Quem assina Disney+ provavelmente já assistiu a nova animação da Disney e da Pixar “Luca”, ficou ansiosa e com vontade de conhecer a imaginária “Portorosso” (lugar onde se passa a história), fortemente inspirada na real Cinque Terre, um conjunto de vilas centenárias à beira-mar na costa do mar da Liguria, Riviera Italiana.

Cena do filme – Luca| imagem: divulgação/Disney

O filme é sobre Luca, um jovem que vive um verão marcante, com muito gelato, macarrão e voltinhas de Vespa (Scooter) . Ele conhece um outro garoto e compartilha todas essas aventuras com seu amigo, mas toda a diversão é ameaçada por um segredo profundo: eles são monstros marinhos😲🐠🤭(Santa Mozzarella!😅).”

Quem já viajou para Cinque Terre provavelmente ficou super feliz por relembrar todos os lugares, por causa das inúmeras referências que o filme traz, querendo voltar logo à essa bela riviera italiana (que é mágica!!) para reviver a viagem e principalmente relembrar das cenas (e isso super aconteceu comigo, esse post é para diminuir a saudade de Cinque Terre). E quem ainda não foi, sem dúvidas, está doido para conhecer.

Então vamos trazer Luca um pouquinho para a realidade:

Cinque Terre são 5 cidades/vilas, onde existem lindas casas coloridas e vinhedos nos terraços íngremes e os portos estão cheios de barquinhos de pesca e os restaurantes servem especialidades de macarrão com frutos do mar juntamente com o famoso molho da região de Ligúria, o pesto. É um lindo cenário natural que contribui para o charme e a beleza da animação.

Luca e Cinque Terre:

Portorosso de Luca e minha viagem a Cinque Terre (na foto 3 vilas, Monterosso Al Mare, Vernazza e Riomaggiore)

[Clique aqui e veja nosso roteiro de 16 dias pela Itália com San Marino, onde conhecemos Cinque Terre, o local real que serviu de inspiração para a animação da Disney/Pixar Luca]

No filme, o garoto peixe Luca não é autorizado pelos seus pais a sair da água e fazer a transformação para humano. A espécie do menino peixe assim que sua pele seca se transforma em ser humano e assim, conseguiria viver na vila de pescadores. Mas os pais tem medo das pessoas descobrirem e perseguir o filho, e assim, ele correr grandes riscos.  

Cena do filme Luca – o mar da Ligúria onde Cinque Terre está localizada| imagem: fragmento do filme/Disney/Pixar

As casinhas coloridas representam muito mais do uma bonita estética do filme. São uma antiga tradição dos pescadores, que costumavam pintar seus lares para que pudessem vê-los de longe, quando estavam no mar, pescando.

Vida real – Cinque Terre, Vila de Vernazza, Itália

Ah, e você sabia que a inspiração para o cenário do desenho Luca não é apenas coincidência? Pois nessa região que o diretor geral da animação, Enrico Casarosa, passou toda a sua infância e viveu bons momentos. Até um amigo chamado Alberto ele tinha, da mesma forma que personagem principal do filme.

E esse local aqui!?

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Luca estreou no Disney+ em 18 de junho (Foto: Walt Disney Company)

Veja se não parece esse aqui:

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Aposto que a vila de Vernazza, em Cinque Terre fez parte da infância do diretor do filme da Disney/Pixar “Luca”

E Itália e as roupas no varal?

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
A equipe de design de produção se inspirou em Cinque Terre para criar Portorosso. Walt Disney Studios

O filme da Disney/Pixar Luca retrata isso lindamente. As roupas estão absolutamente por todos os lados em todas as cidades. Na capital do país, nas cidades mais turísticas, nas cidades litorâneas. Pra nós brasileiros isso soa extremamente estranho e está associado à desordem e pobreza, e já vi muitos criticarem. Pra se ter em uma ideia num prédio que eu morava estava no regimento interno do condomínio que era absolutamente proibido qualquer roupa pra fora secando, sob pena de multa.

Porém na Itália tem outra conotação: como muitas casas são pequena e não tem a área de serviço, deixando as roupas secando livremente sem usar as secadoras e preferindo secar roupas ao ar livre significa economia e sustentabilidade.

Além disso, durante o inverno na Itália é muito frio, então isso não é possível. Logo, quando chega o período mais quente do ano as pessoas querem aproveitar. E o terceiro motivo que os italianos se alegram quando veem as roupas penduradas secando pra fora no varal significa que naquela casa, de fato ainda mora uma família tradicional italiana, e aquele imóvel não se transformou em um imóvel pra locação, ou um hotel. Como muitos sabem, a Itália sofre muito com o êxodo dos moradores locais vendendo suas casas para lojas e hotéis. E esse êxodo que vêm ocorrendo há anos, prejudica não só o legado cultural e histórico, mas afeta diretamente os serviços públicos e privados, como comércios essenciais, transporte e hospitais.

Outras referências à Itália no filme Luca:

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
cinque terre
luca disney
O desafio está lançado: quantas roupas penduradas pra fora você consegue achar na foto?

O nome da cidade fictícia de Luca é “Portorosso”. A animação não se passa especificamente em UMA vila de Cinque Terre na Itália, e de fato a animação foi inspirada em várias vilas: A praia e a parte mais plana de Monterosso al Mare, aquela caverna em Vernazza, e a praça em Riomaggiore. Monterosso al Mare é a mais plana das vilas, então os rolezinhos de lambreta só seriam possíveis aqui.

Ah, e ainda ainda há muitas outras referências, como sentar nos banquinhos pra tomar sorvete, o falar e gesticular dos italianos, as músicas típicas que a gente escuta por todas as partes quando estamos lá, o macarrão e o molho pesto, a lambreta, etc. O filme é uma verdadeira declaração de amor à Italia em geral. Vale muito a pena assistir.

Por ser uma trama emocionante, divertida, colorida, com músicas deliciosas, a animação merece ganhar muitos prêmios. Já estou torcendo aqui. E vamos acompanhar.

Encerro com a música que não sai da minha playlist do filme. Nesse caso a trilha sonora puxou sucessos italianos dos anos 60. Alguns até muito conhecidos de quem viveu essa época aqui no Brasil. Vendo o filme, minha mãe reconheceu a música da Rita Pavone na hora.

Assista também ao trailer

Leia também: Frases de filmes da Disney no Blog 6 viajantes