Do mesmo modo que passamos momentos incríveis em Verona, na região do Vêneto, também adoramos nossa passagem pela Lombardia, Itália. Então descubra aqui o que fazer em Milão em 1 dia (de graça e com bebês de 1 ano).

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

Inclusive nossa estadia em Milão fez parte do nosso incrível roteiro de  viagem de 15 dias pela Itália e San Marino.

Milão é a capital da Lombardia. Que cidade vibrante e o dia estava muito lindo (que ficou mais lindo ainda na companhia da nossa amiga brasileira Simone e seu filhinho!).

Documentação necessária para Itália na Europa:

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Passaporte e seguro viagem são documentos importantes para entrar na Europa

Como em toda viagem internacional, para conhecer Milão na Itália também necessita de alguns documentos.

Primeiramente, lembre-se que nós, brasileiros precisamos do Passaporte para entrar em todos os países da Europa, e a Itália, é um desses. Então, se você ainda não tem o seu ou ele venceu, você precisa providenciar.

Se você vai alugar carro na Itália, é importante ter a PID- Permissão Internacional para Dirigir. Muitos países até aceitam apenas a Carteira Nacional de Habilitação (brasileira), porém, a Itália exige a PID.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
Foto tirada desse site aqui

Seguro Viagem para Itália e Milão:

Para visitar Milão, capital da Lombardia, é  obrigatória a contratação de Seguro Viagem. Você sabia que 26 países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen exigem a contratação de um seguro viagem no valor mínimo de €30.000 euros para assistência médica?

O objetivo rigoroso dessa regra é garantir que todos os turistas consigam custear possíveis despesas médicas, sem depender, nem onerar o sistema de saúde deles.

Nós não viajamos para o exterior sem um seguro viagem pois havendo qualquer problema, queremos sempre estar preparados e com tranquilidade.

É exatamente por causa disso que existe o Seguro Viagem. Sabemos que acidentes acontecem, não importa o país, nem a idade.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
créditos da Foto: Freepik

Viajando dessa forma, você e toda a sua família podem viajar tranquilos, sabendo terão toda a assistência caso seja necessário. Contrate aqui o melhor seguro viagem com o melhor desconto. Contratando pelo blog, você viaja tranquilo e ainda ganha um desconto exclusivo de 10%, clique aqui.

Como chegar a Milão:

Trem

Como eu disse anteriormente, viemos de trem da linda cidade de Verona. Andar de trem na Itália é tudo de bom! Rápido e prático, principalmente se você está com pouca bagagem.

O trem deixou a gente na estação central de Milão, e foi por ali que nos hospedamos (depois falo mais sobre isso).

Entramos no site da Companhia italiana de trem e compramos todos os trechos direto ali mesmo, com nosso cartão de crédito. A empresa Trenitalia, tem vários percursos e é muito rápido e costuma ser bem pontual. Nossa viagem durou cerca de 1 hora e 15 minutos, e tinha vários horários e vários preços.

Dessa forma você precisa fazer a conta na ponta do lápis o que é mais caro. Se é andar de trem ou alugar um carro. Normalmente quando vou pra Europa com 4 pessoas o carro costuma compensar mais.

Viajando com criança de trem pela Itália. Na Estação Central de Milão. A estação é linda, cheia de lojas e ótimos cafés.

Avião:

Se você vier do Brasil existem alguns voos diretos ou com escalas e conexões. O Aeroporto de Milão, chamado Malpensa, possui 2 terminais e fica aproximadamente a 50km do centrinho de Milão.

Carro

Se você estiver viajando de carro poderá incluir Milão em sua rota tranquilamente. Os arredores da cidade é simplesmente maravilhoso. Existem inúmeras atrações perfeitas, além de ser muito confortável.

Várias vezes que estivemos na Europa, e em especial na Itália, em alguns trechos a gente sempre acabou reservando o carro.

Aliás, alugar um carro na Itália existe vantagens e desvantagens (como tudo na vida).

Reserve aqui com desconto pelo nosso parceiro.

Visitar o Lago di Como é um Bate-volta de Milão bastante recomendado. Foto Wikipedia

Atenção às ‘Zonas a Traffico Limitato’, ou seja, Zona de Tráfego Limitado na Itália:

Algumas cidades turísticas italianas possuem isso. São regiões dentro do centrinho histórico de algumas cidades onde o acesso de carros é restrito. São muito comuns como por exemplo em Florença, Pisa, Roma, Siena e aqui em Milão também possui a ZTL. Se você estiver de carro recomendo sempre baixar o aplicativo Waze ou o Google Maps. Eles já sabem dessas zonas de tráfego limitado, além de avisar sobre rotas e pedágios.

Lembrando também que para usar o Waze e o Google mapas é necessário internet.

Outra cosia que já foi falada anteriormente é que a Itália solicita a PID para dirigir por aqui.

Onde se hospedar em Milão:

Eu costumo optar por me hospedar próximos às estações de trem quando chego ou saio da cidade visitada através desse meio de transporte.

Como teríamos apenas um dia em Milão e logo depois do café da manhã nosso trem partiria para Cinque Terre, Liguria, optamos por nos hospedar próximo à Estação Milano Centrale (lembrando que Milão em Italiano é Milano). Dessa forma, assim que chegamos, colocamos nossas coisas no hotel (a poucos passos da estação) e não tivemos que “carregar malaiada” pra cima e para baixo. Principalmente porque estávamos carregando um neném e todas as suas bagagens.

Perto da estação de trem (Milano Centrale)

Ficamos hospedados no prático 43 Station Hotel. Eu gostei bastante, principalmente pela praticidade.

O hotel tem WiFi gratuito, ótima localização, bem no centro, a 100 metros da Estação Central de Trem de Milão (4 minutos a pé).

O quarto tinha TV de tela plana, banheiro privativo e amenidades de banho incluídas. As pessoas do hotel eram atenciosas e a recepção funciona 24 horas. O legal é que o hotel oferece aluguel tanto de carros, quanto de bicicletas.

O nosso hotel foi escolhido por causa da ótima conexão com ônibus, metrô e bonde para todas as áreas da cidade. Os bares e cafés de Brera ficam a cerca de 2 quilômetros, e a Catedral de Milão está apenas a cinco estações de metrô. Optamos pela tarifa com café da manhã incluído.

Principais comodidades do 43 Station Hotel :

Wi-Fi gratuito; aceita pets; quartos para famílias e para não fumantes e comodidades para hóspedes com mobilidade reduzida.

Onde se hospedar em Milão perto dos aeroportos:

Muita gente pensa que Milão tem apenas 1 aeroporto. No entanto, existem 2 por aqui: aeroporto de Malpensa e Linate. Da mesma forma que ficar próxima a estação de trem é uma ótima pedida, caso você use esse transporte, se hospedar perto desses aeroportos pode ser bastante prático também, caso você use o avião e fique poucos dias.

Algumas sugestões de hospedagens em Milão perto dos aeroportos:

próximos ao aeroporto Linate:

1- Novotel Milano Linate Aeroporto.

2- Linate Airport Apartment

3- Rege Residence Milano Linate

4- Bed Milano Linate

5- Best Western Air Hotel Linate

6- Moxy Milan Linate

7- NH Linate

Hospedagens próximas ao aeroporto Malpensa:

Lembrando que o aeroporto Malpensa apesar de estar próximo a Milão, está localizado em Ferno, Província de Varese, Itália (50 km de Milão)

8- Sheraton Milan Malpensa Airport Hotel & Conference Centre

9- I Fiori di Malpensa

10- Moxy Malpensa

11- La Casetta Malpensa

12- Sleep and Fly Malpensa

13- First Hotel Malpensa

14- Idea Hotel Milano Malpensa

Onde se hospedar em Milão: Bairro Brera (favorito para quem gosta de vida noturna)

A região de Brera está para Milão assim como o bairro Palermo está para Buenos Aires. Ou seja, por aqui tem excelente vida noturna, bares e restaurantes da moda e ótimas opções de arte, cultura e compras. Gostaria de ter explorado mais essa região.

Hotéis em Brera, clique aqui

Como se deslocar dentro de Milão

Como a maioria das cidades grandes da Europa, o transporte público em Milão funciona muito bem.

Dessa maneira, da Estação Milano Centrale andamos 5 estações e já descemos próxima ao Duomo. E para acessar as outras atrações do dia, fizemos tudo a pé.

Metrô de Milão funciona super bem

E finalmente nosso roteiro: O que fazer em Milão, Itália em 1 dia:

A linda capital da Lombardia, é muito famosa por ser um reduto da moda e elegância, além disso, por aqui tem muita coisa legal para visitar.

Nós achamos que um dia não foi suficiente para conhecer tudo que queríamos, porém, com pouco menos de 24 horas foi o que a gente conseguiu visitar.

Agora, veja abaixo as principais atrações turísticas que visitamos em Milão de graça e com crianças:

Piazza del Duomo Milão

O que fazer em Milão em 1 dia: E no nosso passeio a pé por Milão começamos pela praça onde existe uma das catedrais góticas maiss belas do mundo. Piazza del Duomo.

Essa magnífica Piazza del Duomo é o coração de Milão. É nessa praça que está localizada a Catedral de Milão. Estávamos com muita fome pois era próximo do almoço mas mesmo assim tivemos que parar um pouco por ali, contemplar e tirar algumas fotos.

Muitas pombas na Piazza del Duomo.

Então tiramos algumas fotos pela Piazza del Duomo e vimos lindas construções e lojas. Bem no centro da praça está uma estátua de Vittorio Emanuele II, que foi o primeiro Rei da Itália unificada.

Essa região da Catedral é um bom lugar para se hospedar pois por ali existem várias atrações que você consegue fazer andando.

O que fazer em Milão em 1 dia: Assista o pôr do sol na Piazza Dumo.
Tinha um palco montado porque teria um show nos próximos dias.

Veja aqui onde se hospedar em Milan Fashion District

Catedral de Milão – Duomo di Milano- O que fazer em Milão, Itália em 1 dia

Uma das Catedrais mais famosas do planeta, o Duomo de Milão, é um monumento magnífico, motivo de muitos turistas visitarem a cidade. De acordo com a Wikipedia possui quase 160 m de comprimento e pouco mais de 100 m de largura. Sua construção iniciou em 1386 e apenas em 1813 a obra foi considerada acabada.

Como o dia estava muito bonito e o céu muito azul, preferimos as atrações ao ar livre. E a igreja, do lado de fora, já vale o passeio. O mármore branquinho da catedral é divino.

Ingresso Duomo de Milão: saiba como adquirir o seu

Muita gente opta em entrar na igreja depois de admirar toda a a beleza de seu exterior.

O que fazer em Milão em 1 dia: Visitar essa incrível catedral

Para visitar o interior da Catedral é cobrado o valor de 3 Euros. Já para o rooftop da Catedral, o valor é de 10 Euros para subir os 201 degraus da escada e 14 Euros caso prefira ir de elevador.

Como chegar no Duomo de Milão: de Metrô: linhas vermelha ou amarela e descer na estação Duomo.

Horário da Catedral: todos os dias, das 8h às 19h; Área arqueológica: das 8h às 19h; Batistério: das 9h às 18h; Terraço: das 9h às 19h; Museu: de quinta à terça, das 10h às 18h

Photo by Mikko Virtaperko pela Wikipedia

Ingresso para o Duomo de Milão: compre com antecedência

É uma das atrações mais famosas da cidade, então recomendo comprar os ingressos com antecedência para não perder tempo nas filas.

Veja os ingressos da agência Get Your Guide, e escolha os tipos de ingresso:

Ingresso Catedral de Milão e Terraço: acesso a todas as áreas da Catedral de Milão incluindo terraço, museu e área arqueológica, a partir de 22€ por pessoa. Inclui guia de áudio e bilhete de entrada para a Igreja de San Gottardo in Corte. clique aqui

Entrada gratuita no Duomo de Milão

Você sabia que existe também essa opção? A gratuidade se aplica a crianças de até 6 anos, pessoas com deficiência e acompanhantes, militares de farda e guias turísticos no exercício da profissão junto com grupo.

Galeria Vittorio Emanuele II– O que fazer em Milão, Itália em 1 dia

Bem pertinho da Piazza del Duomo, a Galeria Vittorio Emanuele II é puro glamour. E foi aqui onde almoçamos o autêntico bife à Milanesa. Essa galeria chiquíssima é chamada aqui de: “Il salotto di Milano”, ou seja, a sala de estar dos milaneses, com seu ar sofisticado, com seus restaurantes (hoje) turísticos, mas que por estar ali desde a abertura (final do século XIX) são históricos.

Então no histórico Galleria Café almoçamos o típico Risoto à milanesa (com o legítimo açafrão) e a COTOLETTA ALLA MILANESE (Nosso bife à milanesa). A descriçao do prato é basicamente isso: Uma carne de vitelo fina, passada no ovo, empanada e pra arrematar, dourada na manteiga. Adoro comida típica, pois mais que provar o prato é conhecer a história por trás da gastronomia.

História do Bife à Milanesa

A primeira vez que se teve informações de um bife empanado foi em 1134, e exatamente aqui em Milão.

Além disso, acidade no século XIX, também fez parte do Império Austro-húngaro, e dessa forma, nasceu o “schnitzel” (o prato queridinho dos alemães e dos austríacos) que seria uma variação da cotolleta milanesa.

Leia também: Como fazer Aperol Spritz: a bebida do verão europeu que os brasileiros adoraram

O que fazer em Milão em 1 dia: Experimentar o famoso bife à milanesa

O que fazer em Milão em 1 dia: tomar gelato à Milanesa:

Atenção para os apaixonados por gelato italiano (como meu marido é): Dentro da Galeria Vittorio Emanuele II existe uma Amorino (uma das sorveterias mais famosas do mundo). Os sorvetes em formato de flor são disputados, então prepare-se para enfrentar alguma fila.

A Galeria fica aberta 24 horas e entrada é grátis.

Ah, e pra não dizer que eu falei só de comida no coração da moda de Milão, na Galeria Vittorio Emanuele II além de ser uma linda construção histórica com pisos de mármore e vitrais no teto, ela possui lojas de grifes como a Gucci, Louis Vuitton e a primeira Prada da Itália (tem também uma H&M por ali).

O que fazer em Milão em 1 dia: Castello Sforzesco:

Depois da comilança “alla milanesa” fomos em direção ao Castelo Sforzesco. Seguimos pela Via Dante e curtimos os arredores dessa linda construção.

De acordo com a história foi inaugurado em 1350 a mando de Francesco I Sforza (Duque de Milão, que inclusive está sepultado lá no Duomo).

A imponente obra já foi fortaleza para defesa, casa dos donos da cidade e quartel. Atualmente o Castello possui alguns museus e locais de atividades culturais.

Um dos museus do Castello guarda várias obras arte. Além disso tem também obras feitas pelo mestre Leonardo Da Vinci e a obra-prima de Michelangelo, chamada Pietà Rondanini.

Infelizmente não conseguimos visitar os museus do Castello, porém a área externa é linda e é de graça.

O que fazer em Milão em 1 dia

O Castello Sforzesco funciona das 7 as 19:30 hs e tem entrada franca. E os Museus funcionam de terça a domingo das 9 as 17:30 hs com bilhete único vendido a 5 euros. Veja o site do castello aqui

Parco Sempione, Milão

O que fazer em Milão em 1 dia

Uma enorme área verde, excelente para passeios com crianças, esse parque está localizado bem nos fundos do Castello Sforzesco.

Assinado por Emilio Alemagna, o parque possui uma torre, um aquário, teatro e biblioteca.

Como estávamos em Milão num domingo de final de primavera, o Parque Sempione estava repleto de milaneses curtindo o domingo. Parece que estava tendo alguma atividade para crianças e havia alguns brinquedos montados.

O que fazer em Milão em 1 dia

Por aqui fizemos um lanche no bar do parque (chamado Bar Bianco) e passamos ótimos momentos por ali.

Esse parque tem uma lista vista do Arco della Pace (que será nossa próxima atração descrita).

Arco della Pace

Também localizado no Parque Sempione, numa Piazza, o Arco della Pace foi construído para comemorar as vitórias de Napoleão. O projeto Neoclássico do Arco data do início do século XIX, é feito de mármore e suas estátuas de bronze.

O que fazer em Milão em 1 dia
Milão, Itália

O Arco della Pacce é chamado também de Porta Sempione.

Vale a pena visitar Milão, na Itália?

Sem dúvida vale! Eu adoro cidades grandes e cosmopolitas, e conhecemos Milão num domingo de sol, onde as pessoas estavam nas ruas e nos parques. Achei Milão muito alegre, além de ter muitas atividades.

Da próxima vez que eu estiver por aqui vou entrar na igreja, subir no terraço, visitar as obras dos grandes mestres e principalmente conhecer a famosa pintura A Última Ceia ( por Leonardo da Vinci). Além disso, tentarei visitar os lindos lagos que existem no norte da Itália, como o Lago di Como, Garda e Braies.

O que fazer em Milão em 1 dia

Reserve aqui o ingresso para a Última ceia.

Cidades que conhecemos próximo a Milão, Itália:

Na mesma viagem que formos a Milão, conhecemos Verona, Cinque Terre, Veneza e suas ilhas.

Leia também: Conheça 15 lugares românticos e se apaixone

Nessa mesma viagem fizemos ainda um Roteiro de carro pela Toscana e caçamos tartufos (trufas) negras nas colinas da Toscana.

Se você tem mais dicas de Milão, deixe nos comentários.