Anúncios

Caça às Trufas nas Colinas da Toscana

7 de Junho 2019

Hoje foi um dia muito especial, acordamos cedo, pegamos o carro na garagem do hotel e fomos em direção à cidade de San Miniato.

Da janela do carro vendo um campo de papoulas! Uma das coisas que eu mais gosto na Europa

A magia de caçar trufas na floresta da Toscana, com o caçador de tartufo e seus fieis cães foi uma experiência que ficou para sempre na nossa memória. E não são trufas de chocolate, que inclusive só tem esse nome em referência a esses cogumelos.

Muita gente nunca ouviu falar desses fungos comestíveis (e caros!) e só conhecem trufas na modalidade de chocolate. O nome trufa (de chocolate) deriva da semelhança do formato do bombom com o desses cogumelos, as trufas negras, pois são também raros e vendidos a preço de ouro em razão da dificuldade de colheita.

Não parece um bombom?

Mas voltando ao cogumelo, uma trufa (ou tartufo em italiano) é um fungo que se desenvolve debaixo da terra, a uma profundidade de 4 a 40 cm e, como não faz fotossíntese, estabelece uma relação de simbiose (troca/captura) de seus nutrientes com as raízes de árvores como o carvalho, o pinheiro mediterrâneo, a castanheira, salgueiro, álamo e tílias. As trufas podem ser encontradas em três tipos: a branca, a negra e a trufa de verão. Possuem aspecto de mármore negro e bege.

Como elas são um produto natural, selvagem, não é algo que se possa controlar ou cultivar, apesar de já ser consumida pelo ser humano há mais de três mil anos.

Indo ao bosque onde se encontram as trufas

Uma curiosidade : A maior trufa do mundo foi encontrada aqui nessa região de Palaia, em 1954 pelo caçador de tartufo Arturo Gallerini e seu cão Parigi. O tartufo pesava 2.520kg e é até hoje o recorde mundial!

Barraquinha em feira de San Gimniano vendendo produtos de trufas. Azeites, pastas e etc..

Trufas brancas

As trufas brancas são encontradas à beira do Mar Adriático e na região francesa do Drôme. As mais célebres vem da cidade italiana de Alba, no Piemonte, onde entre outubro e novembro são realizadas feiras para vender os melhores exemplares. As melhores safras ocorrem em outonos chuvosos, pois as trufas precisam de muita umidade para crescer.

Trufa branca cortada em lâminas. Foto Wikipedia

Trufas negras

As trufas negras foram as que a gente caçou, e são encontradas ao largo da França, Espanha, e Itália, responsáveis por quase todo o mercado existente. Exalam aroma menos acentuado, superfície mais rugosa e são mais resistentes ao manuseio. A trufa negra já foi chamada de “Diamante Negro” ou “Pérola Negra”, em razão da sua raridade.

Trufas negras recém-colhidas

Trufas de verão

A trufa de verão e a trufa da Borgonha crescem por toda a Europa. A colheita é feita recorrendo a porcos ou cães adestrados que as podem localizar por meio do olfato.

O trufeiro, especialista em trufas, é quem remexe a terra e retira a trufa do solo sem quebrá-la nem ferir sua superfície. E ela só terá valor se as suas características originais forem preservadas. Elas são consideradas uma iguaria da culinária e seu sabor e aroma são tão exóticos e bem característicos, que eu ainda não consegui definir.

Sobre o nosso Dia:

Encontramos a nossa Guia na estação de trem em San Miniato, ela entrou no nosso carro e rumamos ao local de caça.

Era uma propriedade rural linda, bem no alto de uma colina, e lá estava Paulo e seu pai, caçadores profissionais de trufas com dois simpáticos cachorrinhos. Paulo explicou que Gina era a mais experiente, mas que ela estava para se aposentar desse “trabalho”, e por isso trouxe pela primeira vez seu filho Leopoldo, que iria substituí-la. Paulo explicou que por Leopoldo ser menos experiente nesse trabalho, teria que ficar de olho nele, para ele não ferir as trufas encontradas, pois elas perdem o valor.

Durante a caça às trufas! Paulo com Gina e Leopoldo

Então entramos no bosque com o caçador (ou tartufaio) e os cães farejando, para descobrir onde essas iguarias se encontravam. E isso não foi tarefa fácil. Quando Gina ou Leopoldo encontravam um tartufo, eles ficavam super agitados, cavando e cheirando o local, e aí o caçador tem que se apressar e, com uma ferramenta (vanghetto), ele retirava da terra com muito cuidado para não danificá-lo, sem quebrar suas raízes, pois uma parte dela é colocada de novo no solo para que possa se reproduzir novamente. Além disso, tem que botar a terra por cima, de modo que não deixe evidente para outros caçadores não perceberem que ali foi encontrada trufas.

Iara estava muito interessada nos cachorrinhos detetives! ❤️

E durante a caçada, Renata, a guia brasileira que já mora na Itália há mais de 10 anos, ia traduzindo as histórias sobre as caçadas, dando informações sobre as trufas e a região, e tudo o que os caçadores diziam sobre o que estavam fazendo. Foi realmente uma delícia de passeio!

Selfie durante a caçada! 😊

O maravilhoso aroma do cogumelo é bem característico, e já podemos senti-lo logo que sai da terra!

Então passamos uma agradável manhã em meio à natureza, que experiência inesquecível!

Os caçadores e a caça (trufas)
Um dos jardins da propriedade.
Da janela da propriedade, com uma vista para a vila medieval!
Dos livrinhos de estorinhas da Iara para a vida real!

Depois fomos recebidos para um delicioso almoço na rústica sede da propriedade (que estava sendo decorada para uma festa de casamento). Imagina casar numa igreja no interior da Toscana e ter uma festa num local desses, gente! Que sonho!

Aí a família nos contou um pouco sobre a sua história. A dona da propriedade disse que seu cunhado era caçador profissional de trufas, e tinha grande paixão na atividade, mas que com o falecimento dele, agora, esse serviço foi terceirizado. Então Paulo vendia as trufas encontradas para a família.

O almoço delicioso preparado com massa feita na hora, e, claro, trufado. Em tudo que nos foi oferecido (na Itália são váários pratos) a nossa joia recém-colhida estava presente! O tartufo depois de limpo da terra era sempre ralado ou fatiado em cima da comida dando aquele incrível aroma e sabor característico. Uma experiência imperdível que recomendamos fazer!

Delicioso e caseiro
Vinho e pães da casa
Massa caseira com lascas da trufa colhida

Quando contratamos essa experiência tinha uma extensão de um city tour na cidade de San Mianiato, mas achamos que ia ficar muito cansativo pra Iara, mas recomendamos fazer. O site “Passeios na Toscana” tem inúmeras opções. Depois de nos despedir da guia e deixá-la na estação de trem, acabamos indo dar uma voltinha na cidade de San Miniato, e realmente é bem bonitinha mesmo! Vale o city Tour. Mas a Iara estava dormindo e não quisemos acordá-la nesse momento.

San Miniato vista da janela do carro! 🤷‍♀️

Um dos pontos altos de nossa viagem com certeza foi a caça ao tartufo!

San Miniato é muito pequena e nunca tinha ouvido falar dela, e só descobrimos depois desse passeio. O site Passeios na Toscana fornece todas as informações sobre a região. Tudo que eu agendei para esse passeio foi realizado por email e pagamos parte do passeio do Brasil, depósito em conta corrente, e o restante pago em euros lá na hora do passeio. Escolhemos a opção que tinha a caça ao tartufo e o almoço incluso. Mas recomendo além o city tour no vilarejo de San Miniato com uma visita à uma vinícola na região de Chianti. Realmente ficamos muito satisfeitos com a empresa e o serviço fornecido.

Além disso, para fazer esse post descobri através do blog Dubbi, que o vilarejo de San Miniato está entre as 10 cidades da Europa que você deve conhecer, mas nunca te contaram! E como eu adoro listas, claro que precisei divulgar. Quais dessas cidades vocês já conhecem?

No fim do dia voltamos pra Florença e fizemos mais alguns passeios, que ficarão pro próximo post.

E aí, gostaram de saber sobre trufas cogumelos, ou vão ficar só nas trufas de chocolates (que também não é nada mau, hein?).

Europa Itália

Anúncios

3 comentários Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Travel Around the World

Vem descobrir o Mundo connosco...

CONTO EM DETALHES

Crônicas, histórias, poesias e percepções.

Elizabeth Werneck

Um blog para falar sobre viagens e outros assuntos

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: