Eu costumo brincar que Buenos Aires é a cidade mais europeizada da América do Sul, e as comidas típicas da Argentina não são diferentes, ou seja, o país possui muita influência europeia. Descubra nesse post o que comer na Argentina.

Esse artigo faz parte do completo Guia da Argetina que esclarece todas as dicas para sua viagem ao país, leia mais: Turismo na Argentina: Visite um dos primeiros destinos internacionais dos brasileiros

comidas típicas da Argentina
comidas típicas da Argentina: o Churrasco

Quando eu viajo para Argentina, penso logo nas comidas típicas. A gastronomia do país é uma atração a parte para os visitantes. Muito famosa pelas saborosas carnes e vinhos, essa parte tem muito mais a oferecer.

Apesar da forte influência europeia, como eu disse anteriormente, acrescenta a culinária dos povos originários, formando assim, uma saborosa mistura de culturas que faz a culinária ser exclusiva.

Antes de mais nada: organize sua visita a Argentina:

🦺 Contrate aqui o seguro viagem;

Compre suas passagens de modo fácil e com os melhores preços aqui

🏨 Reserve seu hotel em Buenos Aires aqui

História da gastronomia argentina:

O país tem fama de se comer muito bem pagando pouco, então uma refeição completa com entrada, prato principal, sobremesa e vinho sai bem mais barato que em muitas capitais brasileiras.

A gastronomia argentina, é uma completa mistura de culturas europeias como por exemplo a espanhola e a italiana, somada aos povos originários que já moravam lá antes dos europeus invadirem. 

E durante o período que os europeus estavam colonizando o território, tanto os costumes e sua gastronomia começaram a se mesclar com os costumes dos povos que já moravam lá.

Ou seja, além da gastronomia ter forte influência espanhola e italiana, tem influência dos nativos-americanos, como os povos andinos e os guaranis.

A colonização italiana teve uma enorme responsabilidade. Você sabia que a Argentina é o terceiro maior consumidor de pizza do mundo? (perde apenas para a Itália e Nova York).

Leia também: O que fazer em Bariloche, Argentina: Dicas de turismo e viagem o ano todo

comidas típicas da Argentina
comidas típicas da Argentina

Mais curiosidades da gastronomia na Argentina:

A influência italiana também foi responsável por introduzir o molho de tomate,as azeitonas, o azeite de olivas e as passas e outras frutas secas na culinária. Ou seja, sabe a treta natalina do “arroz com passas ou arroz sem passas?” Pois é, a culpa é dos italianos!  

E por último (mas não menos importante, claro) a cultura do vinho, que atualmente é um dos maiores exportadores do mundo.

Comidas Típicas da Argentina e pratos principais: o que comer na Argentina:

Parrilhada, asados, Bife de Chorizo, Milanesa e carnes em geral:

Quando você fala sobre gastronomia da Argentina o que vem a sua cabeça?

Na minha vem parrillada (diversos tipos de carne assados no carvão, praticamente o churrasco deles), batatas e bife de chorizo (não confundir com chouriço, que é um tipo de linguiça). Reza a lenda que o asado argentino é considerado o melhor do planeta, e essa fama iniciou com o magnífico bife de chrorizo. O Chorizo Argentino é um corte nobre do boi, com dois dedos de altura selado na grelha e depois assado em churrasqueira, deixando o interior rosado e suculento. Dica: a carne não costuma ser salgada durante o preparo, então corrija o sal na mesa mesmo. Ele pode vir acompanhado de Papas (batatas) bravas, fritas ou em purê, com salada ou pão.

Parrilla é um conjunto de grelhas usadas no Uruguai e na Argentina para assar carnes. É diferente das churrasqueiras usadas aqui no Brasil, nele utilizam-se apenas as brasas para preparar os alimentos.

Tem também a Milanesa con papas fritas é o nosso arroz com feijão de tão típico na Argentina.

É um bife empanado em ovo e farinha e frito. Às vezes acompanha molho de tomate e “queso”, inclusive em sanduíches! Existe também a Suprema, que é tipo uma Milanesa, só que com “pollo” (frango) no lugar do boi. Ah, peça a Suprema recheada com “jamón y queso” (presunto e queijo) que é uma delícia.

Leia também: Turismo em Bariloche, Patagônia, Argentina: entre neve, chocolates e montanhas

Argentina
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Turismo 
Viagem
Olha só a alegria da pessoa ao comer uma Milanesa. Restaurante La Fonda del Tio, em Bariloche.

O Lomo também é muito consumido, sendo uma carne macia, preparada de maneiras diferentes de acordo com cada região (ou até país). Eu particularmente aprecio muito o Lomo a lo pobre e o Lomo Saltado. É um filé de carne grelhada, servido com fritas, com molho e por cima, ovos fritos.

Empanadas:

As empanadas fazem muito sucesso, porque são bem baratas e existem uma variedade de sabores como carne, queijo, vegetariana, etc. Se o nosso pastel de feira faz sucesso no Brasil, lá na Argentina são as empanadas que possuem o posto de “comida BBB (comida boa, bonita e barata).

Leia também: Cruce Andino: A linda travessia entre o Chile e Argentina

Choripán:

O choripán é o nosso pão com linguiça com o delicioso molho chimichurri ou com o molho de tomate e maionese de acompanhamento. É aquela comida rápida e que vende em carrocinhas de cachorro quente ( e após passar pelo “raio gourmetizador” os choripán passaram a ser comercializados nos food trucks das cidades.

Sanduíches de Miga (kkk amei o nome):

Vem, miga! Vem comer o sanduíche de miga! Sanduiches de miga, também chamados de rafaelitos, é uma das comidas típicas da Argentina e também do Uruguai, onde costumam ser consumidos em festas.

A versão torrada pode ser encontrada nos bares, conhecida localmente como tostados ou carlitos na Argentina, e sanduiches calientes no Uruguai.

Leia também: Lugares mais lindos do mundo: Conheça 15 destinos naturais

O que comer na argentina? Sanduíches de Miga, claro

O que comer na Argentina: Locro, Curanto e Cordeiro Patagônico

Mais precisamente no sul do país, a Patagônia foi exposta à influência de tribos indígenas nativas, em particular, as dos mapuches, e um prato típico elaborado por eles é o ‘curanto’ (que significa ‘pedra quente’).

Seu processo de preparação é o seguinte: cava-se um buraco não muito fundo no solo, no qual as pedras incandescentes ficam dentro de uma fogueira. Cobre-se com folhas típicas da região onde são colocadas as carnes e as verduras como: carne de boi, carneiro, porco, frango, linguiças, batatas, maçãs, cenouras e abóboras recheadas com queijo e ervilhas.

Todos estes alimentos são cobertos por sua vez com folhas e pedaços de tecido úmido, para garantir a preservação do calor. Depois, a preparação é coberta com um monte de terra, virando tudo isso um forno de verdadeira pressão. Então fumaça e vapor começam a aparecer da terra, quando a comida estiver pronta.

Já o Locro, outra comida típica de povos originários da Argentina, é mais típico no norte do país, principalmente próxima a Cordilheira do Andes. O locro pode ser feito com milho, abóbora e carne. É um tipo de guisado muito saboroso e é bastante apreciado principalmente durante o período de frio. Aqui no Brasil, durante o inverno temos o hábito de fazer caldinhos e sopas durante o inverno.

O Cordeiro Patagônico é um dos pratos típicos da Argentina, especialmente em Ushuaia. São preparados ao estilo de churrasco, na manteiga ou ao molho Chimichurri

Sorrentinos:

E os sorrentinos, já ouviu falar? É uma massa bastante consumida na Argentina. Pode ser encontrada em diversos recheios e possui um formato de chapeuzinho gordo. São bem parecidos com raviólis ou capelettis.

Comi sorrentinos em Ilha Grande veja mais: O que fazer em Ilha Grande com chuva- RJ: veja aqui como chegar, onde ficar e onde comer.

Argentina
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Turismo 
Viagem
Foto retirada do site unaricareceta.com, que tem também uma receita.

Tortillas:

Quando pensamos em tortilhas, vem o México na nossa cabeça, não é? Porém a Argentina tem como uma de suas comidas típicas uma espécie de Tortilha.

A tortilha de batatas é muito consumida na Argentina e Uruguai. É tipo um omelete cujos principais ingredientes são ovos e papas (batatas), fritas em azeite de oliva. Pode-se acrescentar cebola, cebolinha, chorizo, pimentão, atum, etc.

A Centolla

Igualmente as tortillas me remetem ao México, as Centollas me lembram o Chile. No entanto, esses enormes crustáceos são popularmente degustados na patagônia, mais precisamente na região de Ushuaia. O nome científico do King Crabs é Lithodes santolla. É um crustáceo que habita os mares frios da costa do Pacífico da América do Sul.

Pizza em la parrilla (Barbecue pizza):

Como eu disse anteriormente, a Argentina é o terceiro consumidor de pizzas no planeta. E no país famoso pelas carnes e churrascos, os argentinos da província de buenos Aires criaram a “Pizza na parrilla”. Os estrangeiros chamam essa iguaria de Barbecue Pizza (pizza de churrasco).

Primeiramente, eles preparam a massa beeeem fininha e assim colocam o recheio, e “voilà“: colocam na parrilla para assar. A massa fica muito crocante e com um delicioso “sabor da brasa”. Esse gosto é incomparável a outros tipos de preparo!

O que comer na Argentina, veja os doces típicos:

Sobremesas na Argentina são chamadas de postres. O país tem doces deliciosos, confira:

O Bairro Palermo é um dos mais charmosos de toda Buenos Aires, veja aqui: Bairros charmosos: Onde se hospedar nas cidades mais famosas do mundo

Facturas Argentinas:

As facturas argentinas significam os doces folhados de padaria, que foram trazidas pela colonização europeia, e adaptadas ao gosto local. Elas são encontradas em todas as formas e tamanhos, muitas vezes recheados com doce de leite, marmelada ou creme, feitas ao estilo brioche, pão-doce ou folhadas e, claro, polvilhadas com muito, muito açúcar refinado.  São consideradas os doces mais tradicionais, uma verdadeira “comida típica da Argentina”.

Cada factura tem seu próprio nome e são excelentes para acompanhar o e ritual da Merienda (Hora do chá mate da tarde). Acredito que a factura mais famosa seja a medialuna. Nos hotéis em que eu já me hospedei no café da manhã tinha vários tipos de facturas. Além disso, podem ser encontradas nas panaderías (padarias), mercados, confeitarias e nos turísticos cafés de Buenos Aires, como o Gran Café Tortoni.

Medialunas:

As medialunas são como os croissants franceses, e tomar Café em Buenos Aires sem essa iguaria, definitivamente, não pode!

Seja de manhã, no café da tarde ou até mesmo à noite. Muitas vezes elas são recheadas de queijo, presunto, chocolate, creme ou …

Doce de leite:

…Doce de Leite! Dizem que Argentina e Uruguai disputam quem inventou o famoso doce de leite, mas nós brasileiros estamos tranquilos, porque nosso Doce de Leite Mineiro é também incrivelmente delicioso.

Argentina
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Turismo 
Viagem
Facutras e medialunas no hotel em Palermo, Buenos Aires. Veja nosso hotel em Palermo aqui

Helados: sorvetes

Os Helados daqui são também muito pedidos. Eu conheço gente que fala que o sorvete Argentino só perde para o Italiano. Qual é o seu favorito? O meu é de dulce de leche. Um dos mais famosos é o da marca Freddo.

Alfajores e os maicenitas:

Esse bolinho redondo e macio recheado com dulce de leche, coberto com chocolate ou açúcar tem gosto de Argentina. Você sabia que a iguaria tem origem árabe e chegou ao país através dos espanhóis? O mais famoso pra gente é o da marca Havana, mas os da marca Cachafaz são de comer rezando, de tão gostoso. Os alfajores bons e baratos são da marca “Capitan del espacio”.

Em qualquer “kioske” tem uma variedade de opções.

Já os Maicenitas são os alfajores caseiros de maizena e são os mais conhecidos no país. Não deixe de pedir pelas maicenitas.

Pastelitos

Pastelitos são uma massa folhada, feitos com farinha de trigo e manteiga. São fabricados em forma de pequenas trouxas, recheados com doce de batata ou de membrillo (tipo uma marmelada) e depois é frito. Os pastelitos são encontrados para comer durante todo o ano, entretanto, eles são uma tradição do país durante os feriados referentes a pátria patrióticos (nos dias 25 de maio e 09 de julho).

Humitas:

Humita também é considerada como uma das comidas típicas da América do Sul dos tempos pré-hispânicos e um alimento tradicional principalmente da região andina do Equador e Peru. Também é um tanto tradicional na Bolívia, Chile e noroeste da Argentina. A humita pode ser considerada uma pamonha salgada, pois é embalada também na própria palha de milho.

Tortas fritas criollas:

Uma receita bem argentina, com poucos ingredientes e fácil de fazer. As tortas fritas são na verdade bolos fritos caseiros, muito consumidos em dias de chuva, embora sejam degustados a qualquer hora. Ou seja, é praticamente nosso bolinhos de chuva, aqui no Brasil.  

Enfim, o bolo frito é um prato típico da culinária argentina, chilena e uruguaia. Em algumas regiões do Chile chamam de sopaipilla porque parece que gostavam de mergulhá-los em um caldo (sopa), embora na Argentina eles comem acompanhados do bom e típico chá mate.

Torta Frita. Foto da Wikipedia

Chocotorta:

É uma das sobremesas mais típicas de Argentina desde a segunda metade dos anos 80 do século passo, quando foi inventada. seu nome é uma mistura da palavra chocolina, uma conhecida marca de bolachas de chocolate, e a palavra torta. É muito fácil de preparar pois não vai ao forno. Inspirada no doce Tiramissú italiano.

A receita é basicamente assim: consiste em camadas de bolacha (ou seria biscoito) de chocolate molhadas em café passado, alternadas com camadas de doce de leite com queijo ou natas. Você pode acrescentam frutas picadas no recheio.

Argentina
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Turismo 
Viagem
Fondue de chocolate em Bariloche não é uma má ideia!

Bebidas típicas da Argentina

Vinhos argentinos:

Vamos começar falando do mundialmente conhecido e delicioso vinho Argentino. O país é o quinto maior produtor de vinhos do mundo e possui cerca de 210 mil hectares de vinhedos plantados.

Os vinhos tintos — principalmente com as uvas Malbec e Cabernet Sauvignon —, estão entre os que mais agradam.

Argentina
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Turismo 
Viagem

A uva Bonarda também é plantada na Argentina e tem rendido bons vinhos tintos.

Existem inúmeras outras uvas, como Syrah, Pinot Noir, Tempranillo, Merlot e Sauvignon Blanc além de vinhos brancos, onde predomina o uso da casta Chardonnay.

Mate argentino:

O Mate também é bastante consumido no país. A bebida de origem indígena, tem como forma de beber bem parecido com o do chimarrão no Rio Grande do Sul, aqui no Brasil.

É uma bebida que de tão adorada, tem até um dia para chamar de seu. No dia 30 de Novembro é o Dia do Mate (aqui no Brasil a gente comemora dia 24 de abril). O mate pode ser apreciado sozinho ou entre amigos, como um meio de socialização.

O Fernet:

Fernet é uma bebida alcóolica amarga feito de ervas e raízes medicinais, é usado como digestivo e tônico. Fernet foi criado em Milão, Itália. O uso do fernet popularizou-se a partir da epidemia de cólera de 1865, surgida na Europa mediterrânea, pois ele é anticolérico. Apesar de ser inventado na Itália o Fernet é visto como uma das bebidas mais típicas da Argentina, principalmente devido a enorme colonização italiana e também porque a Argentina é simplesmente o maior consumidor de Fernet do mundo.

Você sabia que no Brasil o Fernet é colocado na cachaça para fazer uma das variações do drink “rabo-de-galo”?

Já comeu alguma coisa na Argentina que não está nessa lista? Escreva nos comentários:

Você também poderá gostar de:

Blog Voyajando: Quais são os pratos típicos italianos? Veja o que comer em uma viagem pela Itália

Mariscando: O que comer na Ilha da Madeira: pratos típicos e onde provar

Experiência Barbara – Onde comer pizza em Nápoles, Itália