Ao comprarmos a passagem para a Índia tivemos a oportunidade de ficar um dia em Addis Ababa, capital da Etiópia. Addis Ababa, também chamada de Addis Abeba, em Amárico, linguagem etíope, quer dizer ‘Nova Flor’. É a maior cidade da Etiópia, com uma população de mais de três milhões e 380 mil habitantes.
Inclusive a Etiópia é um dos destinos mais legais e exóticos que eu já conheci e falei sobre vários lugares assim nesse texto: Lugares exóticos para viajar: 10 Países pouco visitados por brasileiros

O que fazer em Addis Abeba
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

elizabethwerneck.com
Tomoca Coffee ቶሞካ ቡና, (O que fazer em Addis Abeba em 1 dia) Etiópia. Aqui experimentei o melhor café da vida. Eu pedi um macchiatto e meu marido um café preto.

Primeiramente, organize sua viagem:

SEGURO VIAGEM PARA ETIÓPIA E ADDIS ABABA:

Ainda que não seja obrigatório por nenhuma lei do país, é extremamente recomendado fazer um seguro viagem pra Etiópia antes de chegar ao país. Contrate aqui com o melhor preço e Viaje com segurança com a SegurosPromo. Escolha o seu e ainda tenha 5% de desconto. É só digitar o cupom ELIZABETHWERNECK

Visto para entrar na Etiópia:

Para entrar na Etiópia é preciso ter visto. O documento pode ser obtido na embaixada em Brasília ou solicitado no aeroporto da capital, Adis Abeba.

Porém, é simples conseguir um visto para visitar a capital se você está viajando com a Ethiopian Airlines. E eu explico mais abaixo.

Nossa experiência em Addis Ababa: Voando de São Paulo, Brasil até lá

A companhia etíope Ethiopian Airlines voa em cerca de 11 horas de São Paulo até Adis Ababa, e de lá vai para inúmeros destinos, tanto de outras partes da África, quanto da Ásia.

E já que o voo era pela Etiópia, por que não visitar mais um novo país com uma cultura tão única?

Estávamos indo para a Índia e aproveitamos o stopover para passear por aqui.

O que é Stopover? Ganhe um destino a mais na viagem

O que fazer em Addis Abeba
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

elizabethwerneck.com
Chegando na Etiópia, Internacional Bole

Como funciona a conexão com a companhia aérea Ethiopian Airlines:

Quem compra uma passagem pela companhia aérea Ethiopian Airlines e faz uma conexão de mais de 8 horas em Addis Ababa tem direito a hospedagem, transfer entre o aeroporto e o hotel e ainda fornecem o visto. No nosso caso, nos entregaram os papéis de entrada ainda em Guarulhos, no check-in, mas não teve hotel de graça nem transfer.

Para solicitar esse hotel gratuito, é preciso passar em um guichê na chegada à Etiópia, antes de passar pela imigração.

Caso queira passar um pouco mais tempo na Etiópia, é possível ainda fazer um stopover de até 72 horas sem custo a mais na passagem. O passageiro deve então arcar com o visto, a hospedagem e os outros extras.

Tour de um dia em Addis Ababa:

Então reservamos nosso hotel pelo booking do Brasil mesmo, e quando chegamos pedimos para o hotel providenciar um táxi para fazer um city tour.

A cidade não é violenta. É bem tranquilo passear por ela sem guia, mas como estávamos com um tempo muito apertado, preferimos ser mais assertivos nas atrações contratando um guia local, recomendado pelo nosso excelente hotel (que depois vou falar mais dele).

Leia também: City Tour a pé gratuito? Descubra o Free Walking Tour e economize nas viagens

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia:

Nosso dia em Adis Ababa começou com a gente passeando de táxi vendo as construções e ruas.

O que fazer em Addis Abeba
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

elizabethwerneck.com
Miyazya 27 Victory Statue. Seu nome indica o dia em que Addis Ababa foi capturada pela Itália em 1936 e foi libertada em 1941. A Etiópia se orgulha de ser um dos poucos países africanos que não foi colonizada de fato.
O que fazer em Addis Abeba
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

elizabethwerneck.com
crianças na porta da escola na adorável Addis.
O que fazer em Addis Abeba
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente

elizabethwerneck.com
O Yekatit 12 é um monumento na capital da Etiópia em comemoração às vítimas das represálias italianas no país.

O que fazer na capital da Etiópia: Entoto Maryam Church

A primeira parada foi uma igreja bem diferente que estamos acostumados. Ela fica no alto de uma linda montanha de 3200m de altitude chamada Entoto. O caminho até lá dura cerca de quarenta minutos, e por aqui deu pra ver bastante da cidade. Uma coisa que estranhamos um pouco, mas depois achamos legal, foi que o nosso taxista dava carona pra umas senhoras ao longo do nosso tour. Como eu e meu marido estávamos sentado na parte de trás do carro, e a parte da frente estava vazia, ele nos perguntou se tinha algum problema dar a carona, e dissemos que tudo bem. Não entendi sei se ele já conhecia as pessoas, mas eu achei tão bonito o gesto, de uma consideração tamanha.

Mas voltando a Igreja ela é uma igreja ortodoxa com as cores rastafáris. Cheia de histórias que revelam a real grandeza da Etiópia.

As cores verde, dourado, e vermelho, representam a bandeira da Etiópia. Elas são o símbolo do movimento rastafári, e estas cores são frequentemente vistas em roupas e decorações; o vermelho representa o sangue dos mártires, a cor verde significa a vegetação da África, e o dourado, a riqueza e a prosperidade do continente africano.

Também nesta igreja tem um museu cheio de objetos que contam a história da Etiópia. Pena que não conseguimos entrar.

Bem próxima à igreja está localizado uma construção chamada de Palácio Elfign do imperador Menelik, que governou a Etiópia no século XIX. Foi ali que o imperador fundou Adis-Abeba, a capital da Etiópia, em 1886.

O que fazer em Addis Abeba em 1 dia? Visitar o Palace-Elfign, construído na década de 1880 pelo Imperador Menelik II, fundador de Addis Ababa e  um dos responsáveis por sua moderna reunificação territorial.

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Almoçar comida típica.

Se você tem curiosidade sobre o que comer na Etiópia a Injera é o prato mais popular. A comida etíope é uma das mais bem conceituadas do mundo. Aqui, provavelmente você conhecerá a Injera, um dos pratos típicos. É uma espécie de panqueca fermentada muito saborosa, sem glúten, fina e aberta, feita com farinha de tefe (cereal que só tem por aqui na Etiópia), e muito nutritiva. Ah, e o mais legal de tudo que a gente come com as mãos! Almoçamos no excelente Lucy Lounge & Restaurant. A decoração é toda temática, e as instalações são bem limpas. Eles também têm a autêntica cozinha etíope no menu.

 A injera acompanha todas as refeições etíopes, e é usada como base. Ou seja, sobre a iguaria são colocados todos os acompanhamentos, como molhos, carnes, grãos, verduras e legumes.
Detalhes do Lucy Lounge & Restaurant.

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Visitar o Shola Market

Outra coisa bastante legal para se fazer na capital da etiópia é visitar mercados. Após o almoço demos uma passada no Shola Market, um mercado ao ar livre que vende várias coisas, e aqui você experimenta um verdadeiro mercado etíope. É um labirinto cheios de becos repletos de vida , produtos, vendedores comercializando vegetais, especiarias, vê diversas cores de grãos de café, roupas tradicionais junto com camisetas, lenços e jeans, vários artesanatos, e claro, alguns produtos made in China. Compramos algumas coisinhas e demos nossa contribuição para a economia local.

É também um excelente lugar para interagir com as pessoas locais e tirar boas fotos. Pra quem gosta de negociar, é o mesmo esquema de mercados árabes, ou seja, barganha é a palavra chave. Ah, e lembre-se sempre, quando você for tirar foto das pessoas, pergunte sempre primeiro e peça a permissão. Veja algumas fotos:

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Visitar o Shola Market

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: visitar os museus da capital da Etiópia

A Etiópia é um país que possui algumas das maiores descobertas arqueológicas do planeta e uma das histórias mais antigas e interessantes, portanto seus museus são um verdadeiro show.

O Museu Etnológico de Addis Ababa (Ethnological Museum, Addis Ababa):

Outra coisa muito importante para se fazer na capital da Etiópia é visitar o Museu Etnológico de Addis Ababa. É uma instituição pública dedicada à etnologia e à cultura. Ele abriga objetos antropológicos, musicológicos e culturais. O Museu Etnológico está localizado no Campus da Universidade da Etiópia. 

Situado no antigo palácio de Haile Selassie é provavelmente um dos melhores museus da África, mostrando toda a história cultural e social da Etiópia.

O espetáculo começa antes mesmo de você entrar: de frente para a entrada, procure o intrigante conjunto de 13 degraus em espiral em direção ao céu. Cada passo foi colocado pelos italianos como um símbolo da dominação fascista, um para cada ano que Mussolini deteve o poder (a partir de sua marcha para Roma em 1922). Um pequeno Leão de Judá (o símbolo da monarquia etíope) senta-se vitoriosamente no topo, como um sinal de jubilo, no final de uma frase dolorosamente longa.

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Visitar o Museu Etnológico de Addis Ababa (Ethnological Museum, Addis Ababa)

Já na entrada tem uma exposição que retrata o modo de vida de diversas tribos etíopes. Essa exposição oferece uma grande visão sobre as muitas culturas da Etiópia. Destaco um outro cômodo, neste mesmo andar, onde mostra um quarto preservado, banheiro e vestiário do imperador Haile Selassie, onde tem um espelho com um buraco de bala, em função do golpe de Estado de 1960.

Quarto de Haile Selassie. Ele foi batizado como Tafari Makonnen e posteriormente chamado por Rás Tafari. Foi regente da Etiópia de 1916 a 1930 e imperador de 1930 a 1974, e herdeiro de uma dinastia cujas origens remontam ao século XIII e, ao Rei Salomão e à Rainha de Sabá. Haile Selassie é uma figura crucial na história da Etiópia e da África. É considerado um símbolo religioso, o Deus encarnado entre os adeptos do movimento rastafári, que conta com novecentos mil adeptos em todo mundo. Isso mesmo, dele surgiu o movimento Rastafari tão difundido por Bob Marley.
Segundo andar do Museu Etnológico de Addis Ababa (Ethnological Museum, Addis Ababa)

O segundo andar abriga duas exibições bem diferentes, mas igualmente encantadoras. Um salão concentra-se na arte religiosa, com vários artefatos sagrados, como por exemplo cruzes e pergaminhos mágicos. Esses pergaminhos eram usados ​​para lançar maldições sobre as pessoas ou para implorar aos deuses por ajuda. Essa coleção é a maior e mais representativa do mundo. E a outra exposição são dos instrumentos musicais tradicionais de toda a Etiópia. Se você tiver sorte, poderá ter uma trilha sonora acompanhando sua visitação.

Pedras históricas antigas com inscrições do norte da Etiópia transferidas para os jardins do palácio Haile Selassies, hoje Universidade de Addis Ababa. Museu Etnológico de Addis Ababa

Leia também: Descubra os melhores museus do mundo para cada signo.

Museu Nacional da Etiópia:

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Visitar o Museu Nacional da Etiópia

O museu abriga vários os tesouros históricos da Etiópia contendo muitos achados arqueológicos preciosos, como os restos fossilizados dos primeiros hominídeos. A estrela do museu e um dos mais importantes é a “Lucy”, o esqueleto de um Australopithecus de aproximadamente 3,3 milhões de anos atrás. Ela foi nomeada em homenagem à canção dos Beatles “Lucy in the Sky of Diamonds”, que era tocada durante a celebração da descoberta desse sítio arqueológico. Também está aqui o fóssil de “Ardi”, nosso ancestral ainda muito mais antigo: um primata com mais de 4,5 milhões de anos.

Lucy no Museu Nacional da Etiópia

Por aqui tem também uma exposição com os trajes cerimoniais doados pela dinastia salomônica. Além disso tem também vários objetos de períodos medievais, bem como de antigos governantes, que incluem o imperador Haile Selassie. Simplesmente imperdível.

Brasil e Etiópia numa selfie no museu! Adoro fazer contatos pelos países que a gente vai.

O que fazer em Addis Ababa: Depois do museu fomos à Catedral onde Haile Selassie, ex-imperador etíope foi coroado.

Catedral da Santíssima Trindade em Addis Ababa, a Sede da Igreja Ortodoxa Etíope de Tewahedo.

 A igreja tem ares europeus, porém não é bem assim. Apesar de ser uma igreja cristã, a Igreja Etíope dá mais ênfase aos ensinamentos do Antigo Testamento e seus seguidores aderem a certas práticas encontradas no Judaísmo Ortodoxo ou Conservador. Uma curiosidade durante o acesso dos ortodoxos etíopes à igreja é cada um desses 3 entrarem portas diferentes: uma é exclusiva para os padres e sacerdotes, já a outra é para as mulheres e meninas e por último, a terceira porta é para as pessoas do sexo masculino. E detalhe, todo mundo sempre descalços ao adentrar nos templos.

Catedral onde RasTafari foi coroado.

O que fazer em Addis Ababa em 1 dia: Tomar o melhor café do mundo:

Nesse pouco tempo na capital da Etiópia, não deixe de experimentar o melhor café do mundo. Aliás, você sabia que a plantinha do café surgiu aqui na Etiópia, no município de Kaffa (veja a semelhança com o nome). O nosso guia nos levou ao Tomoca, pois é considerada a melhor cafeteria do país. O lugar é um charme. Aberto nos anos 50 do século passado tem uma decoração super retrô, que eu adoro.

O Café Tomoca é point dos etíopes. Aqui eles tem a opção de tomar vários tipos de café.

Ir num show de Jazz Etíope ou Ethio-Jazz.

Infelizmente não chegamos a fazer esse programa porque o cansaço e o jetlag nos venceu, mas estava nos planos.

Para tentar compensar compramos um CD de um vendedor na rua.

O Ethio Jazz é o estilo musical que ganhou forte expressão na Etiópia a partir dos anos de 1960 e ainda hoje é celebrado em diversas partes do mundo.

Álbum de Ethio-Jazz que compramos

Onde se hospedar em Addis Abbeba:

Nós ficamos no excelente Addissinia Hotel . Achamos a equipe muito atenciosa e prestativa. Além do bom custo benefício, a localização é ótima para se locomover e fácil pegar um táxi a partir dali.

O hotel possui restaurante e oferece serviço de translado para o aeroporto gratuito. Está localizado a cerca de 8 minutos de carro do Aeroporto Addis Ababa Bole.

Os quartos possuem também TV de tela plana, frigobar, bem como comodidades para fazer chá e café. O nosso quarto tinha uma vista linda.

Hospedagem excelente na capital da Etiópia: Addissinia Hotel .
Você sabia que Abissinia é o antigo nome do império etíope? Ocupou a região de 1270 até 1974.

Legal que o restaurante do hotel serve gastronomia internacional e etíope. Além disso no hotel tem um bar e café.

Reserve aqui o mesmo hotel em que nós nos hospedamos em Addis Ababa: Addissinia Hotel

Veja aqui os melhores hotéis em Adis Ababa:

Glamourosos:

Sheraton Addis, a Luxury Collection Hotel, Addis Ababa

Hyatt Regency Addis Ababa

Marriott Executive Apartments Addis Ababa

Hilton Addis Ababa

Melhores custo- benefício:

Capital Hotel and SPA

Addissinia Hotel

Ramada Addis

Radisson Blu Hotel, Addis Ababa

Vale a pena conhecer a capital da Etiópia?

Vale, claro que vale! Conheço pouca gente que já visitou Adis Abeba. Em muitos lugares da capital etíope vemos reforma. Ela está se modernizando, e melhora cada vez mais.

É Addis Abeba ou Addis Ababa?

Eu pesquisei muito pra vir pra cá, e virava e mexia achava os 2 nomes pra mesma capital. Definitivamente é Addis Ababa, mas em português também pode encontrar Addis Abebba. Eu não sei porque as pessoas precisam traduzir as os nomes das cidadees, então, se alguém souber outra explicação, deixe nos comentários.