Muita gente tem vontade de viajar na estrada de Cunha-Paraty, porém não sabe se a estrada é segura, se está disponível ou em boas condições.

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Estrada de Cunha Paraty
A estrada Cunha Paraty tem parte na Rodovia SP 171.

Sobre a Estrada Cunha- Paraty

A SP-171 possui acesso a regiões de preservação ambiental importantes, como os lindos parques das serras do Mar e da Bocaina. Além disso liga também locais que formam o rico patrimônio de cultura e história do Brasil.

A estrada é muuuuuito antiga e remonta ao período do Brasil Império: era parte do Caminho Velho da Estrada Real, e em virtude de tudo isso, é de extrema importância.

A parte da estrada que fica no Estado de São Paulo, é de serra, e na parte do Estado do Rio de Janeiro, a floresta tropical preservada do Parque Nacional da Serra da Bocaina dá o ar da graça, com muita mata nativa e cachoeiras. A estrada tem cerca de 50 km (46 km para ser mais exata), e ela possui muitas curvas e forte declive, portanto, capriche na atenção se você estiver no voltante.

Um pouco da história da Estrada Cunha a Paraty:

Parte da Estrada foi construída pelas pessoas que foram escravizadas entre os séculos XVII e XIX a partir das trilhas dos povos originários chamados pelos portugueses de índios, por ordem do Governo de Portugal para fazer a rota do Ouro. Os minérios como ouro, prata e diamante eram transportados de Minas Gerais para os navios que ficavam no Porto em Paraty.

Por volta do ano 1700 com a construção da outra Rota da Estrada real chamada Caminho Novo, que ia de Minas Gerais diretamente para o Porto do Rio de Janeiro essa estrada deixou de ser usada para isso e começou a ser usada pelos tropeiros para transportar a produção de café e leite da região, produzida no Vale do Paraiba.

O que ver e fazer na Estrada de Cunha a Paraty:

Visitar o Lavandário e o Contemplário:

Para facilitar as explicações sobre a estrada Cunha-Paraty vamos dividi-la em 3 pequenos trechos: (ah, e tenha em mente que estamos falando sobre quem faz o sentido Cunha-Paraty, então se você estiver vindo em sentido contrário, é só inverter as informações).

Leia também: 14 lugares românticos para viajar de casal em São Paulo, SP: veja algumas hospedagens românticas

Estrada de Cunha Paraty

No primeiro trecho, ainda no Estado de São Paulo (rodovia SP-171), são 30 km de asfalto e boa sinalização. No entanto, a região é bastante rural, então sempre é importante tomar cuidado com pessoas, ciclistas ou animais silvestres que podem estar circulando por aqui.

Como eu disse anteriormente, nessa parte da estrada de Cunha a Paraty está localizado o incrível Lavandário e também seu irmão gratuito, o Contemplário. São locais imperdíveis para quem está passando por aqui.

Para quem nunca ouviu falar deles, são parques de flores e as Lavandas são as rainhas dos locais. Porém, além dessas cheirosas florezinhas a vista é magnífica e os locais merecem sua visita.

Fazer a Trilha Pedra da Macela:

Contei detalhes caso você queira fazer a trilha pra Pedra da Macela

Estrada de Cunha Paraty

Tivemos a oportunidade de fazer essa incrível trilha (inclusive já contei como foi por aqui e é um dos textos mais lidos do blog, veja abaixo).

A Pedra da Macela, é um pico de 1.800 metros com uma belíssima vista para a baía de Paraty. A vista é tão indevassável que em dias mais limpos e claros consegue-se ver Angra dos Reis, a Usina e até a Ilha Grande.

Estrada de Cunha Paraty

Ah, importante dizer que essa atração dura cerca de uma hora e meia de trilha na subida (e um pouco menos na descida).

Contemplar a Serra da Bocaina:

Na segunda parte da estrada Cunha-Paraty, (aí você já chegou no Estado do Rio e a estrada se transforma na RJ-165), ela rasga o lindo Parque Nacional da Serra da Bocaina e tem aproximadamente 10 km dentro do parque. Essa parte da Estrada Real foi reformada e atualmente conta com um calçamento de paralelepípedos.

E finalmente, o terceiro trecho da estrada Cunha-Paraty. Pra mim é o pior de todos e eu não sei o porquê. Aqui a estrada fica muito esburacada (não sei se é erosão do solo, ou se ninguém arrumou mesmo), e a estrada fica mais estreita. São cerca de 10 km, mas como já está chegando, esse trecho vai rápido.

O que fazer na Estrada de Cunha a Paraty: outras atrações

Além dessas atividades que descrevi veja o que mais você pode curtir por aqui:

  1. Bons restaurantes e gastronomia típica local;
  2. Fábrica e degustação de cerveja artesanal;
  3. Cachoeiras e piscinas naturais;
  4. Alambiques,
  5. Chalés e Pousadas com muito romantismo na Serra;
  6. Ateliês e galerias de arte;
  7. Mirantes;
  8. Fazendas com produção local de queijo de búfala e shitake, lojas que comercializa produtos da roça, como queijos, compotas, geleias, lojas de móveis e artesanato e muito mais!

A estrada de Cunha Paraty fecha?

Sim. Existem restrições de horário para transitar na Estrada de Cunha Paraty. Só é possível viajar das 7h às 17h. Essa restrição ocorre em razão da preservação da Serra da Bocaina. Os bichinhos circulam, principalmente no pôr do sol. (Se você for observador vai perceber algumas telas durante o trajeto para impedir as fofuras silvestres de entrar na estrada).

Vale a pena viajar pela Estrada Cunha Paraty?

Com certeza vale. A estrada é linda e conta com algumas atrações no entorno e por isso recomendo trafegar por ela.

Estrada de Cunha Paraty

Veja também outras roads trips:

1- Experiência Barbara – Interior do Paraná: road trip pelos Campos Gerais

2- Mundo Viajante – Circuito das Aguas Paulistas: Roteiro para road trip no interior de São Paulo

3- Descobrir Viajando – Estrada Nacional 2: a road trip mais famosa de Portugal

4- Agarre o Mundo: De São Francisco a San Diego- Califórnia

5- Blog Elizabeth Werneck – Road Trip na Estrada de Cunha a Paraty: veja o que ver e o que fazer nesse trecho da Estrada Real

6 – Voyajando Blog – Como fazer uma Road Trip na Itália? Dicas para viajar de carro pelo país

7 – Classe Turista – Road trip pela Croácia, Eslovênia e Bósnia (imperdível)

8 – Viaja que Passa – Road trip: roteiro nas Montanhas Rochosas do Canadá