Muita gente me pergunta qual a melhor época para visitar o Rio de Janeiro e eu sempre falo que é o ano inteiro! Porém, entre junho e novembro, em especial setembro, mês da primavera, a cidade maravilhosa, consegue ficar ainda mais bonita. Então descubra o que fazer no Rio de Janeiro em setembro: “Roteiro dos Ipês”.

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Esse post integra as dicas sobre a cidade, então leia aqui: Turismo no Rio de Janeiro: A cidade mais famosa do Brasil continua de braços abertos para te receber

Booking.com
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Foto viajante_carioca. Os ipês das fotos dela ficam na Lagoa, quase em frente a AABB. Av Epitácio Pessoa.

A prefeitura do Rio divulgou recentemente um roteiro dos Ipês da cidade, que entre junho e novembro, embelezam a cidade.

Floração dos Ipês no Rio de Janeiro:

De acordo com a Prefeitura do Rio e com o Instituto Brasileiro de Florestas, os Ipês florescem entre os meses de junho e novembro, começando pela cor roxa, lilás, rosa, depois o amarelo, o branco e o mais raro, o ipê verde, que é apenas encontrado no cerrado brasileiro.

As flores caem no máximo após uma semana, e o chão fica lindo, todo colorido com a cor da flor da árvore.

Leia também: Lugares para fazer turismo no Rio de Janeiro: 5 passeios que cariocas adoram

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Foto viajante_carioca

Um pouco sobre o Ipê no Brasil

Você sabia que o Ipê é árvore típica do Brasil, e seu nome origina-se da língua tupi e significa casca dura e grossa?

Os primeiros habitantes daqui, antes da invasão portuguesa, usavam os galhos para fazer os arcos e outros instrumentos para a caça.

Atualmente, além de ser uma árvore linda, muito utilizada para fins decorativos nas cidades, é muito utilizada também na medicina
caseira em algumas regiões do Brasil. O uso é variado e vai desde tratamento de resfriados, gripes e inflamações e até mesmo no tratamento de alguns tipos de câncer, de lúpus, doença de Parkinson, psoríase e alergias.

Você pode gostar também: Onde tomar café da manhã no Rio de Janeiro? Dicas de 20 lugares incríveis na cidade maravilhosa

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Foto viajante_carioca

Já no meio ambiente, o ipê tem extrema importância, uma vez que seu néctar serve de alimento para diversas espécies de pássaros.

Sobre o projeto: “Circuito dos Ipês no Rio de Janeiro”


Esse roteiro foi criado em conjunto com a Fundação Parques e Jardins e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Tem o objetivo de fazer com que os cariocas e turistas observem mais a natureza urbana, fotografando e registrando os diferentes locais em que os Ipês floridos aparecem.

A idéia é inclusive promover um concurso de fotografia posteriormente sobre o tema. Atualmente o acervo conta com 70 fotografias, e a Fundação Parques e Jardins pretende aumentar ainda mais este número.

Quem avistar os ipês pela cidade pode enviar as fotos diretamente ao órgão para incluí-las no catálogo.

A influencer Márcia do Instagram @viajante_carioca (segue ela lá para mais fotos incríveis) contribuiu com o texto, cedeu pra matéria algumas fotos e contou sobre esse circuito que a Prefeitura colocou no site, e ainda acrescentou outras árvores que ela e os seus seguidores encontraram pela cidade. Confira:

Leia também: Uaná Etê, em Vassouras, é ótima pedida para o final de semana

Centro


1-Avenida Presidente Vargas (Estação do metrô ”Cidade Nova”)
2-Rua São José (Buraco do Lume)
3-Rua Treze de Maio
4-Rua Uruguaiana

Você também pode gostar: Visitando o Parque da Cidade (ou parque da Gávea), no Rio de Janeiro

Viajante carioca

Zona Sul


1-Monumento aos Pracinhas (Parque do Flamengo)
2-Parque dos Patins (Lagoa)

3-Praça Ben Gurion (Laranjeiras)
4-Rua Orsina da Fonseca (Gávea)
5-Rua Paissandu (Flamengo)
6-Rua Dois de Dezembro (Flamengo)
7-Rua Correa Dutra (Catete)

Você também pode gostar: Restaurantes românticos no Rio de Janeiro: 15 lugares para jantar no Dia dos Namorados

roteiro dos ipês: Foto viajante carioca

Zona Norte


1- BioParque do Rio (Quinta da Boa Vista)
2- Estacionamento da Uerj (Maracanã)
3- R. General Savaget (Marechal Hermes)
4- Rua Leopoldo Bulhões (Manguinhos)
5- R. Miguel Ângelo, 600 (Cachambi)
6- Rua Oliveira Figueiredo (Vaz Lobo)
7- Recanto do Trovador (Vila Isabel)
8- Rua Andrade Neves (Tijuca)
9- R. Dona Maria (Vila Isabel)
10- Rua Marquês de Queluz (Irajá)
11- R. Valter Seder (Vista Alegre)

Leia também: Hotel Fazenda RJ: Final de semana no St. Robert com crianças

O que fazer no Rio de janeiro em setembro: ver as lindas árvores

Zona Oeste


1- Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá
2- Avenida das Américas (Estação do BRT ”Pontões Barra Sul”, Barra da
Tijuca)
3- Estrada de Curicica, 1.224 (Curicica)
4- Rua Padre Ventura (Taquara)
5- Shopping Downtown (Barra)
6-Rua do Império (Santa Cruz)
7-Praça Quincas Borba (Sulacap)
8- Estrada Rodrigues Caldas (Taquara)
9-Bosque da Freguesia

O que fazer no Rio de janeiro em setembro? Vale a pena visitar a cidade maravilhosa nessa época do ano?

Vale muito! Não só de junho a novembro pra ver e fazer o roteiro dos Ipês floridos, mas a cidade maravilhosa tem inúmeras outras atrações.

Espero que vocês tenham gostado de conhecer o circuito e saber um pouquinho sobre essas árvores lindas que enfeitam nossa cidade maravilhosa. Descobriu outra árvore de Ipê que não está incluída nesse roteiro? Deixe nos comentários.