Fundada há mais de 1000 anos, Oslo recebeu o status de capital apenas em 1905 com o restabelecimento do reino norueguês. Três quartos de seu território é um verdadeiro “campo”: florestas, lagos, ilhas – até o centro geográfico está localizado em uma enorme floresta. Oslo é a única capital do mundo onde você pode esquiar no inverno, nadar no mar e relaxar na praia no verão. Descura aqui o que fazer e onde ficar em Oslo, Capital da Noruega.

O que fazer em Oslo e onde ficar

Ao mesmo tempo, possui dezenas de galerias de arte, cerca de 50 museus e uma vida cultural extraordinariamente rica. Todos que vierem aqui encontrarão sua própria Oslo. Ela é a capital de um reino com um rei e uma rainha amados, uma cidade de arte moderna, onde os projetos arquitetônicos mais ousados ​​estão sendo implementados, como o edifício futurista da Opera House, que parece uma nave alienígena que desembarcou nas margens do fiorde de Oslo.

Como chegar a Oslo do Brasil

Como em qualquer capital europeia, dezenas de rotas levam a Oslo. Existe uma companhia aérea na Noruega chamada Norwegian. Já as companhias aéreas que fazem voos saindo do Brasil (São Paulo) e Lisboa a Oslo são KLM, da Holanda; Airfrance, da França; Swiss, da Suíça; Lufthansa, da Alemanha; Latam Airlines e Norwegian. Nós viemos de Ryanair, diretamente de Londres, num voo de cerca de 17 euros.

Aqueles que preferem viajar de trem podem viajar para Helsinque, de lá de balsa para Estocolmo e depois novamente de trem para Oslo.

As balsas de Copenhague e Kiel permitirão que você chegue à capital norueguesa pelo portão da frente – o fiorde de Oslo. E por fim, um carro, uma viagem em que por vários países europeus se assemelha a uma emocionante aventura.

Transporte- como se deslocar por Oslo

As rotas de metrô, ônibus, bonde e balsa cobrem toda a cidade e permitem que você chegue rapidamente a qualquer ponto dela. Um único bilhete é válido em todos os lugares, que é vendido em máquinas de venda automática, lojas da rede 11/07, especializadas e bancas de jornais. Um passe único de 1 hora custa 35 NOK (quando comprado do motorista 55 NOK ), por um dia – 105 NOK , por uma semana – 249 NOK . O preço dos bilhetes para crianças (4-15 anos) e pensionistas (mais de 67 anos) é 2 vezes inferior.

A multa para viagens sem bilhete é de 750-900 NOK .

Os ônibus turísticos de dois andares City Sightseeing Oslo circulam de abril a setembro das 9h30 às 17h em uma rota circular e fazem 18 paradas nos lugares mais interessantes da capital norueguesa. O intervalo de trânsito é de 30 minutos, os bilhetes adulto/criança custam 300/150 NOK e são válidos por 24 horas.

Um análogo de um passeio de ônibus é um mini-cruzeiro de verão City Cruise em um barco ( fora do local em inglês) usando o sistema Hop-on-Hop-off com 5 paradas. Partida do aterro na Ópera, 5 voos por dia das 9h45 às 15h45, bilhetes para 24 horas adulto / criança custam 225/120 NOK respectivamente.

Os táxis podem ser encontrados em estacionamentos especiais, parados na rua com um aceno de mão ou chamados por telefone. Desembarque – 45 NOK , depois 14,50 NOK por 1 km, a viagem mínima custará 119 NOK . À noite (após as 17h00) e à noite (após as 22h00), aos fins-de-semana e feriados, as tarifas aumentam em 20, 40 e até 60%.

Para a sua comodidade, contate Transfers em Oslo. Quanto tempo demora do hotel (no centro de Oslo) até o aeroporto?

R – O tempo de trajeto entre o Aeroporto de Oslo e o centro da cidade varia entre 40 e 55 minutos. Recomendamos solicitar a retirada do transfer com pelo menos 2 horas e meia de antecedência.

Transfers em Oslo

O que fazer em Oslo

1- Contrate aqui o Free tour completamente gratuito por Oslo;

2- Contrate aqui Passeio de barco pelo fiorde de Oslo;

3- Contrate aqui o Ônibus turístico de Oslo;

4- Contrate aqui o Tour de patinete elétrico por Oslo (febre na Europa)

O que fazer em Oslo: Bicicletas para alugar

Os pontos de aluguel da rede de bicicletas Oslo Bysykkel ( fora do local em inglês) estão abertos das 6:00 às 0:00 de março a novembro. O custo de um cartão turístico para uso da rede é de 100 NOK , o período de validade é de 24 horas, o depósito é de 3400 NOK (bloqueado em um cartão bancário); Pode comprá-lo no Gabinete de Informação junto à Câmara Municipal. A circulação é permitida apenas dentro da cidade.

A empresa Viking Biking ( off.site em inglês) não impõe restrições à geografia das viagens. Fornece bicicletas urbanas por 200/400 NOK por 24/48 horas e 125 NOK por cada dia seguinte. O aluguel de uma bicicleta esportiva custa NOK 275/550 e NOK 175 , respectivamente .

Contrate aqui o Tour de bicicleta por Oslo

Hotéis OsloOnde ficar

Em Oslo, há hotéis de todas as categorias – desde confortáveis “hotéis cinco estrelas” até modestos apart-hotéis. Se você tem dúvidas de onde ficar veja essa relação de hospedagens. Uma parte significativa deles pertence às cadeias escandinavas como:

  1. Radisson,
  2. Scandic,
  3. Thon,
  4. Clarion Collection, etc. .

Muitos hotéis da capital norueguesa não têm classificação “estrela”, correspondem a 3-4 * em termos de nível de serviço.

A principal coisa que une todos os hotéis de Oslo são os preços altos para acomodação.

Hotéis 5 estrelas com piscinas, centros de spa e outras alegrias da vida estão em demanda entre empresários de sucesso e pessoas de alto escalão. O preço de prestígio e conforto é 1600-4000 NOK para um quarto duplo. O custo de um quarto em hotéis de 4 * é 1000-1700 NOK . Nos hotéis de 3 * mais populares – 800-1400 NOK .

Onde ficar em Oslo: Melhores Hotéis românticos:

Se você quer passar sua lua de mel na Noruega, em Oslo e não sabe onde ficar, veja essa seleção para sua lua de mel ser apaixonante. Saiba que todos hotéis dessa lista estão em uma localização ótima, que é poucos passos da estação de trem ou da avenida principal.

1- Hotel Amerikalinjen: Onde ficar em Oslo com charme

2- Thon Hotel Rosenkrantz Oslo; Onde ficar em Oslo em viagem romântica

3- Hotel Continental; Onde ficar em Oslo com elegância. É super bem localizado e está pertinho de tudo.

4- Hotel Christiania Teater Onde ficar em Oslo para quem gosta de hotéis históricos.

Onde ficar em Oslo. Hotel para lua de mel
Onde ficar em Oslo: Veja o preço e reserve o Hotel Amerikalinjen

Onde ficar em Oslo: Nossa escolha: Radisson Blu Plaza Hotel, Oslo

O Hotel Radisson Blu Plaza Oslo é uma excelente opção para turistas que visitam Oslo. O hotel oferece um ambiente familiar e muitas comodidades que tornaram nossa estadia super especial.

Para os turistas como a gente que tem vasto interesse em conhecer os pontos turísticos famosos em Oslo, o hotel Radisson Blu Plaza Oslo fica a uma pequena distância de lugares ocais como Karl Johans gate (0,9 km) e Oslo’s Harbour Promenade (1,2 km).

Nós vimos nos quartos muitas comodidades, como TV de tela plana, ar-condicionado e frigobar, e também podem ter acesso a internet com o wi-fi gratuito que está disponível na sua hospedagem em Oslo.

Além de tudo isso, o Radisson Oslo tem recepção 24 horas, e conta com um ótimo concierge e serviço de quarto, tudo isso tornou a nossa estadia ainda mais agradável.

Se você não sabe onde ficar em Oslo em hotel com piscina, sua procura acabou. A hospedagem conta ainda com piscina e um delicioso e farto café da manhã.

Se você pretende alugar um carro na Noruega e ir de carro ao Oslo Radisson, há estacionamento no local. Reserve seu carro por aqui: Aluguel de Carro em Oslo

Agora contando um segredinho: nossa escolha principal pelo Radisson Blu foi pela localização. Ele é muuuito perto da Estação de trem. E como íamos pegar um voo muito cedo, teríamos que pegar o trem para o aeroporto muito cedo, então achamos bem confortável se hospedar ali.

Para você ter ideia fomos para a estação de trem caminhando, carregando as malas, de modo super prático.

Se você tem um voo cedo, e não quer ficar andando pela cidade carregando mala recomendo o Radisson Blu Plaza Hotel, Oslo.

Onde ficar em Oslo: Reserve aqui com cancelamento grátis: Radisson Blu Plaza Hotel, Oslo

O hotel é uma torre enorme, com a vista da cidade linda! Essa é a vista do pôr do sol. Onde ficar em Oslo com localização perto da estação de trem?  Radisson Blu Plaza Hotel, Oslo.
O hotel é uma torre enorme, com a vista da cidade linda! Essa é a vista do pôr do sol. Onde ficar em Oslo com localização perto da estação de trem? Radisson Blu Plaza Hotel, Oslo.

Onde ficar em Oslo: Hostels

Os hostels são a escolha de quem está acostumado a contar dinheiro. Um quarto duplo com banheiro custa 660-720 NOK . Você pode obter uma grande empresa em um quarto de 8 camas – 1840-2080 NOK para todos, ou ficar com uma cama em um dormitório por 230-260 NOK . Você terá que pagar separadamente pela roupa de cama e toalhas em albergues – 45-70 NOK por pessoa. Outra opção econômica são os apartamentos com cozinha compacta para quem prefere cozinhar suas próprias refeições. Preço a partir de 650 NOK .

Onde ficar em Oslo: Veja os melhores Hostels

1- Anker Hostel;

2- Oslo Hostel Rønningen

O que fazer em Oslo:

Alugar um carro para rodar pela Noruega

No aeroporto de Gardermoen e na própria cidade estão representados todos os líderes mundiais de aluguer de automóveis – Avis, Hertz, Sixt, Europcar e outros. O custo de alugar um carro de classe econômica, por exemplo, um Toyota Yaris com transmissão manual e ar condicionado, começa em 900 NOK por dia ou em 3000 NOK por semana.

Praticamente não há engarrafamentos em Oslo, mas as lombadas são muito comuns. O preço da gasolina nos postos de gasolina da cidade é de cerca de 16 NOK / l, diesel – 14,50 NOK / l. O estacionamento na rua no centro é pago nos dias úteis das 9:00 às 18:00 e no sábado das 9:00 às 15:00 – 30-40 NOK por hora. Dependendo da cor da marcação – amarelo / cinza / marrom – o carro não pode ficar no estacionamento por 1/2/3 horas. Multa por violação das regras de estacionamento – 500-750 NOK .

Para estacionamento de longo prazo, é mais conveniente usar estacionamentos subterrâneos e de garagem – 40-60 NOK por hora ou 180-360 NOK por dia.

Aqueles que entram em Oslo com pneus cravejados (pneus de inverno são obrigatórios na Noruega de 1º de novembro a 15 de abril) devem pagar uma taxa especial de NOK 35 por 24 horas ou NOK 450 por mês. Para pagar a taxa, é utilizado um adesivo especial (vendido em postos de gasolina), que é colado no para-brisa. Uma alternativa a um adesivo é uma multa de 750 NOK .

Aluguel de Carro em Oslo

Seguro viagem para viajar para Oslo, na Noruega

Você sabia que é importante o seguro viagem para visitar a Noruega? Ative o cupom e contrate com o melhor preço  Viaje com segurança com a SegurosPromo

Comunicação e Wi-Fi

Para não falir nos serviços de comunicação, é útil adquirir um cartão SIM de uma das operadoras móveis norueguesas – Telenor, NetCom ou Lebara Mobile. Os cartões SIM são vendidos nos escritórios das operadoras, bancas de jornais, minimercados 7/11 e postos de gasolina.

Uma boa opção é um cartão SIM MyCall da Lebara Mobile no valor de 49 NOK , metade do qual é transferido para o cartão. Um minuto de conversa com um assinante na Noruega custará 0,49 NOK , uma ligação para a Rússia para um telefone fixo/celular – 0,69/ 1,99 NOK . A taxa de conexão para cada chamada é NOK 0,99 . Aqueles que precisam de grandes quantidades de tráfego de Internet podem assinar um pacote de internet móvel de 1/3/6/10 GB por NOK 79/149/219/299 . Para reabastecer o saldo, são usados ​​​​cartões especiais, que são vendidos lá.

Ao ligar de um cartão SIM MyCall para outro (MyCall), é cobrada apenas a taxa de conexão.

Não haverá problemas para se conectar ao Wi-Fi gratuito na capital norueguesa. Está disponível no aeroporto e na estação ferroviária, em todos os hotéis da cidade, estabelecimentos de restauração, museus e locais públicos.

O que fazer em Oslo:

Passe de Oslo (Oslo Pass)

Leia também: Vale a pena fazer a caminhada até Preikestolen com crianças? A FAMOSA PEDRA DO PÚLPITO NA NORUEGA

O que fazer em Oslo e onde ficar

O cartão turístico Oslo Pass é um verdadeiro presente que permite otimizar seu orçamento de viagem. Seu proprietário recebe o direito de transporte público gratuito e acesso gratuito a 30 dos melhores museus e galerias de arte da cidade, incluindo o Museu Ibsen , a Galeria Nacional de Oslo , o Museu do Navio Viking , o Museu Marítimo Norueguês , o Museu Etnográfico Norueguês , o Museu Munch . Além disso, com o cartão, você pode participar gratuitamente de passeios a pé pela cidade e visitar os complexos de piscinas Toyenbadet e Frognerbadet.

O Passe de Oslo por 24 horas custa 395 NOK , por 48 horas – 595 NOK , por 72 horas – 745 NOK . Existem cartões separados para crianças (4-15 anos) – 210, 295 e 370 NOK , respectivamente, e pensionistas (mais de 67 anos) – 315, 475 e 595 NOK .

Um bom bônus – descontos em vários restaurantes e lojas, em algumas excursões e entretenimento, incluindo um desconto de 20% em uma excursão à Ópera e uma visita ao parque de diversões Tusenfried, 15% em um mini-cruzeiro City Cruise (para Os titulares do Oslo Pass por 72 horas o desconto é de 100%.

O Oslo Pass é vendido nos Centros de Informação localizados no aeroporto , na Estação Ferroviária Central, no aterro de Aker Brygge e no cais perto da Câmara Municipal , em alguns hotéis e museus, bem como online no escritório.

COMPRE O OSLO PASS AQUI: cartão turístico lhe permitirá economizar tempo e dinheiro com o acesso a vários museus da capital norueguesa e o uso ilimitado do transporte público

o que fazer em oslo- cmpreo o oslo pass

Praias de Oslo

A praia mais popular da cidade é “Hukkoden” ou simplesmente “Huk” na península de Bygdøy. Você pode chegar até ele de ônibus número 30 do Teatro Nacional ou de barco da orla de Aker Brygge. A costa rochosa alterna aqui com relvados verdes e pequenos areais. A parte norte da praia é entregue a nudistas. Há um café, aluguel de bicicletas aquáticas, quadras de vôlei de praia. Não há espreguiçadeiras e guarda-sóis – eles são substituídos por pinheiros e pedras lisas.

Ao norte, a 10 minutos a pé do “Hook” é uma bela e menos movimentada praia com o nome falado “Paradisbukta” (“Paradise Bay”).

A entrada para todas as praias da Noruega é gratuita.

Muitos noruegueses preferem as praias das ilhas – existem cerca de 40 delas em Oslo. Alguns têm casas de banho especiais com escadas que levam direto para a água. Mais de 100 anos atrás, eles foram construídos para se vestir, e os contrabandistas os usavam para o comércio ilegal de álcool. As ilhas podem ser rapidamente alcançadas de balsa a partir do terminal de Vipetangen, próximo a Aker Brygge. A balsa número 3 segue uma rota circular para as ilhas de Howedoy, Lindoy e Nakkholmen, a balsa número 94 para Langøyene com uma longa praia de areia, ideal para famílias com crianças. Os fãs de águas mornas podem escolher as praias do Lago Songvann com uma abordagem muito suave, onde há toda a infraestrutura necessária.

Esquiar

No inverno, muitas pessoas na Noruega, jovens e idosos, vão esquiar. Mais de 2.600 km de trilhas para esqui cross-country e alpino foram estabelecidas na cidade de Oslo.

O transporte público em Oslo está equipado com compartimentos especiais para equipamentos de esqui.

O maior resort de esqui da capital é o Trivann Winter Park, localizado na parte alta do distrito de Holmenkollen , de onde você pode chegar do centro da cidade em 20 minutos – primeiro de metrô até a estação Frognersetern linha 1, em seguida, pelo traslado do resort.

Trivanna tem 18 pistas de todos os níveis de dificuldade – do preto ao verde com uma queda vertical máxima de 81 m. O comprimento da mais longa é de 1500 m. classe alta e 5 escolas de esqui. À noite, todas as trilhas são iluminadas, você pode pedalar até as 22h. O passe de esqui adulto/criança para 1 dia custa 430/ 340 NOK , respectivamente.

A temporada de esqui dura do final de novembro a meados de abril.

Mas você pode subir a plataforma de observação (é também o ponto de partida) do salto de esqui Holmenkollen sem esquis. Este é um dos primeiros saltos de esqui de designer do mundo – o orgulho nacional dos noruegueses. Mais de 450 km de pistas planas são colocadas em seus pés, e as etapas da Copa do Mundo de Biatlo são realizadas.

Shopping

A rua de pedestres Karl Johans Gate abriga as principais lojas do mundo, incluindo H&M, Benetton e Zara. Há também vários grandes centros comerciais e lojas de departamento aqui: Oslo City, Byporten, Glasmagasinet, Steen & Strom, Paleet e Aker Brygge. E na rua Akersgata, a popular casa de design na Noruega, Moods of Norway e House of Oslo, com duas dúzias de empresas especializadas em design de interiores e estilo de vida, funcionam.

Na margem leste do rio Akerselva é um lugar preferido por jovens designers noruegueses – Grunerlökka. Frogner e Bygdøy Alle são famosos pelo design de interiores e lojas de antiguidades. Há muitas butiques exclusivas que vendem de tudo, de lingerie a utensílios de cozinha. Na Groenlândia, muitas lojas são de propriedade de imigrantes que vendem frutas, legumes e especiarias. Aqui você também pode obter bons descontos em tecidos exóticos e itens de ouro. Outros pontos de compras bem conhecidos são Majorstuen, Bogstaveien e Hegdehogsveien.

As lembrancinhas mais fofas de Oslo são as figuras de trolls, as mais práticas são os famosos suéteres noruegueses, quentinhos e caros. Um bom suéter pode substituir uma jaqueta e custa 1800-2700 NOK . Jóias de prata com símbolos rúnicos e lembranças que exploram a antiga glória dos vikings são muito populares: ímãs, camisetas, canecas de cerveja. Em lojas especializadas, é vendido um forte “Akvavit” escandinavo, que é conduzido a partir de batatas e insistiu em cominho ou coentro. A lembrança mais autêntica é o “rosemaling” – uma pintura tradicional de flores em madeira. No século 18, os noruegueses cobriam móveis, paredes e até a casa inteira com ornamentos brilhantes. Agora eles se limitam principalmente a pequenas formas, pintando utensílios de madeira, painéis, caixões.

Onde comer em Oslo: Cozinha e restaurantes em Oslo

A cozinha norueguesa é simples e completa. Seu principal sucesso é o “lutfisk” – bacalhau seco embebido em uma solução alcalina de sabor e aparência muito específicos. Mas alguns argumentam que o prato é bastante comestível. Os próximos em popularidade são o arenque e o salmão – fritos, em conserva ou defumados. Especialidade local Arenque de Oslo – rolinhos de arenque cozidos com molho de creme branco. Em qualquer instituição que se preze, há pratos de veado, alce, perdiz da neve. As iguarias tradicionais incluem bifes de carne de baleia. Os melhores restaurantes de peixe com especialidades podem ser encontrados no calçadão de Aker Brygge. Muitos restaurantes, cafés e pastelarias de gama média estão localizados a norte da estação ferroviária e no caminho da Catedral para o Palácio Real.

Não é costume deixar gorjetas em restaurantes – elas já estão inclusas na conta.

A comida em Oslo não é barata. O fast food de rua custará 50-90 NOK , um padrão estabelecido no McDonald’s – 100 NOK , pizza – 110 NOK , almoço em um restaurante barato – 160 NOK , um bom jantar – 400 NOK por pessoa. Os preços das bebidas também mordem: cappuccino – 36 NOK , um copo de vinho caseiro – 70 NOK , cerveja – 60 NOK , coquetel – 110 NOK . Os estabelecimentos com cozinha asiática são mais humanos: pãezinhos – 70 NOK , frango com arroz e legumes – 90 NOK , sopa de lentilha – 50 NOK .

Com um orçamento limitado, um caminho direto para os mercados de alimentos ou para as redes de supermercados Rimi, KIWI, Lidl e depois para um piquenique em um dos parques de Oslo.

Em Oslo, não falta frutos do mar. Durante a sua visita, não deixe de conferir lugares badalados como Fjord Restaurant, Rorbua e Fiskeriet Youngstorget, que têm ótimos pratos no menu.

Entretenimento e atrações

Desde a época dos vikings, a melhor vista da cidade se abre das margens do fiorde de Oslo. A partir daqui, o edifício mais famoso da Noruega e a principal atração da capital, a prefeitura de tijolos vermelhos em forma de cubo , onde todos os anos, em 10 de dezembro, a cerimônia do Prêmio Nobel da Paz é realizada na presença da família real, parece especialmente impressionante .

A alta margem esquerda do fiorde parece ainda mais alta por causa da fortaleza medieval Akershus localizada nela , sob as muralhas da qual os navios de cruzeiro atracam. Na margem direita baixa, as casas de alta tecnologia do aterro de Aker Brygge se aglomeram. Com bom tempo, seu café e até os largos degraus de madeira que descem diretamente para a água estão sempre cheios de veranistas.

Todos os dias às 13h30 , a cerimônia de troca da guarda acontece em frente ao Palácio Real .

Outro ponto de encontro favorito e passeios de domingo para os noruegueses é o Parque de Esculturas Gustav Vigeland : 227 figuras nuas esculpidas em pedra ou fundidas em bronze, refletindo toda a trajetória de vida de uma pessoa. Esta é a maior coleção do mundo de obras de um único mestre, na qual Vigeland trabalhou de 1907 a 1942.

6 coisas para fazer em Oslo

  1. Descubra o que as águas norueguesas são ricas no mercado de peixe matinal em frente à prefeitura.
  2. Encontre a mesa favorita de Henrik Ibsen no café do famoso Grand Hotel.
  3. Organize uma sessão de fotos no Salão Azul da Prefeitura, onde são realizados banquetes em homenagem aos ganhadores do Prêmio Nobel.
  4. Suba ao telhado da Opera House para ter as melhores vistas da cidade e do fiorde de Oslo.
  5. Ouça o uivo do vento na casa do leme da lendária escuna Fram.
  6. Prove algumas dezenas de tipos de arenque norueguês e escolha o melhor.

O que fazer em Oslo: Contate aqui

1- O que fazer em Oslo: Cruzeiro com refeição ;

2- O que fazer em Oslo: Tour pelo Parque Vigeland

3- O que fazer em Oslo: Cruzeiro com jantar e música ao vivo

4- O que fazer em Oslo Cruzeiro de verão pelo fiorde de Oslo

5- O que fazer em Oslo: Oferta: Tour pela cidade + Cruzeiro pelo porto

O que fazer em Oslo: Contate aqui
O que fazer em Oslo no Verão: Cruzeiro pelos fiordes com refeição incluída.

O que fazer em Oslo: Visitar Museus

Da orla de Aker Brygge em um barco de recreio, é fácil chegar à península de Bugdøy com museus de marinheiros famosos. O Museu Fram é literalmente construído em torno da lendária escuna, na qual Nansen e Amudsen fizeram expedições polares.

Sob o teto do Museu do Navio Viking, 3 drakkars de madeira estão dispostos. Outro museu Kon-Tiki é dedicado às viagens de Thor Heyerdahl. Suas principais exposições são uma cópia em tamanho real do barco de papiro Ra II e a jangada Kon-Tiki, na qual Heyerdahl cruzou o Oceano Pacífico com 5 companheiros.

A maioria dos museus está aberta das 12:00 às 16:00, o dia de folga é segunda-feira.

Em termos de popularidade, apenas as galerias de arte moderna podem competir com os museus marítimos, especialmente o Museu de Arte Contemporânea Astrup Fearnley , construído por Renzo Piano, que é especialmente semelhante a uma vela de vidro, e o Museu Munch , que contém as melhores obras de do artista, incluindo o famoso O Grito (“Scream”), incluído na lista das fotos mais famosas do mundo.

O que fazer em Oslo: Quadro O Grito
O Grito é uma das mais famosas pinturas da história da arte do ocidente. Sua data é de 1893 pelo artista norueguês Edvard Munch,

Oslo para crianças

Oslo é bom porque pode dar a todos um conto de fadas. O principal é não fazer barulho no Museu Norueguês de Etnografia ao Ar Livre ao passar por uma árvore com um buraco – então, de lá, você pode ouvir o canto dos trolls, que aprendem música com um velho troll peludo. As casas camponesas de toras com telhados de grama, celeiros sobre palafitas, cabanas de toras com pequenas janelas são coletadas em diferentes regiões do país.

Ao lado das construções rurais, um quarteirão inteiro foi recriado com casas em enxaimel, uma mercearia, uma farmácia, um banco, uma estação de bombeamento e até uma prisão de madeira trazida do centro de Oslo. Aqui você pode andar em uma velha carroça puxada por cavalos, experimentar os tradicionais bolos sem fermento assados ​​por uma simpática camponesa em traje nacional e aos domingos ver uma apresentação folclórica em frente a uma igreja de madeira com mais de 8 séculos.

Mas um verdadeiro conto de fadas acontece aqui por volta do Natal, quando o Papai Noel norueguês – Yulenissen, com sua esposa Nissemur e uma enorme sacola de presentes, caminha lentamente pelas ruas da cidade dos museus.

Feriados e eventos

Oslo recebe uma grande variedade de apresentações teatrais e de ópera, apresentações de conjuntos de dança folclórica, concertos e festivais durante todo o ano: o festival de música Norwegian Forest, os festivais Oya e Inferno, festivais de jazz e música de câmara. A fantástica nova Ópera é um ótimo lugar para assistir a ópera ou balé de classe mundial.

No último fim de semana de maio, durante o Festival Medieval, a capital norueguesa retorna a 6-7 séculos atrás. Na Fortaleza de Akershus, sons de música antiga, torneios de justa são realizados, qualquer pessoa pode praticar tiro com arco ou tiro com besta. O mercado medieval é um comércio vivo de joias, artesanato e delícias culinárias preparadas de acordo com receitas antigas. Trajes apropriados ao período são bem-vindos.

Na noite de 23 para 24 de junho, na festa de St. Hans, fogueiras e fogos de artifício queimam por toda a Noruega, afastando todos os maus espíritos. O espetáculo não é apenas bonito, mas também rigorosamente regulamentado. Você pode se divertir na noite mais curta do ano na área de Holmenkollen.

Clima

Graças à Corrente do Golfo, o clima de Oslo é bastante ameno. O clima na primavera é imprevisível – as flores podem florescer no final de março e a neve pode cair no início de maio. O verão é uma ótima época para visitar a cidade. Apesar das chuvas frequentes, há dias quentes não escandinavos. A água no fiorde de Oslo aquece bem para nadar. O outono é uma época de cores brilhantes e temporada de caranguejo. Os invernos são nevados com temperaturas confortáveis. O mês mais frio é janeiro.

O que ver em Oslo em um dia

Um dia, claro, é muito pouco para uma capital tão bonita e elegante como Oslo , mas vale a pena ficar esperto e ver o máximo possível. A opção é simples e chata: fazer uma visita guiada de ônibus ou até mesmo de barco.

Opção de aventura: por conta própria. Para começar, adquira um cartão Oslo Pass – um cartão de viagem e descontos para museus e restaurantes da cidade em uma garrafa. O cartão dá direito a viagens gratuitas dentro do centro da cidade (até a 4ª zona), além de entrada gratuita em importantes museus e galerias da capital, descontos em alguns restaurantes e lojas de souvenirs.

Depois de comprar um Oslo Pass, você deve começar com uma caminhada pelo Karl Johans Gate , que se estende da Estação Central ao  Palácio Real . Suba o salto de esqui Holmenkollen, que é acessível por transporte público. Retorne ao centro para ir ao Museu Edvard Munch , ao Museu Kon-Tiki (jangada de Thur Heyerdahl) e ao famoso navio polar – o Museu Fram Schooner . Se você tiver tempo, procure uma excursão ao  Instituto Nobel .

Como ir do aeroporto de Oslo para o centro da cidade

O Aeroporto Internacional de Oslo Gardermoen está localizado a 45 km ao norte da cidade. Existem várias maneiras de ir do aeroporto ao centro da capital da Noruega , mas as opções mais fáceis e confiáveis ​​são o trem de alta velocidade e o ônibus expresso.

Os trens de alta velocidade Flytoget ( site em inglês ) saem do aeroporto a cada 10-20 minutos, das 5h30 às 0h50. Eles entregam turistas à estação ferroviária central “Oslo” em cerca de 20 minutos. Cada segundo trem viaja mais para a cidade de Drammen, parando ao longo do caminho na estação Nationaltheateret, que fica mais perto dos distritos ocidentais de Oslo. Os bilhetes são mais rentáveis ​​para comprar em máquinas especiais. Uma viagem do aeroporto para as estações metropolitanas custará 180 NOK , para Drammen- 260 NOK , a estrada para Sannviki e Asker custará 210 NOK . Ao comprar ingressos na bilheteria, você terá que pagar mais 20 NOK .

Os ônibus Flybussen ( site em inglês ) vão até o centro da cidade por cerca de 45 minutos, o bilhete custa 150 NOK . A vantagem indiscutível dos ônibus expressos é o trabalho ininterrupto. Do início da manhã até a meia-noite, os ônibus partem para Oslo a cada 30 minutos, à noite – a cada hora.

Transfers em Oslo

Como ir de Oslo a Copenhague

A opção mais fácil é um avião direto. A rota é operada pela Norwegian Air Shuttle, Norwegian Air International e Scandinavian Airlines. No caminho, pouco mais de 1 hora, diariamente no horário até 8-10 partidas, bilhetes a partir de 47 euros .

Você também pode pegar trens, mas terá que viajar com transfers: em Gotemburgo e Lund , Halden e Malmö . Toda a viagem levará cerca de 9 horas, os bilhetes custarão 50-100 euros . Você pode verificar os horários no site oficial das Ferrovias Norueguesas e no site das Ferrovias Suecas.

Outra opção – a mais econômica – ônibus. Várias empresas operam na rota ao mesmo tempo: Nettbuss Bus4You; Regiojet ( site em inglês), FlixBus. Todos os dias há 5-7 vôos diretos no horário, 8-9 horas no caminho, bilhetes de 20-25 euros .

Sandefjord é uma pequena cidade norueguesa no condado de Vestfold. Agora é difícil imaginar que já foi uma vila baleeira e que foi aqui que foram encontrados os achados arqueológicos mais importantes dos tempos vikings. A cidade fica perto do aeroporto de Oslo e Torp, então você pode parar para ver os pontos turísticos e aprender mais sobre sua história.

Como ir do aeroporto de Torp para Oslo

Muitos viajam para Oslo através do Aeroporto Torp Sandefjord (TRF). Está localizado a 116 quilômetros de Oslo, existem várias maneiras de chegar até ele.

Um trem

A maneira mais barata é de trem. A estação ferroviária de Thorp está localizada a cinco quilômetros do aeroporto, e há um ônibus gratuito que para na saída do terminal. Os trens para a estação central de Oslo Sentralstasjon saem a cada meia hora. A programação está no vy.no, o bilhete custa cerca de 250 NOK (25 euros).

Ônibus

Do aeroporto há ônibus Torpekspressen indo para Oslo. O preço é quase o mesmo – cerca de 25 euros.

Transferir

Um transfer direto em carro particular custará aproximadamente 360 ​​euros.

Conclusão: Vale a pena visitar Oslo e onde ficar?

Com certeza! Adoramos nossos dias na capital Norueguesa. Foi um prazer conhecer mais um país, e mais uma capital.

Como eu disse anteriormente, Oslo é conhecida pelas áreas verdes e seus vários museus incríveis. Eu fico muito feliz quando visito lugares bonitos e com grande civilidade.

Você já conheceu outras capitais da Escandinávia? Escreva nos comentários e vamos conversar

Vai para Oslo ou visitar outras cidades da Escandinávia? Não deixe de ler:

1- Vale a pena fazer a caminhada até Preikestolen com crianças? A FAMOSA PEDRA DO PÚLPITO NA NORUEGA

2- O que é City Tour a pé gratuito? Descubra o Free Walking Tour e economize nas viagens

3- O que fazer em Copenhague em 2 dias – Roteiro completo

4- Babymoon: um guia para viajar grávida;

5- Melhores países para morar e trabalhar em 2022 e 2023;

6- Roteiro de Viagem Personalizado: contrate uma Travel Designer

7- O que fazer e onde ficar em Estocolmo, Suécia: Dicas de turismo na cidade do prêmio Nobel.