Seguimos viagem com destino à Bósnia e Herzegovina: eu jamais imaginei que algum dia eu viajaria pra cá. Durante a minha adolescência ouvi falar muito da guerra, (o U2 até gravou uma música para levantar donativos em prol dos sobreviventes), e essa federação surgiu apenas em meados da década de 90 após uma sangrenta guerra civil com a criação de duas regiões politicamente autônomas: ao norte a Bósnia; e ao sul Herzegovina. Veja aqui o que fazer e onde ficar em Mostar.

Nossa estadia na Bósnia fez parte do nosso incrível roteiro pelos Balcãs por 15 dia, veja aqui: Croácia, Montenegro, Bósnia e Alemanha: roteiro de 15 dias pelos Bálcãs

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

O que fazer em Mostar. Aprender um pouco sobre a guerra super recente
Loja de artesanatos feitos com o que sobrou da guerra: artigos de armamento

Ela faz fronteira com a Sérvia, Croácia e Montenegro.

Booking.com

Como nós estamos acostumados a falar apenas “Bósnia”, logo que comecei a pesquisar para vir para cá fui orientada a chamar o país pelo nome completo, uma vez que nosso destino seria na parte da “Herzegovina”.

Destaque para a famosa Ponte Velha (Stari Most), situada sobre o Rio Neretva na parte histórica da cidade de Mostar, Bósnia-Herzegovina
Destaque para a famosa Ponte Velha (Stari Most), situada sobre o Rio Neretva na parte histórica da cidade de Mostar, Bósnia-Herzegovina

O país apesar de ser na Europa é de maioria Muçulmana, repleto de bonitas mesquitas, coloridos bazares árabes e charmosos povoados.

O que fazer em Mostar: apreciar a vista da cidade da ponte
 Bósnia e Herzegovina: Da Croácia fomos visitar Mostar de carro
O que fazer em Mostar: apreciar os souks, bazares árabes
 Bósnia e Herzegovina: Da Croácia fomos visitar Mostar de carro
MOSTAR, Bósnia-Herzegovina

Chegamos a Mostar, localizada a cerca de 130km da capital Sarajevo, e foi um importante centro comercial durante o Império Otomano, no séc. XVI. Agora as ruas de pedras são tomadas por turistas, e restaurantes, e o comércio segue vibrante até os dias de hoje.

O cartão postal da cidade é uma ponte que hoje é Patrimônio da UNESCO, e protagonizou uma das cenas mais simbólicas da guerra da Bósnia, em 1993, quando foi destruída por bombardeios. O governo lançou um programa de reconstrução nos últimos anos e o país segue se reconstruindo.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Andávamos pelas ruas tranquilas de Mostar à noite sem ter medo da violência urbana.

Muitos cidadãos com 30 anos tem uma memória bem viva dessa guerra.

O país é bem bonito, ainda carrega as cicatrizes de uma guerra horrível mas as pessoas dão ao lugar sua alma.

Bósnia-Herzegovina, mundo árabe em plena europa:

Então já salva essa dica: se você quer ter o primeiro contato com o mundo árabe, mas não se sente muito seguro ainda (porque é muito longe ou diferente da nossa cultura), pode vir, sem medo, para a Bósnia e Herzegovina. O país é marcado por influências das culturas oriental e ocidental, e apesar de ser considerado menos rico que outros países vizinhos europeus ele é seguro e mais barato. Sem contar os maravilhosos artesanatos. Eu adoro souqs árabes, e você?

Onde ficar e o que fazer em Mostar:
mercados e souks: Mostar  Bósnia e Herzegovina

Onde ficar em Mostar, Bósnia-Herzegovina: Hotel-Restaurant Kriva Cuprija.

Ficamos hospedados na parte histórica da cidade, no pitoresco Hotel-Restaurant Kriva Cuprija.

O que fazer em Mostar, Bósnia e Herzegovina 
Essa ponte é do nosso hotel. Onde ficar em Mostar:

O hotel está localizado em excelente ponto. Bem perto das pontes históricas, inclusive uma é no hotel! O café da manhã é delicioso, os quartos são limpos e os funcionários são bastante atenciosos. Eu realmente recomendo. Talvez não recomendaria para pessoas com dificuldade de locomoção, porque tem muitas escadas e rampas, aí eu sugiro a hospedagem na parte nova da cidade.

Onde ficar e o que fazer em Mostar: degustar a gastronomia árabe 
 Bósnia e Herzegovina: Da Croácia fomos visitar Mostar de carro
Comida árabe, na Bósnia-Herzegovina, Restoran Sadrvan, nešćukova 7, Mostar, Bósnia e Herzegovina

Depois que saímos de Mostar passamos por

POČITELJ

Essa pequena vila tem uma mistura surpreendente de arquitetura medieval com forte influência do império otomano. As ruelas e casas de pedras ainda guardam alguns resquícios da muralha que cercava o vilarejo entre os séculos XVI e XVIII.

Počitelj, Bósnia e Herzegovina
Počitelj, Bósnia e Herzegovina

Dica de local que não fomos mas é famoso por aqui: Medugorje, na Bósnia-Herzegovina. Lá tem um Santuário católico de Nossa Senhora de Medugorje, no qual se celebram as aparições da Virgem Maria que tiveram início a 24 de Junho de 1981 e que se repetem até hoje segundo relatos de fiéis. Então quando você vier pra cá não deixe de incluir no seu roteiro, caso turismo religioso seja de seu interesse.

Conclusão: Vale a pena visitar Mostar, na Bósnia e Herzegovina:

Claro que sim. O país que fica na Europa é totalmente diferente do que você já viu no “Velho Mundo”. Espero que esse post tenha te ajudado a esclarecer sobre o que fazer e onde ficar em Mostar, Bósnia e Herzegovina, saindo da Croácia.