O que fazer em Dubai e quantos dias ficar?

Dubai tem uma infinidade de atrações. Qualquer coisa que você pensar em fazer aqui tem. Então depende de quanto tempo você tem disponível. Acho que ficar umas 4 noites pra mim seria melhor, porque a gente teria mais tempo de se adaptar ao fuso horário, pois viajando com criança isso é fundamental. Nós passamos apenas 2 noites e foi realmente muito corrido. Mas eu super tenho em mente que vou voltar outras vezes, indo sempre pra outro lugar, e fazendo stopover por aqui, pois nesse aeroporto de Dubai tem opções de vôo para o mundo inteiro.

Então os planos para as próximas vezes em Dubai é ir à praia, viajar até a Abu Dhabi (cerca de 1 hora de carro) e subir o prédio mais alto do mundo seja qual for na época.

Iara atônita com o tamanho do maior prédio do mundo. Burj Khalifa, Dubai

Ah, quando estávamos lá todos nos recomendavam a visita ao Dubai Global Village. Um local com comidas típicas do mundo inteiro, com decoração incrível. Quem sabe da próxima vez? Atenção que essa atividade por ser ao ar livre só acontece no inverno.

Outra coisa que senti falta foi uma atração ou local para ver o skyline da cidade. Ver o Burj Khalifa ao longe, deve ser bem legal. Acredito que a Dubai Frame cumpra esse papel, então também está no meu radar para visitar da próxima vez.

Dubai Frame vista do táxi

Nossas atrações visitadas em Dubai :

Burj Khalifa

Eu não consegui ir, mas meu marido subiu o maior prédio do mundo duas outras vezes que esteve aqui em Dubai. Essa construção possui 828 metros de altura e 160 andares. Ele comprou o ingresso padrão para subir ao 125º, e pagou cerca de 150 AED.

Imponente

É uma visita obrigatória observar toda a vista de Dubai no topo do prédio mais alto do mundo. A visita é muito organizada, e além de observar a estonteante paisagem pode-se conhecer a história do empreendimento.

Comparação do Burj Khalifa com outras estruturas.

Com o aço que foi preciso para construir o Burj Khalifa, daria para construir uma estrada percorrendo 1/4 da circunferência terrestre (dos Estados Unidos ao Oriente Médio). A quantidade de energia elétrica usada no Burj Khalifa é equivalente ao gasto de 500 000 lâmpadas de 100 watts ao mesmo tempo. Além disso, o Burj Khalifa consome 1 milhão de litros de água por dia.

Visto de cima, o Burj Khalifa forma uma Hymenocallis, sagrada no Oriente. A partir do topo do edifício, é possível se avistar até mesmo países vizinhos aos Emirados Árabes Unidos, tais como o Irã e o Omã. Incrível né? É topo do mundo que chama.

De lá de cima tudo parece uma maquete. Existe a possibilidade de se comprar o ingresso VIP online que não tem fila praticamente nenhuma ( já o ingresso padrão tem muita fila), e com o VIP você consegue chegar ao 154º andar, e ficar a 587 metros de altura. Imagina você avistar a cidade de uma altura praticamente entre o Pão de Açúcar (396 m) e o Corcovado (710 m). O prédio tem 828m mas o público só pode ir até 587m.

Sombra do Burj Khalifa projetada abaixo dele

Pelas minhas pesquisas esse ingresso VIP dá direito a café, espumante e docinhos de cortesia. Falou em lanche, pra mim já vale a pena.

Ah, lembrando que dois prédios estão em construção para passar o Burj Khalifa: um na Arábia Saudita e o outro aqui em Dubai. Qual será que vai ganhar?

Dubai Fountain

Aos pés do Burj Khalifa todos os dias as belas fontes de Dubai apresentam seu espetáculo para os turistas e moradores da cidade, e é de graça. Milhares de pessoas esperam pelo espetáculo de alguns minutos que acontece ao som de música clássica. Dizem que é maior espetáculo de águas coreografadas do mundo. No dia que eu fui estava absurdamente lotado. Fiquei um pouco frustrada porque não conseguia ver direito de tão cheio. Acontece todos os dias, a cada 30 minutos, à partir das 18 horas.

Por ali existe vária opções de restaurantes, e nós optamos por comer uma pizza no restaurante California Pizza Kitchen, que tinha mesas disponíveis. Mas dali também não dava pra ver direito.

Existe a possibilidade de ver esse o show de em um passeio de barco, bem mais próximo, acho que deve ser muito legal.

Dubai Mall

Demos uma voltinha nesse shopping que estava absurdamente lotado (viajar em alta temporada é assim, rsrs). Além dos shows das fontes ser por ali, e também o Burj Khalifa, tem um aquário gigante.

Esse shopping tem lojas de grifes caras, mas também outras lojas mais baratas. Eu realmente não estava para compras, mas pelas minhas pesquisas fiquei sabendo que o segundo andar é só de lojas infantis. Quem sabe da próxima vez?

Dubai Mall e a decoração de Natal

Miracle Garden

Quem me conhece sabe que sou a “louca das flores”, e já tive a oportunidade de visitar o maior parque de flores do mundo! E se eu adoro ver florzinhas pelas cidades que eu passo, imagina um parque inteiro dedicado a elas no meio do deserto? Não podia perder.

É maravilhoso, com esculturas lindas!

O parque também estava cheio, mas não estava desagradável e fazia muito calor. Fomos na parte da manhã e achamos tudo muito organizado. Fica a cerca de 20 km de onde a gente estava hospedado (Dubai Marina), e pegamos um uber na ida e um táxi na volta. Ficamos lá por cerca de 3 horas, e durante esse período vimos túneis do amor, um avião em tamanho real da Emirates completamente lotado de florzinhas, além de castelos de conto de fadas, personagens da Disney e bailarinas. No local tem opção para refeições e refrescos. Eu amei a visita. E recomendo.

Passeio no Deserto de Dubai

Nós já tivemos a oportunidade de fazer um outro passeio no deserto do Saara no Marrocos e foi muito emocionante, e meu marido da outra vez que veio a Dubai fez o passeio no deserto daqui e não achou nada demais. Ele disse que o deserto estava tão lotado de pessoas, que de deserto não tinha nada.

Passeio no deserto em Dubai do Fernando, na vez anterior

Além disso, ele também já tinha vivido uma experiência maravilhosa no deserto do Saara no Egito. Então ficamos com um pouco de receio de cair em passeio pega turista. Mas aí conheci essa opção de passeio diferenciada e te asseguro que foi a melhor escolha. Foi incrível e inesquecível. Superou completamente minha expectativa.

Passeio no deserto da empresa Platinum Heritage

Como estávamos em 4 adultos e uma criança em cadeirinha especial nossa única opção foi fazer um passeio privativo. O carro compartilhado fica mais barato e esse passeio ocorre apenas de outubro a maio, período considerado alta temporada, porque fora disso o calor fica impraticável para se viver fora do ar condicionado por aqui.

Um carro nos buscou no hotel e fomos conversando sobre Dubai com nosso guia da Platinum Heritage, James, um brasileiro super gente boa. É quase uma hora até a reserva. Ele foi nos explicando características sobre os Emirados Árabes Unidos, explicou um pouco como seria nosso dia e chegando lá nos deu vários brindes. Lenços próprios do povo do deserto que colocamos na cabeça além de bolsas e uma squeeze linda! Aí a aventura começou! Entramos em uma belíssima Land Rover vintage, de 1950 (com cadeirinha de Neném!).

Que beleza esse carro! Land Rover Vintage

Fomos bem no pôr do sol e a claridade não estava incomodando mais, mas o guia disse que por causa da Iara, se a gente quisesse podia ir no outro carro fechado, mas não foi preciso.

Imensidão no deserto dos Emirados Árabes Unidos

O passeio pelas dunas do deserto foi “sem emoção”, (quem já andou de carro pelas Dunas de Natal RN, Brasil, sabe o que essa expressão significa, rs), ou seja, por aqui foi tudo muito tranquilo, sem sacudir nada.

Esse passeio foi lindo, para curtir o visual do deserto, e pelo caminho vimos as areias douradas, um belo pôr do sol com animais típicos (oryx- um antílope da região) numa reserva natural particular. Uma extensa área de conservação, onde não se pode dirigir fora da parte autorizada, e há um sério trabalho de manutenção da natureza local. O nosso guia explicou que em regiões desérticas a maior parte da vida selvagem está em solo, então se você dirige de qualquer maneira, toda a fauna local pode sofrer danos irreversíveis.

Iara, vovó e os bichinhos

Até existem camelos disponíveis para passeio, e eu dei uma voltinha, mas aqui só pode andar por no máximo 5 minutinhos. Iara adorou ver sua mamãe em cima de um bicho tão grande. A gente até perguntou pra ela se queria ir comigo mas ela não topou. Inclusive, até hoje se lembra disso. Hahaha. Aliás, a Iara se divertiu demais vendo esses bichos de verdade.

Eu em cima do camelo

Depois sentamos para ver uma apresentação de Falcoaria (aves de rapina), e o profissional disse que essa ave é tão importante na vida dos beduínos do passado que atualmente é símbolo do país.

O Brasão de armas dos Emirados Árabes Unidos é um Falcão dourado

E mais uma vez a Iara foi ao delírio vendo aquele pássaro enorme voando de modo selvagem pertinho dela. Eu não sei se babo mesmo ou se realmente minha filha com 1 ano e 8 meses é super destemida, porque ela não teve medo.

Inesquecível apresentação

Aí fomos jantar e a comida estava deliciosa com pratos típicos da região. Simplesmente o melhor quibe que já comi até hoje. E olha que no Brasil tem boas comidas árabes. Como o jantar foi feito para poucas pessoas a qualidade da comida costuma ser muito melhor. Chamo a atenção para o pão árabe que vimos fazer e nos foi servido quentinho.

Nosso guia também disse que em outros passeios no deserto tem a dança do ventre como atração, no entanto ela é originária da Turquia, já a apresentação que teve aqui foi uma dança folclórica com facas, bem típica dos antigos povos que habitavam os desertos da região.

Apresentação folclórica

Além disso, teve também tatuagens de henna para quem quisesse fazer e shisha opcional (narguilê). Depois uma minivan nos levou de volta até o hotel, onde nosso passeio terminou.

Bagunça no jantar no deserto de Dubai

Foi realmente ótimo.

Clique aqui para contratar os passeios da Platinum Heritage em Dubai.

NÃO SE ESQUEÇA DE CONTRATAR O SEGURO VIAGEM!

Faça uma cotação sem compromisso neste link que já inclui o cupom ELIZABETHWERNECK que garante o desconto de 5% na compra do seu seguro viagem!

Acompanhe minhas viagens em tempo real pelo Instagram >>@elizabethwerneck

Se você gosta das dicas do blog, ajude na sua manutenção, reservando seus hotéis e pousadas pelos links daqui. Isso não aumenta em nada o valor da sua reserva e gera um pequeno percentual revertido para o blog 😉

🛏 Pesquisando por hotel? Dê uma olhadinha no Booking.com! Você não paga nada a mais pela reserva, pode alterar e cancelar quando quiser, e ainda consegue os melhores preços.

Uncategorized

2 comentários Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Travel Around the World

Vem descobrir o Mundo connosco...

CONTO EM DETALHES

Crônicas, histórias, poesias e percepções.

Elizabeth Werneck

Um blog para falar sobre viagens e outros assuntos

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: