Muitas pessoas adoram tirar férias para conhecer novos lugares, alugar um carro e sair dirigindo no exterior. Eu amo dirigir e além disso acho super chique dirigir no exterior. Veja nesse texto tudo para acabar com esse medo e finalmente alugar seu carro e tirar sua licença/autorização para dirigir no exterior. Continue lendo que você também vai saber tudo sobre como tirar a sua habilitação.

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Para dirigir no exterior, é necessário que você possua um documento chamado PID, abreviatura para Permissão Internacional para Dirigir.

Booking.com

Leia também: Roteiro de carro pelos campos da Toscana: visitando Montepulciano e Montalcino

Quer autorização para dirigir no exterior? Veja como fazer para tirar a sua habilitação e aproveitá-la em outros países
Eu dirigindo no exterior. Nossa viagem a Bariloche foi excelente. E foi fundamental ter alugado um carro para conhecermos lugares no nosso tempo.

CNH: como tirar?

É impossível conseguir a PID sem ter a CNH, desse modo, vem ler aqui como tirar a CNH Brasileira.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), é um documento obrigatório para todo mundo que quer dirigir um automóvel no Brasil.

Dessa forma, para consegui-la, a pessoa tem que ser alfabetizado e ter mais de 18 anos, além de se submeter a um processo sério, que possui as seguintes fases:

  1. Precisa se matricular em uma autoescola de seu interesse. A autoescola pode ser chamada de CFC (Centro de Formação de Condutores) e é uma empresa intermediária entre o candidato a carteira de motorista e o DETRAN;
  2. Pagamento das taxas do DETRAN do Estado de origem: esse pagamento é importante pois tem a intenção de autorizar os exames médicos e o processo inicial;
  3. Realização de exames: alguns exames se fazem necessários, como por exemplo exames psicotécnico e oftalmológico. Tudo isso é importante para aferir a aptidão da pessoa para dirigir pelas ruas;
  4. Assistir aulas teóricas na autoescola/ CFC: Esse cursinho teórico da autoescola é fundamental. Você precisa assistir 45 horas/aula. Algumas matérias ministradas tem como assunto: placas e legislação de trânsito, manutenção de automóveis, primeiros socorros, etc.. Se você quer ou precisa treinar para passar nessa prova técnica, não deixe de praticar o site simulado detran. Esse site disponibiliza 30 questões em um prazo de tempo de 40 minutos, bem como dicas para sua aprovação. Não é garantia que as mesmas perguntas caiam na prova, porém pode haver sim, grandes similaridades. As questões envolvem basicamente conhecimento sobre placas de trânsito e mecânica básica e são todas de assinalar, assim como na prova oficial. Treinar pelo simulado Detran, é a forma mais adequada de garantir que você será aprovado e conseguirá sua CNH e após ter esse documento você consegue a permissão para dirigir no exterior.
  5. Agendamento de sua prova teórica: essa prova teórica, é um divisor de águas no seu caminho para obtenção da CNH. Essa prova teórica vai selar toda sua aprendizagem que ocorreu no curso teórico.
  6. Início das aulas práticas : se você for aprovado nessa prova teórica você vai para as aulas práticas. Aí o candidato vai finalmente aprender a dirigir/ pilotar. Se você já sabe dirigir você pode aprimorar essa habilidade e acabar com seus “vícios na direção”. Lembre-se sempre que é justamente nessas aulas práticas que os instrutores estarão lá para te ensinar tudo em relação como dirigir e todas as manobras essenciais;
  7. Realização de prova prática: agora é que são elas. Essa prova é a mais temida. Eu por exemplo fiz essa prova 5 vezes e não desisti e passei na última vez. Mas se você passar, pronto! Você está apto para ter a tão desejada CNH. O examinador do DETRAN vai testar seus conhecimentos sobre fazer vaga, passar marchas, etc. Quando você passar nessa prova você estará apto a pilotar uma motoca ou dirigir um automóvel.

O que é e como conseguir a PID (Permissão Internacional para Dirigir)?

A PID (Permissão Internacional para Dirigir) é um documento impresso e padronizado, não é propriamente no formato de uma carteirinha, como no caso da CNH, embora popularmente há quem fale “carteira internacional”. A PID (Permissão Internacional para Dirigir) também não existe em formato digital, diferente da CNH.

No Brasil, apenas os departamentos do DETRAN de cada Estado e a ACBr (Automóvel Clube Brasileiro) emitem esse documento.

Neste artigo, você será orientado a como conseguir a sua “carteirinha internacional” e finalmente sair dirigindo no estrangeiro.

PID (Permissão Internacional para Dirigir): documento ou carteira?

Apesar de também ser conhecida como “Carteira Internacional”, ela vem em formato de documento, sendo basicamente uma licença que você autoriza você a dirigir no exterior.

Na PID (Permissão Internacional para Dirigir) vem as mesmas informações que vêm na CNH, só que traduzida para nove idiomas. São eles: inglês, espanhol, português, chines, francês, alemão, árabe, russo e japonês.

A PID (Permissão Internacional para Dirigir) permite que seu portador possua em mais 100 países, estes signatários da Convenção sobre Trânsito Viário, organizada em Viena, em 1968.

Olha só os documentos super importantes para você dirigir no exterior. Não esqueça deles e guarde-os na pochete, que vai ficar na sua barriga, por dentro da calça.

Autorização para dirigir no exterior

Importância de possuir uma PID (Permissão Internacional para Dirigir):

A PID (Permissão Internacional para Dirigir) é de fundamental importância a partir do momento que você passa a dirigir no exterior. Isso porque ela deve ser obrigatoriamente mostrada ao fiscal de trânsito, quando lhe for solicitado.

Além disso, a PID (Permissão Internacional para Dirigir) lhe ajudará a comprar, alugar ou a contratar algum seguro viagem para um carro no exterior. A PID também é essencial em casos de acidentes ou infrações.

Não possuir a Permissão Internacional para Dirigir ao dirigir no exterior pode lhe causar sérios problemas, inclusive no âmbito jurídico.

Autorização para dirigir no exterior

Vantagens de possuir a PID (Permissão Internacional para Dirigir)

Além de ser uma lei, portar sua PID e sua CNH, em território estrangeiro, ter a sua “carteirinha” te oferece mais vantagens do que você imagina. Como:

  1. Facilitação na locação ou compra de automóvel no país estrangeiro.
  2. Ajuda com a legislação local, pois é traduzida.
  3. Em caso de acidentes, possuir a PID pode ser um amparo.
  4. Impede que imprevistos te atrapalhem.

O grande mito dos 180 dias

Talvez você já tenha ouvido falar que a PID (Permissão Internacional para Dirigir) só é necessária após 180 dias no país estrangeiro, isso é mentira!

Segundo a orientação dos órgãos de trânsito, o motorista brasileiro deve portar a PID (Permissão Internacional para Dirigir), juntamente com a CNH, no momento em que for dirigir no exterior, desde o primeiro dia.

Autorização para dirigir no exterior

Passo a passo para a solicitação da Permissão Internacional para Dirigir.

O processo para conseguir sua PID é feito de forma digital, com praticidade e segurança. E é composto por apenas 3 etapas:

  1. Preenchimento do formulário no Detran do Estado que você tirou a sua carteira de motorista. Por exemplo, eu tirei a minha PID no DETRAN de Minas Gerais, então foi esse site aqui: Detran MG
  2. Escolha da forma de entrega.
  3. Pagamento.

A primeira etapa se refere ao preenchimento dos seus dados, documentos e endereço de entrega.

A segunda etapa diz respeito à escolha entre as duas formas de entrega, que pode ser através do Sedex ou da Carta AR. Geralmente, seu documento é despachado para os correios em até 3 dias úteis.

Por último, você escolhe se deseja pagar via boleto ou por cartão de crédito.

Importância do DETRAN

Como dito anteriormente, o DETRAN é normalmente quem fornece a sua habilitação para dirigir no exterior.

Interessante destacar que no Detran MG, para conseguir a PID eu não precisei realizar prova teórica que atestasse minha capacidade, para dirigir no exterior, diferente da CNH, que precisei fazer prova. A PID definitivamente foi paguei, consegui!

Autorização para dirigir no exterior

Dicas para conseguir a CNH e PID

Então depois de todas essas etapas, ao finalizar todo o processo, o indivíduo recebe a chamada permissão para dirigir. Aí após um ano da emissão dessa primeira habilitação, o novo motorista recebe finalmente a CNH definitiva.

Autorização para dirigir no exterior – Considerações finais

O objetivo deste artigo é esclarecer qualquer dúvida que você tenha em relação à PID, à maneira como você pode solicitá-la, à sua importância e como você deve se preparar para a prova do órgão (DETRAN) que a emite. Foi importante dizer que para você conseguir sua PID você precisa ter tirado a CNH.

A carteira de motorista (que muitos chamam de carta) é importante até para arrumar emprego, como por exemplo no ramo de transporte de veículo e cargas.