Moscou é uma das capitais mais encantadoras do mundo, e não foi à toa que foi escolhida como sede da Copa do Mundo em 2018. A boa notícia é que ao visitar a capital da Rússia, você não vai precisar se deslocar tanto para chegar de um ponto ao outro, já que a maioria dos pontos turísticos fica bem próximo um dos outros.

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Vale a pena viajar para países onde o Real vale mais que a moeda local? Descubra 22 deles em 2022

Booking.com
O que fazer em Moscou

Embora o país esteja muito próximo aos seus vizinhos europeus, a cultura russa é completamente diferente do que você espera encontrar nos outros países da Europa. Tanto Moscou quanto outras cidades misturam elementos exóticos e singulares em todas as construções. Além disso, por mais que Moscou seja uma cidade muito grande, você vai se surpreender em como o sistema de transporte público funciona muito bem. Tanto é que você pode chegar em qualquer ponto da cidade utilizando um ônibus ou metrô. Aliás não somente em qualquer canto da cidade, mas também é possível chegar a qualquer outra cidade da Rússia utilizando o transporte público, que por sinal, é extremamente pontual.

 O que chama atenção também na Rússia são as estações de metrô, que foram projetadas para parecerem Palácios. Confira a seguir alguns pontos turísticos que você não pode perder ao viajar para a Rússia! 

1- Conhecendo a Praça Vermelha

 Um dos pontos turísticos imperdíveis que você deve conhecer em Moscou é a Praça Vermelha, que inclusive, é um dos pontos mais visitados em Moscou. Ela fica localizada bem no centro da cidade e está bem próxima de vários outros pontos turísticos que devem estar no seu roteiro.

A propósito, a Praça Vermelha não é somente famosa para os estrangeiros, como também para os russos. Era lá onde aconteciam os suntuosos desfiles dos militares durante a época da União Soviética. Além disso, bem próximo à Praça Vermelha, ficam a Catedral de São Basílio, o Museu Histórico do Estado e o Mausoléu de Lênin.

Na Praça Vermelha não é muito fácil ter uma noção real do seu tamanho, pois ela é muito grande. Mas para você não se perder ao chegar lá, além de utilizar um mapa ou um guia turístico, utilize como base o sentido Norte, tendo como referência a Catedral de São Basílio, e para o Sul, o Museu Histórico do Estado. 

2- Passeando pelo Kremlin

Não há dúvidas de que o Kremlin é um dos pontos turísticos mais conhecidos no mundo inteiro, e se você pretende viajar para Moscou, não pode deixar de conhecer. Hoje, o Kremlin virou a nova sede do governo de Moscou. Existem muros muito altos que cercam toda a fortaleza, que antigamente servia para proteger os governantes. 

As primeiras paredes foram levantadas em 1156, e alguns séculos depois, foi a residência de muitos czares que governaram a Rússia. Foi somente depois de muitos anos que outras construções começaram a ser erguidas no interior da fortaleza, como alguns palácios e catedrais. O mais incrível é que as muralhas do Kremlin têm uma extensão superior a 2 km. Dentro do Palácio, você poderá conhecer as catedrais, o Campanário de Ivan, o Grande, e outras atrações. Inclusive, dentro do Campanário, você poderá tirar fotos de um sino gigante que pesa mais de 222 toneladas.

3- Por dentro do Mausoléu de Lênin, em Moscou

Ao sair do Kremlin, você também deverá conhecer o mausoléu de Lênin, um dos pontos turísticos mais famosos de Moscou. Ele foi construído unicamente para servir de cripta para o corpo de Lênin. Na verdade, seu nome era Vladimir Ilyich Ulyanov, e foi uma das figuras públicas mais importantes que governaram na Rússia. Ele ficou famoso por ser líder de muitas revoluções que libertaram o povo de um governo ditatorial imposto na época.

Ao entrar no mausoléu e você não poderá chegar fotos, filmar nem mesmo comer uma aperitivo, e no centro do mausoléu, é possível ver o corpo de Lênin embalsamado e conservado durante todos esses anos. Ele morreu em 1924 e o corpo permanece na mesma posição. É interessante conhecer o mausoléu se você gosta de história, pois não há muito que fazer lá, a não ser ver de perto o corpo de Lênin. De qualquer modo, o edifício é muito bonito e vale a pena a visita.

Leia também: O que é Stopover? Ganhe um destino a mais na viagem

4- Faça passeios de barco por Moscou

Você também pode passear pela capital russa de barco. Não há um turista que visite Moscou e não faça um passeio pelo Rio Moscou, uma das atrações turísticas mais interessantes da cidade. Ao entrar em um barco, você poderá conhecer a capital de vários ângulos e apreciar a paisagem. Existem diferentes rotas que os barcos seguem, então você pode perguntar para um guia ou então conferir no seu mapa qual o trajeto que será feito, assim você poderá planejar conhecer outras regiões da capital.

Não é um passeio caro, e custa em média apenas R$ 30 por pessoa. Se você gosta de passear de barco, saiba que também existem algumas embarcações luxuosas que servem até mesmo alguns jantares para casais.

E aí, ficou animado para conhecer Moscou? Saiba que para entrar na Rússia é fundamental portar o seu visto. É só ver sobre os vistos para saber como tirar o seu! 

Leia também: LISTA DE 100 COISAS PARA FAZER E LUGARES PARA CONHECER ANTES DE MORRER

Festive day of November in the Moscow Kremlin in the early autumn morning