Nossa viagem à Londres, Reino Unido

No final de setembro, fim do verão, início do outono (e da minha gravidez!), fizemos essa linda viagem e pegamos dias bonitos e agradáveis no Velho Mundo!

Descansando na Praça do Parlamento em Londres, Reino Unido.

Foram 2 noites em Londres, Inglaterra (já conhecíamos); 2 noites em Estocolmo, Suécia; 2 noites em Copenhague, Dinamarca; 2 noites em Bremen e 2 noites em Colônia, as 2 últimas na Alemanha. Que viagem incrível!

Claro que se tivéssemos mais dias seria melhor, e se fosse minha primeira vez em Londres, também ficaria mais dias.

Um pouco da história do Reino Unido:

Geograficamente a Grã-Bretanha é uma ilha separada do continente europeu pelo Canal da Mancha e sua população preserva uma forte identidade local, tendo muito mais a oferecer do que lindos castelos e bonitos vilarejos.

Muitos britânicos não se consideram europeu, principalmente depois do Brexit.

Sua rica história, somada com paisagens, literatura, arte e arquitetura, resulta em equilíbrio entre passado e presente.

No século VII várias tribos anglo-saxônicas uniram-se e conquistaram a supremacia na ilha. Apesar de sofrerem vários ataques Vikings, em 1066 foram vencidas pelos Normandos, e Guilherme “O Conquistador” deu origem à família real que prevalece no poder até hoje no país. Incrível, né?

Imagem da Wikipedia
O Palácio de Buckingham é a residência oficial e principal local de trabalho da minha xará, Rainha Elizabeth II, e foi construído em 1703.

Já a história de Londres, começou como um assentamento romanos no século I DC e fez parte desse império durante 400 anos com o nome de Londinium. Depois disso, os saxões, um povo germânico, se estabeleceram por aqui.

Não esqueça o Seguro viagem

Para que sua viagem ao continente europeu seja perfeita, inclua um Seguro Viagem que atenda às exigências do Tratado de Schengen, com cobertura mínima de 30 mil euros.

O blog só indica produtos que a gente usa e gosta. Acesse aqui as melhores cotações dos seguros com desconto.

Não interrompa o passeio se seus documentos forem furtados, por exemplo. Acione o Seguro, faça novos documentos e continue a viagem, sem problemas. Isso é uma grande segurança, né?

Como chegar em Londres

Essa incrível cidade foi nossa porta de entrada na Europa. Viemos de milhas pela LATAM num ótimo vôo noturno.

Existem voos diários de várias capitais brasileiras com destino ao aeroporto de Heathrow, que fica a pouco mais de 20 quilômetros do centro de Londres.

A companhia aérea British Airways, por exemplo, possui voos sem escalas de São Paulo (aeroporto internacional de Guarulhos) até a capital inglesa.

Compare os preços e compre sua passagem para Londres pelo Skyscanner.

O site Londres para Iniciantes explica como ir do Aeroporto Internacional para o Centro de Londres.

Em Londres! Minha cara de quem voou a noite inteira e acabou de chegar.

Turismo em Londres

Viemos pro hotel de metrô e descemos na estação Edgware Road Station.

Na estação de trem em Londres perto do nosso hotel.

Ficamos hospedados no hotel Pavilion Hotel, bem próximo ao Hyde Park e adoramos a localização e a decoração exótica. Mas de modo geral, gostamos médio do hotel. Achei o café da manhã bem fraco e o quarto muito apertado. Eu particularmente acho os hotéis em Londres caros, então se você puder ficar próximo à alguma estação de metrô, seria o ideal.

Quarto no nosso hotel em Londres

Reserve seu hotel pelo Booking.com através do blog. Você não paga nada a mais e ajuda o blog a se manter. 😉

Essa cidade simplesmente tem inúmeras atrações e é a segunda mais turística do mundo (ganha até de Paris, só perde para Bangkok!).

Como é bom voltar aqui e curtir todos os clichés londrinos: ônibus de dois andares vermelhos, pubs, Big Ben, undergrounds, etc. 

E por aqui sugiro alguns passeios :

Hyde Park e Kensington Park; além do Royal Albert Hall, uma sala de espetáculos que leva o nome do príncipe Albert, marido da Rainha Victoria.

O Hyde Park é imperdível! Vai por mim
Fofura no Hyde Park, London

Depois, vá para a Abadia de Westminster e Big Ben.

Paisagem cotidiana de Londres, Inglaterra. Trafalgar Square é uma praça no centro de Londres que celebra a Batalha de Trafalgar (1805), uma vitória da Marinha Real Britânica nas Guerras Napoleônicas.

À noite conhecemos um gastropub chamado The Harwood Arms. Esse local é conhecido por ter uma estrela Michelin, mas possui um bom custo benefício. Recomendo, caso você esteja comemorando alguma data especial.

The Harwood Arms. Walham Grove, Fulham, London SW6 1QP, Reino Unido

No dia seguinte passamos pelo St James Park, e almoçamos no sensacional Borough Market, que contei detalhes aqui e depois andamos de roda gigante e vimos Londres lá de cima.

Do alto da London Eye

A London Eye, foi a maior roda gigante do mundo até 2006 e é um dos lugares turísticos mais disputados da cidade.
Recomendo comprar o ingresso online com horário agendado para não perder tempo em filas

Depois fomos ao Palácio de Buckingham, mas dessa vez não pegamos a icônica troca de guarda, mas recomendo. Saiba os horários aqui.

Mas vimos a cavalaria real chegando.

Vimos também da margem do Rio Tâmisa as famosas Tower bridge e London Tower.

Essa região da Tower Bridge é linda demais! Criada com um sistema hidráulico movido a vapor, os turistas podem conhecer de perto, além de subir para ver bonitas vistas da cidade.
London Tower: O Palácio e Fortaleza Real é um castelo histórico fundado Guilherme o Conquistador por volta do final do ano de 1066.

São tantas atrações que fica impossível descrever aqui, mas fica a certeza que depois de passear por Piccadilly e Camden Town parávamos com aquela pontualidade britânica em algum tradicional pub inglês.

Mr Fogg’s. Tavern 58 St Martin’s Ln, Covent Garden, London WC2N 4EA, Reino Unido
Pub St James Tavern. Piccadilly Circus

Jantamos também um delicioso pato laqueado e tomamos sorvete na Chinatown daqui.

A poucos metros da Piccadilly Circus, a Chinatown é um excelente local para comer. Detalhe do grande portal atrás de mim, com bonita decoração tradicional da dinastia Qing, da China.

Londres abriga gastronomia do mundo inteiro, então comemos também uma comida típica do Egito, o Koshari.

Koshari Street. 56 St Martin’s Ln, Covent Garden, London WC2N 4EA, Reino Unido

Da outra vez que vim aqui além dessas atrações visitei também o Museu Britânico e o Museu de Cera Madame Tussaud.

Museu Britânico. Foto retirada da Wikipedia. Fundado em 1753, sua coleção permanente inclui peças como a Pedra de Rosetta. Essa pedra é um fragmento antiquíssimo, encontrado na era do Egito Ptolemaico (305 a.C.a 30 a.C.), cujo texto cravado nela foi crucial para a compreensão moderna de todos os hieróglifos egípcios e deu início a um novo ramo do conhecimento, a egiptologia. O melhor de tudo é que o museu tem entrada gratuita.

Então no dia seguinte levantamos às 4 da matina para pegar o voo para Estocolmo, na Suécia. Era em um outro aeroporto chamado London Stansted.

Perrengue chique: antes do sol nascer aguardando o ônibus para o Aeroporto London Stansted, rumo à Escandinávia.

Para esse aeroporto, fomos de ônibus (Easy Bus), com passagem comprada e agendada previamente pela internet e que passava próximo ao nosso hotel.

Veja aqui a segunda parte da nossa viagem a Estocolmo, Suécia.

Veja aqui o post da terceira parte de nossa viagem a Copenhague, Dinamarca

Veja aqui o post da quarta parte da nossa viagem por Bremen, na Alemanha;

Em breve um post da quinta parte de nossa viagem por Colônia, também na Alemanha

Europa Inglaterra

2 comentários Deixe um comentário

  1. Muito bom ler suas experiências, cada vez temos algo para aprender, viajarmos junto e colocarmos as dicas nos planos futuros .
    Super obrigada!!
    Nos vemos no insta… bjos
    @isabel_marroni

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: