Muitas pessoas tem vontade de conhecer o deserto do Saara. E quando fomos ao Marrocos tivemos a oportunidade de conhecermos os Tuaregue. Já ouviram falar dos Tuaregues? Quando pensamos em povos nômades do deserto, só vem a nossa cabeça os Berberes e os beduínos. Muita gente nunca ouviu falar dos Tuaregues.

povos do deserto, conheça os tuaregues
Os Berberes são grupo étnico nômade de origem camita ou ou hamitas que habita o Norte da África desde muito tempo. Atualmente, vivem nas regiões montanhosas (Atlas e Rif em Marrocos, Cabílias e Aurès na Argélia) e claro, em parte no deserto do Saara. Ah, e Camitas ou hamitas são os povos do nordeste do continente africano, e são considerados como descendentes do personagem bíblico Cam, filho de Noé.

Quem são os Tuaregues?

Os tuaregues são um povo semi-nômade no Norte da África e possuem a origem bérbere. A grande maioria possui como religião o Islã, porém, podem seguir outras religiões.

Onde vivem os Tuaregues?

Os tuaregues vivem em sua grande maioria nos seguintes países: Marrocos, na fronteira da Argélia, Mali, Líbia, Níger, etc..

Qual é a língua dos Tuaregues?

Eles falam o francês, porém este povo tem outros idiomas: A principal língua é denominada tamasheq, além das outras, com nomes igualmente estranhos, como o tamahaq, tahaggart, tayart, tawallammat e também o tetserret.

Esses idiomas são atualmente escritas no nosso alfabeto ou em escrita árabe. Você acha que é só isso? Nada disso, eles também tem um alfabeto próprio desenvolvido para as línguas berberes chamado tifinagh.

Povos do deserto

O que significa a palavra Tuareg?

Tuaregue possui um significado misterioso. Há quem diga que deriva da língua árabe significando “abandonados”. Isso poderia ser relacionado à região que moram, em teoria uma terra bem inóspita e aparentemente hostil à ocupação humana. Afinal, o Saara é o deserto mais quente do mundo.

Você sabia que uma parte do deserto do Saara possui tribos humanas que ocupam suas regiões há muitos séculos?

Esses povos do deserto acabaram constituindo, ao longo dos séculos, uma antiga e muito utilizada rota de comércio e comunicação entre os vários pontos extremos do continente africano, a denominada e famosa rota de comércio “Trans-saariana”. Historicamente, as melhores rotas sempre foram controladas pelos tuaregues.

Outra curiosidade sobre os tuaregues é que eles receberam o apelido de “piratas do deserto”. Isso porque muitos deles, por conhecerem essas rotas como a palma de suas mãos, costumavam abordar as caravanas que atravessavam o Saara, com a intenção de roubar os produtos transportados naquela rota de comércio.

Povos do deserto

Como os tuaregues se deslocam?

Seu meio de locomoção é o camelo e possui como roupa típica o véu azul, com que cobrem toda a cabeça e rosto, menos os olhos. Esse lenço serve para se protegerem do sol, que é extremamente escaldante.

Interessante é que apesar dos tuaregues serem tipicamente nômades, construíram cidades nos países em questão, como Agadez, no norte do Níger ou então Gao, Kidal e Timbuctu no Mali. Timbuctu, aliás, foi no passado um centro importante no comércio trans-saariano e centro de pesquisa. Esse local, durante a idade média, possuiu uma universidade e muitos intelectuais.

Tuaregues: os homens de véu – povos do deserto

São popularmente conhecidos como “os homens de véu” ou também de “os homens azuis do Saara”. Isso se dá em razão do turbante azul usado pelos homens. O tecido desse pano solta uma tinta azul, pintando, a pele dos Tuaregues.

Outra curiosidade é que os Tuaregue do sexo masculino começam a usar o véu para cobrir seu rosto a partir dos 18 anos. Isso significa que já estão preparados para se casar.

Aí, o primeiro véu de cada jovem é colocado durante uma cerimônia feita por algum religioso muçulmano e são recitados versos do Corão (Alcorão).

Mulheres tuaregue – povos do deserto

As mulheres Tuaregue, ao contrário dos homens de sua tribo, não precisam usar o véu na frente de outras pessoas. Além disso, elas tem sua própria cabana quando casam.
Ah, e se quiserem se separar do esposo, é o homem tem que deixar a residência, e não a mulher.

Os casamentos Tuaregue são muito demorados, e podem chegar a mais de 6 dias, com direito a música ao vivo, animação e até corridas de dromedário e camelo.

Outra curiosidade sobre esses povos do deserto é que o casamento entre primos é muito rotineiro. Os pais ou responsáveis optam que sua prole, ao chegar a idade de casamento, se casem dentro da mesma família. Interessante é que as estatísticas apontam que a maioria se casa com parentes exclusivamente para agradar seus pais, depois simplesmente pede a separação e se casam novamente com alguém de sua preferência, e muitas vezes, fora da família.

Em se tratando de herança, ainda é uma sociedade muito machista. 2/3 de todos os bens da família são herdados exclusivamente pelo filho homem. Já as filhas ficam apenas com 1/3 dos bens da herança.

A poligamia, comum no mundo árabe, só pode acontecer entre os tuaregues que são muito ricos.

Veja todos os posts sobre o Marrocos aqui

Posts do Marrocos do blog