eu passo e essa daqui é bem bonita. Quando fomos iria começar o Ano Novo Chinês e estava lindamente decorada.

Chinatown em Singapura
Street Art pelas ruas da Chinatown em Singapura. Detalhe para a Durian (tipo de jaca asiática) pintada na parede. Será que podemos dizer que eles tem uma relação de amor e ódio com essa fruta? Já que ela é proibida no metrô…Hahaha

Pontos turísticosem Singapura: Templo budista Buddha Tooth Relic Temple and Museum

Que visita Imperdível! Ficamos completamente maravilhados com esse templo que fica no bairro Chinatown.

Ricamente decorado, bem cuidado e a entrada é gratuita. Se não tiver com a roupa adequada eles emprestam sarongs na entrada.

Nos andares superiores há exposições variadas sobre a história do budismo. Em alguns locais dos andares superiores não pode tirar foto, e no último andar há um jardim.

Pontos turísticos em Singapura: Little India

Então chegamos no bairro Little India e vimos bonitas artes de rua.

Bonita arte de rua. Mulher Indiana fazendo Chapati. É um pão típico da culinária indo-portuguesa da Índia. Uma delícia

Achamos esse bairro com muito legal, com bastante personalidade e com forte influência da cultura Tamil (região ao sudoeste da Índia de onde vieram os primeiros imigrantes indianos). Vimos mulheres usando saris e homens usando trajes típicos indianos.

Claro, uma Índia bem soft. Ou seja, apesar de lá ter a cultura e costumes indianos, também existe organização e limpeza, típicos de Singapura. Acho que posso dizer que esse bairro é uma introdução perfeita à Índia propriamente dita. Aqui você tem contato com a gastronomia, religião, pessoas, tudo bem fiel ao “subcontinente indiano”, mas sem o caos.

Little India, Singapura

Visitamos alguns templos hindus e foi muito bacana!

Um deles é o Sri Veeramakaliamman Temple

Construído em 1881 pelos pioneiros indianos que vieram para a região de Little India viver e trabalhar, o templo é dedicado a Kali, deus do poder e consorte de Shiva.

Fomos também no Templo de Sri Mariamman, Singapura

Adorei vir aqui. Esse templo em Chinatown e foi construído por imigrantes da Indianos em 1827. Ele tem uma belíssima gopuram (torre) com esculturas coloridas como deuses e figuras da mitologia. Ele é dedicado à Deusa indiana Mariamman famosa pelo poder de curar. A entrada é gratuita, e tem que entrar descalço. Quando fomos estava tendo uma celebração.

Pontos turísticos: Templo Sri Srinivasa Perumal:

Construído em 1855 é dedicado a Vishnu e possui um gopuram (torre) de cerca de 20 metros adornado com várias das encarnações de Vishnu e um bonito pátio interno.

Foto retirada do site Wikipedia

Veja nosso incrível dia na Universal Studios em Singapura

Não se esqueça de contratar um seguro viagem para visitar os pontos turísticos em Singapura!

Faça uma cotação sem compromisso neste link que já inclui o cupom ELIZABETHWERNECK que garante o desconto de 5% na compra do seu seguro viagem!

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@elizabethwerneck

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 😉

🛏 Pesquisando por hotel? Dê uma olhadinha no Booking.com! Você não paga nada a mais pela reserva, pode alterar e cancelar quando quiser, e ainda consegue os melhores preços.