O cinema sempre retrata inúmeros filmes de guerra, e histórias com pano de fundo a vida no exército, marinha e aeronáutica. Mas você já teve curiosidade de saber quais são os melhores exércitos do mundo, no sentido de serem muito poderosos e mais fortes?

Leia também: Você sabe quantos países existem no mundo?

Quais são os exércitos mais poderosos do mundo? E será que existe algum país que não possui exército?

O que faz ser um dos melhores exércitos do mundo?

Primeiramente, é importante citar que a classificação para ser considerados os melhores exércitos do mundo é bastante controversa.

O mais alto em qualquer lista é sempre o Exército dos EUA. Além das armas destrutivas, os americanos têm 1,4 milhão de soldados (perdendo apenas para os chineses nesse aspecto). 

Sem dúvida, eles investem muito em seu exército, afinal são: 329 bilhões de dólares americanos por ano, 1138 dólares americanos por pessoa, incluindo investimento em escolas militares – um dos maiores gastos no âmbito mundial.

Para sermos justos, compilamos uma lista com base em informações do Instituto Internacional para Estudos Estratégicos (IISS – sigla em inglês), a organização independente de maior prestígio que monitora o estado dos militares em todo o mundo.

Dos dados estatísticos do IISS, tomamos três dados comparativos: o número de cada exército, o gasto militar total e per capita. 

No entanto, como tecnologia e armamentos também são valiosos, decidimos usar a análise de Ricardo Bonalume Neto, jornalista especializado em assuntos militares da cidade de São Paulo, para avaliar o arsenal de cada país – aqui estão seus comentários:

Além dos dez primeiros que citaremos nesse texto, Bonalume também citou dois outros países com também exércitos mais poderosos do mundo: Japão e Alemanha.

“Os japoneses têm navios, tanques e canhões que não devem nada em termos de tecnologia aos americanos. Os alemães também contam com um exército bem equipado. O destaque é o tanque Leopard 2, um dos melhores de todos os tempos.”

(P.S. Ricardo Bonalume foi colaborador da Superinteressante e faleceu em março de 2018. Este artigo é de 2011.

Quais são os 10 exércitos mais fortes do mundo?

1- Estados Unidos

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 1.281.900;
  • Gasto militar anual: 716 bilhões de dólares.”

Os Estados Unidos da América são a única superpotência militar após a desintegração da União Soviética. Eles têm a frota mais poderosa do mundo e mais de uma dezena de porta-aviões gigantes, a maioria dos quais são porta-aviões nucleares. 

O país também possui o maior arsenal nuclear e armas modernas operadas por computador e guiadas por satélites.

2- Rússia

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 1.013.128;
  • Gasto militar anual: 44 bilhões de dólares.”

O maior herdeiro da ex-União Soviética tem um enorme exército e as pesquisas militares mais avançadas, mas poucos recursos para comprar equipamentos. A missão astronômica foi reduzida: durante a Guerra Fria, a União Soviética tinha 5,3 milhões de soldados – um recorde – e produziu mais de 70.000 tanques da série T-54/T-55/T-62.

Eles não são tão bons quanto os modelos ocidentais, mas podem ser melhores quantitativamente.

3- China

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 2.183.000 soldados;
  • Gasto militar anual: 224 bilhões de dólares.”

A China é o país mais populoso do planeta possui um grande número de armas nucleares e sempre teve um grande número de forças armadas. Por outro lado, seu nível industrial não era alto e dessa forma, não conseguia equipar os militares com as armas mais avançadas. 

Interessante que essa situação mudou recentemente: os saltos econômicos e a relativa abertura política das últimas duas décadas fizeram com que a China começasse a fazer investimentos na modernização de seu arsenal. Como consequencia disso tudo, conseguiu montar um dos exércitos mais fortes do mundo.

Leia também: Suzhou e Nanjing, China: Bate-volta de Shanghai

A China possui um dos exércitos mais poderosos do mundo

4- França

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 260 400 soldados;
  • Gasto militar anual: 38 bilhões de dólares.”

Durante a Guerra Fria, para se proteger da ameaça do comunismo, os franceses usaram três métodos clássicos de lançamento de armas atômicas para estabelecer suas próprias forças nucleares: mísseis terrestres, submarinos e aeronaves. 

A indústria de defesa francesa é considerada uma das principais da Europa, produzindo tanques de alta qualidade como o Leclerc e aeronaves clássicas como a série Mirage.

5- Reino Unido

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 210 400 soldados;
  • Gasto militar anual: 35 bilhões de dólares.”

Antes da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a Grã-Bretanha era a potência naval mais poderosa do planeta. Após o conflito, a Marinha Real foi reduzida em tamanho, mas ainda é uma das principais marinhas do mundo. 

O exército britânico sempre foi pequeno, mas como sabemos que tamanho não é documento, ele é um dos exércitos mais profissionais do planeta, com tanques bem equipados, veículos blindados e equipamentos de mísseis. Com certeza o torna como um dos melhores exércitos do mundo.

6- Coréia do Norte

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 1 082 000 soldados;
  • Gasto militar anual: 4,7 bilhões de dólares.”

Este país misterioso é considerado um dos mais militarizados do planeta. Desde a década de 1940 está envolvido em disputas territoriais com a Coréia do Sul e assim, o Partido Comunista Coreano precisa ter um grande exército com um enorme número de armas convencionais. Você já assistiu a filmes sul coreanos? A maioria aborda esse tema, mesmo que discretamente. No último filme sul-coreano a família principal tinha uma espécie de Bunker em casa, para se proteger se ocorresse algum ataque da Coreia do Norte.  

Nas últimas décadas, a Coreia do Norte desenvolveu muita tecnologia para auxiliar na produção de armas nucleares.

7- Índia

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 1 298 000 soldados;
  • Gasto militar anual: 13 bilhões de dólares.”

O segundo país mais populoso do planeta vive em conflito com seus vizinhos. Hoje, o maior concorrente é o Paquistão, que tem uma disputa territorial na região da Caxemira. 

O bem treinado exército indiano é também um dos mais bem equipados dos países em desenvolvimento. Além de muitos soldados, a Índia também possui armas nucleares e mísseis produzidos para transportá-las.

Leia também: Vale a pena viajar para países onde o Real vale mais? Descubra 20 deles

Índia Turismo! Veja todas as informações para sua viagem

8- Paquistão (exércitos mais poderosos do mundo)

  • “Armas nucleares: sim;
  • Efetivo: 620 000 soldados;
  • Gasto militar anual: 2,5 bilhões de dólares.”

A maior potência militar muçulmana tem economia e população menores do que sua rival Índia, mas para criar um “equilíbrio do terror” no sul da Ásia, o Paquistão também fez investimentos em armas nucleares.

Pouco se sabe sobre as armas atômicas ou o tamanho do arsenal do país. Mas a presença de bombas em ambos os lados da fronteira obrigada tanto a Índia quanto o Paquistão a viverem em um estado tenso de coexistência, e, claro a serem os mais “pacíficos” possíveis.

9- Coréia do Sul (melhores exércitos do mundo)

  • “Armas nucleares: não;
  • Efetivo: 686 000 soldados;
  • Gasto militar anual: 12 bilhões de dólares.”

O nível econômico e tecnológico da Coreia do Sul ultrapassou em muito o de seus vizinhos do norte. Devido à crise com o Partido Comunista, embora a Coréia do Sul não tenha armas atômicas, mantém uma força armada bastante forte na fronteira. 

Esses dispositivos são de alta qualidade sendo adquiridos de americanos ou desenvolvidos localmente.

10- Israel (exércitos mais poderosos do mundo)

“Armas nucleares: sim;

Efetivo: 161 500 soldados;

Gasto militar anual: 9,4 bilhões de dólares.”

As forças armadas de Israel sempre sempre foram fundamentais em Israel, talvez por ser muito pequeno e escassamente povoado. Desde sua criação, em 1948, o país se envolve inúmeros conflitos. O conflito mais recente é o polêmico conflito entre Israel e Palestina, que deixa inúmeros mortos.

No mundo da caserna, as Forças de Defesa de Israel são chamadas de Tzahal, que é o nome da instituição em hebraico.

O exército de Israel e o Krav Magá?

O Krav Magá (em hebraico significa “combate de contato”) foi criado por um pelo israelense nos anos 40 do século passado, com a intenção de defender os judeus durante o antissemita que eles atravessavam. Foi desenvolvido para ser utilizado em situações de luta para sobreviver, enfatizando a neutralização de ataques, com posições de defesa e ataques simultâneos.

As Forças Especiais de Defesa de Israel utilizam o Krav Magá, além do FBI (Federal Bureau of Investigation) e também unidades da S.W.A.T. (Special Weapons and Tactics), nos Estados Unidos.

De fato, é um dos melhores exércitos do mundo, principalmente em relação ao treinamento. Sua força aérea tem a tecnologia mais recente e a experiência de combate levou o país a desenvolver algumas das melhores armas, como, por exemplo, o tanque Merkava.

Veja alguns posts e planeje sua viagem a Israel:

1- Quais são os países que não precisam de visto para entrar?;

2- Viagem à Terra Santa: o que você precisa saber antes de ir

3- Viagem a Israel- Jericó e Belém, Cisjordânia, Palestina. Bate e volta de Jerusalém.

4- Viagem a Jerusalém: Religiosidade e história ao mesmo tempo

5- 15 mercados públicos para conhecer antes de morrer

6- Visitando a Fortaleza de Massada em Israel

A criança revistando um soldado. Obra de Banksy no muro palestino. Cartão numa van de turismo em Israel indo à Belém. Obra do artista britânico Banksy na Cisjordânia.