Um dos melhores jeitos de visitar um destino é experimentando sua culinária. E isso é especialmente verdade para a gastronomia peruana, que é mundialmente famosa. Então se você está planejando uma viagem ao Peru, continue lendo este post com dicas sobre o que comer no Peru e alguns pratos típicos que você não deveria deixar de experimentar na sua viagem.

Esse artigo faz parte do completo Guia do Peru que possui todas as dicas para sua viagem ao país, leia mais: Peru Turismo: Dicas de Viagem e Roteiro

Culinária peruana

Vai por mim, algumas de suas melhores lembranças de viagem ao Peru virão de sua magnífica gastronomia. Por acaso você já ouviu falar que alguns alimentos da culinária peruana são afrodisíacos? Que culinária especial, não é mesmo?

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Gastronomia Peruana na mira da UNESCO para se tornar Patrimônio Mundial:

Como prova disso, o governo peruano solicitou a inclusão da gastronomia peruana na seleta lista de “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO“.

Almoço em um restaurante no Vale Sagrado.

A deliciosa culinária peruana já foi eleita várias vezes pelo World Travel Awards (WTA), como a melhor do mundo. Foi declarada também como Patrimônio Cultural das Américas. Ou seja, muita gente vem fazer turismo no Peru exclusivamente para comer.

Antes de mais nada: organize sua visita ao Peru:

🦺 Contrate aqui o seguro viagem;

✈ Compre suas passagens de modo fácil e com os melhores preços

🏨 Reserve seu hotel em Buenos Aires aqui

História da culinária peruana:

Impossível falar desse assunto sem contar um pouco da história. Talvez assim explique o porquê dessa gastronomia ser uma das mais renomadas e famosas de todo o planeta atualmente.

Ela é muito diversa (Você sabia que existem mais de 3 mil tipos de batatas no Peru?), sendo o resultado da mistura da tradição dos povos originários locais, com a cozinha espanhola, que por sua vez, fortemente influenciada pela presença dos mouros e árabes, além dos costumes culinários trazidos pelas pessoas africanas que foram escravizadas.

Depois disso tudo, durante o século XIX muitos chefs franceses fugiram pra cá, (leia-se Napoleão botando pra quebrar lá na Europa) e radicaram-se na capital do Vice-Reino do Peru. E no final do século XIX e XX ocorreram também grandes imigrações de japoneses, italianos e chineses (que inclusive é aqui no Peru onde está a maior comunidade chinesa na América Latina).

A arte culinária peruana está em constante evolução e, somada a variedade de pratos tradicionais, é impossível estabelecer uma lista completa e fechada de seus pratos.

Leia também: Quais são os países que não precisam de visto para entrar?

Prato do Restaurante Maido, em Lima. 2 dos 10 melhores restaurantes do mundo estão no Peru. Foto retirada do site Segredos do Mundo.

Comidas Típicas do Peru e pratos principais: o que comer no Peru:

Carnes em geral:

Lomo Saltado:

O Lomo saltado é basicamente o “arroz com feijão” do Peruano. O prato leva carne de boi, tomate, cebola roxa, molho shoyu e batata frita servido com arroz. Os preços variam de 10 a 30 novos sóis (nome do dinheiro do Peru) nos mercados populares em Cusco.

Foto da Wikipedia By Chasqui (Luis Tamayo) –

Ceviche e tiraditos:

No litoral, os peixes e frutos do mar são os ingredientes básicos das receitas. O ceviche é um dos mais famosos pratos peruanos. Eu simplesmente adoro. É um prato de peixe cru marinado com suco de limão, que nasceu da fusão com a cozinha japonesa.

Já os preços do Ceviche no Peru vai desde 10 soles nos mercados populares das cidades até 20 nos restaurantes.

Leia também: 15 mercados públicos para conhecer antes de morrer

O Ceviche é uma dos pratos principais para se comer no Peru

Alpaca e Lhamas:

A alpaca tem um papel fundamental na indústria têxtil do país, além disso, o animal, que é da família do camelo, faz parte da culinária peruana, seja ensopada ou grelhada. É uma carne macia, com pouca gordura.

Rocoto Relleno:

Prato típico de Arequipa, feito à base de uma espécie de pimentão vermelho chamado rocoto. Recheia-se o pimentão com carne moída, azeitonas, ervilhas, queijo fresco e tempera-se com especiarias peruanas. Leva ao forno e sirve com batata e requeijão.

Cuy:

O que dizer sobre comer porquinho-da-índia? Bem, ele é considerado uma instituição nacional no Peru e é consumido diariamente. Se você conseguir superar psicologicamente o primeiro impacto para degustá-lo, saiba que a carne de cuy não tem colesterol. O cuy pode ser frito, ensopado ou assado no forno.

Pra gente pode parecer estranho mas no Peru é super normal essa iguaria. Apesar de ter sido chamado de “porquinho da Índia” o cuy é nativo dos Andes e é tratado aqui como se fosse a nossa galinha caipira.

Trucha peruana:

O Lago Titicaca é o principal fornecedor de truta na região Sul do país. Uma coisa interessante que aconteceu (e complicada também) é que a truta do tipo salmonada foi introduzida no lago e virou uma predadora para os peixinhos nativos do lago. Os restaurantes de Puno e das ilhas servem a Trucha na grelha ou frita.

Milhos, batatas e raízes

Os andes peruanos foram o maior centro de agricultura do mundo antigo, com espécies de plantas nativas como o milho (milho em espanhol é Choclo ou maíz), tubérculos com mais de duas mil e quinhentas variedades de batatas, Kiwichas, camotes, mandiocas, maca peruana, quinoa, frutas, etc.

O milho gigante de Cusco tem denominação de origem e é um alimento rico em nutrientes como proteínas, fósforo, potássio, magnésio e é considerado energético. Considerado ótimo para o sistema cardíaco e vascular.

o que comer e beber no Peru para aproveitar sua viagem: 1- Lomo Saltado, 2- Ceviche; 3- Arroz con Mariscos; 4- Ají de Gallina; 5- Pachamanca
Um dos ingredientes muito usado na culinária peruana é o milho, encontrado em vários tamanhos e cores. Que coisa linda!

Tempero ají

O ají (Lê-se “arrí“) é uma espécie de pimenta. No Peru existem quase 50 tipos de ají. Todos com um nível de ardor diferente, alguns só são utilizados para dar sabor ao prato enquanto outros são protagonistas excepcionais na mesa peruana.

o que comer e beber no Peru para aproveitar sua viagem: 1- Lomo Saltado, 2- Ceviche; 3- Arroz con Mariscos; 4- Ají de Gallina; 5- Pachamanca
O Chupe Peruano é uma das iguarias para se comer no Peru. Sopa cremosa de camarões com arroz, queijo fresco, ervilhas e ovo pochê e ají. Foto: Renata Gabriel

O que comer no Peru: Doces e bebidas peruanas

Mazamorra morada:

Mazamorra Morada é uma sobremesa gelatinosa, roxa, feita de um milho roxo ( chamado de maíz morado), com farinha de camote (tipo de batata), abacaxi, limão, canela e outros temperos. Lembra um pouco o doce sagu. Quando está em um mesmo prato com o arroz doce, ele é chamado Clássic.

Cacau e chocolate peruano:

Você sabia que o cacau bloqueia a absorção de colesterol, contém antioxidantes e é altamente energético e calórico? Por aqui tem diversos tipo de chocolates, com diferentes sabores e valores de cacau. Visite o Museu do Chocolate em Cuzco.
chocomuseo.com

Bebidas típicas do Peru:

Outra bebida típica muito conhecida é a Chicha, feita de milho e que pode ser com ou sem álcool.

o que comer e beber no Peru para aproveitar sua viagem: 1- Lomo Saltado, 2- Ceviche; 3- Arroz con Mariscos; 4- Ají de Gallina; 5- Pachamanca
Gente, olha a cor desse milho que mais parece um suco de uva.

Pisco Sour:

O tradicional Pisco Sour tem como base a bebida chamada pisco, que é uma água ardente destilada da uva. Para fazer o drink, acrescente suco de 3 limões, açúcar a gosto, 1 clara de ovo e 1/2 bandeja de gelo em cubos. É uma delícia

Cervejas:

Aqui eu também bebi algumas cervejas locais, como a Cusqueña, Paceña e a Arequipeña. São corriqueiras, mas gostosinhas.

Inca Kola:

Além das cervejas, o país produz, há mais de 80 anos, um refrigerante de erva-cidreira, chamado Inca Kola, de cor amarelo radioativo é muito doce.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
turismo no peru
descubra o peru
o que comer e beber no Peru para aproveitar sua viagem: 1- Lomo Saltado, 2- Ceviche; 3- Arroz con Mariscos; 4- Ají de Gallina; 5- Pachamanca

Mate de Coca:

O mate de coca faz parte da cultura dos povos originários andinos há centenas de anos e são conhecidos por seus benefícios. É utilizada também em rituais sagrados e no dia-a-dia da população como fonte de energia, digestivo e anestésico graças aos alcaloides que possui. Pode ser bebida em chá ou mascada sua folha. Tem um efeito semelhante ao do café, portanto, é um estimulante leve, não uma droga (como a cocaína).

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
turismo no peru
descubra o peru
O mate é feito com a folha da coca inteira, natural, sem processar. Portanto, não causa dependência, ao contrário da cocaína. O chá é usado nas regiões andinas da América do Sul para combater o mal da altitude (soroche) e algumas dores menores, porque se considera que tenha algum efeito anestésico local.

O que comer no Peru:

Já comeu alguma coisa no Peru que não está nessa lista? Escreva nos comentários: