Considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, o arquipélago de Fernando de Noronha possui um delicado ecossistema. Em função disso, possui também severas restrições no número de turistas.

Importante: Se você precisa comprar Euros ou Dólares para uma viagem ao exterior, você tem que conhecer a Wise!
Eu viajo muito e as melhores taxas de câmbio encontro sempre na Wise. Sem falar no cartão VISA deles que pode ser solicitado gratuitamente e utilizado no exterior debitando direto da sua conta Wise internacional sem tarifas ocultas nem IOF, com praticidade e segurança.
Entre para a Wise é gratuito.

Por aqui existem praias com águas quentes, turquesas, calmas e com muitos golfinhos e tartarugas marinhas.

Noronha é um dos melhores destinos de mergulho do mundo. Veja aqui nesse artigo algumas informações que podem te ajudar na hora de planejar sua viagem, além do nosso roteiro de 7 dias.

Você gosta de Mergulho? Veja o que fazer em Belize

Quando fui eu não tinha câmera que permitia molhar, então para ilustrar o post pedi algumas amigas para me ceder fotos.

Um agradecimento especial à Maria Clara de Oliveira e à Raquel Hoffman, ambas me cederam algumas fotos desse post.

Maria Clara me pediu para não deixar de citar o Guia Turístico dela em Noronha, o Silvio. Ela disse que durante os 10 dias que ela passou na Ilha, fez alguns passeios com ele, e gostou muito. Ele foi super atencioso, tirava as fotos, explicava todas as informações necessárias e recomenda muito o serviço dele.

Eu e a Maria Clara já passamos o Réveillon juntas, em Roma: Leia aqui: Onde passar o Réveillon no Brasil e no mundo

Quantos dias ficar em Fernando de Noronha?

Tanto eu quanto Raquel ficamos 7 dias. Já Maria Clara ficou 10 dias (no final vou colocar as opções de hospedagens). Se seu tempo for curto, e você tiver apenas 3 ou 4 dias inteiros na ilha, dá para conhecer bastante também.

Raquel Hoffman em pose durante o Ilha Tour

A Raquel é especialista em lugares paradisíacos: Veja aqui como foi viajar para as Ilhas Maldivas de modo Low Cost

Não recomendo ficar menos de 4 dias em Noronha. Além de não ser o lugar mais fácil de chegar, a viagem não é a das mais baratas, justamente por ser uma ilha e tudo chegar lá pelo mar, seja através de barco ou avião.

Foto retirada desse site aqui.

Melhor época para ir a Fernando de Noronha

Pra mim Nordeste do Brasil sempre é uma boa pedida! Durante o ano todo estou sempre disponível para vir pra cá.

Porém existe sim algumas informações sobre esse assunto que vale a pena conferir:

Eu fui no mês de dezembro. Dias maravilhosos, não peguei chuva, céu azul e maré excelente.

Inclusive conversando com uma amiga, quando ela foi, no mês de maio/ junho ela achou a Baía do Sueste tão agitada (porque é mar de fora) que foi impossível entrar.

Já na minha ida, em dezembro, a Baía do Sueste estava uma delícia. E foi aqui onde eu vi tanta tartaruga que elas competiam entre si qual era a maior. Eu nunca tinha visto tanta tartaruga marinha reunida.

Porém, a fama de vir pra cá de dezembro a março não é das melhores. Ou seja, é a época onde existe mais risco de acontecer o famoso swell.

Contrate aqui com cancelamento gratuito: Trilha Costa Azul + Nado com tartarugas

O que é Swell?

Swell é um fenômeno que deixa o mar mais agitado, e mais indicado para a prática de surf.

Eu dei muita sorte porque não peguei nem um dia de Swell, pois quando isso ocorre os passeios de barco podem não sair.

Dias bonitos em Fernando de Noronha no mês de Dezembro

De abril a julho é uma época considerada mais úmida, com risco de chuvas.

Mas eu acredito que as chuvas no nordeste são chuvas rápidas.

Eu já fui pra Porto Seguro, Bahia, nessa época e eram curtas pancadas de chuva, apesar de ser quase todo dia. (inclusive Porto Seguro é uma das Cidades mais visitadas do Brasil (por mim)

O que pode acontecer é deixar o céu um pouco menos azul, mais nublado e isso pode atrapalhar a cor do mar turquesa.

E por fim, os meses agosto e setembro são considerados os melhores meses para vir para Fernando de Noronha: baixo risco de chuva, água clarinha e turquesa e mar calminho.

Você gosta de mar calminho, turquesa e bom pra visitar durante todo ano? Veja o que fazerem Aruba

Como chegar a Fernando de Noronha?

Para chegar a Fernando de Noronha é bem simples. Fomos de avião de Guarulhos até Natal, RN e de lá pegamos um outro avião para Noronha.

Existe também muitas opções de vôo que saem de Recife/Pernambuco.

Compramos os trechos separados e a viagem durou cerca de 1 hora

DICA DE OURO: Na hora de comprar a sua passagem para Noronha, tente marcar o seu lugar, no trecho que chega ao arquipélago do lado esquerdo do avião para ter a vista mais bela do seu dia.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Noronha
Chegando no Aeroporto de Fernando de Noronha, Pernambuco – Governador Carlos Wilsonn. Foi construído em 1934, e em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial a Força Aérea dos Estados Unidos da América através do “Programa de Desenvolvimento de Aeroportos”, construiu a nova pista e o terminal de passageiros. Em 1975, houve ampliação para a aterrissagem de Boeings. Esse aeroporto opera voos domésticos e tem capacidade para receber aeronaves de até médio porte.

Leia também: O que fazer em Carneiros e Tamandaré, Pernambuco

Taxas e dinheiro em Fernando de Noronha:

Fernando de Noronha tem fama de ser caro e mesmo sabendo que o que é caro para uns é barato para outros é importante se organizar para vir pra cá.


Ao todo duas taxas devem ser pagas em Fernando de Noronha. São elas: Taxa de Preservação Ambiental (TPA) e Ingresso para o Parque Nacional Marinho.

A primeira é cobrada de acordo com o número de dias de permanência na Ilha. No entanto, se, por acaso, você sair antes do período programado e já tenha pago, terá direito à restituição da diferença antes de embarcar para o continente.

Ah, e se você resolver prolongar a visita, o valor referente aos dias a mais será cobrado no dia de ir embora, na hora do embarque. E o pagamento pode ser feito à vista, cheque, cartões de crédito, dólar etc. O valor da taxa deve ser pago no aeroporto no momento do desembarque ou pela internet (foi nosso caso).

Foto retirada do site do governo. Clique aqui para acessar o Formulário de pagamento dessa taxa

Importante: Para não ter nada de desagradável na sua estadia saiba que a data de vencimento da TPA (Taxa de Preservação Ambiental) é determinada pelo dia de sua chegada na Ilha. Porém, se você optar pagar pela Internet você precisa pagar o boleto um ou dois dias úteis antes da data de vencimento, por causa do prazo para confirmação do pagamento. Leve o boleto e o comprovante de pagamento para Noronha. No aeroporto, haverá uma entrada exclusiva para quem pagou a TPA através da Internet.

Quanto custa a Taxa para entrar no Parque Nacional Marinho, em Fernando de Noronha?

Essa segunda taxa é a do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha e custa R$ 126 para brasileiros e R$ 251 para estrangeiros (preços em 2021). Ela é válida por 10 dias e é pessoal e intransferível.

São isentos do pagamento brasileiros maiores de 60 anos e crianças até 11 anos, moradores da ilha e seus parentes (de 1º e 2º grau), além de cientistas e pesquisadores com autorização do ICMBio.

O pagamento dessa segunda taxa dá direito ao turista visitar todas as áreas de visitação pública do PARNAMAR, suas trilhas e praias.

Lembrando que não é obrigatório na teoria, mas, na prática acaba sendo, pois você vai precisar dela e se quiser visitar as principais atrações da ilha, como praias e trilhas.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Noronha
Cartão de entrada do parque nacional marinho. Foto: Maria Clara de Oliveira

Crianças pagam a Taxa de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha?

Cada acompanhante entre 5 e 17 anos tem que pagar a Taxa de acordo com o período de permanência na Ilha.
Já as crianças de até 4 anos são isentas da taxa mas também devem ser cadastradas.

Vale a pena alugar buggy em Fernando de Noronha?

Quase tudo na vida a resposta é depende. Se você tem dinheiro sobrando ou estiver em mais um casal pra dividir os gastos pode valer a pena sim. Eu não aluguei porque minha hospedagem era bem próxima a um ponto de ônibus. Então a gente ficava nos lugares até o último horário e ficava esperto para não perder o ônibus. Deu muito certo.

No único dia que andamos de buggy foi o primeiro dia, que fizemos o “Ilha tour” e andamos de carona. Foi ótimo! Eu adoro andar de Buggy!

Em Maragogi eu também andei de buggy e adorei, leia aqui: Praia de Antunes, Maragogi: 10 coisas pra se fazer no Caribe brasileiro

Quando eu fui, a diária do aluguel/dia girava em torno de R$250, agora acredito que deva estar próximo dos R$350.

Ah, e o preço do litro da gasolina em Fernando de Noronha é mais cara que a média do Brasil (quando eu fui era cerca de R$6,00); Atualmente está cerca de R$ 7,82 no único posto de gasolina da ilha. (Preço de março de 2021).

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Noronha

DICA DE OURO: Vale a pena reservar o buggy com um pouco de antecedência. Quando é alta temporada a ilha está cheia e você corre o risco de ficar sem.

Também fiz passeio de Buggy em São Miguel dos Milagres: Leia também: O que fazer na Rota Ecológica de Alagoas

Como se locomover em Fernando de Noronha?

Aluguel de carro em Noronha:

Apesar de não conseguir chegar em Noronha de carro, você pode se deslocar dentro da ilha de automóvel.

Alugue na RentCars seu carro com ar condicionado pelo melhor preço e curta com conforto a Ilha mais charmosa do Brasil.

Tem Uber em Noronha?

Não. Não existe a opção de Uber, nem nenhum outro transporte por aplicativo em Fernando de Noronha

Táxi:

Pode ser uma boa opção em alguns momentos como por exemplo ir do aeroporto para o hotel.

Importante você saber que em Noronha, os táxis não utilizam o sistema de taxímetro e sim preço combinado. E as tarifas começam em torno dos 30 reais.

enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
o que fazer em Noronha
Foto cedida pela @diariodeviagem21

TELEFONES DA ASSOCIAÇÃO NORONHENSE DE TAXISTAS
81 99487 9333 (Claro) 81 99971 1390 (TIM) 81 3619 1314

Você também poderá gostar: Veja as 10 melhores praias de Alagoas e Maceió

Ônibus: foi a forma como me desloquei durante os 7 dias em Fernando de Noronha

A única linha de ônibus vai de um lado a outro da ilha e custa R$5. Eu achei muito bom, apesar dele não chegar em todas as praias. A linha liga a Praia do Sueste ao Porto, passando por vários pontos importantes, como a Vila dos Trinta, a Praça Flamboyant e também o centrinho chamado Vila dos Remédios.

Eu achei eles super pontuais, e fui surpreendida positivamente.

Ande de ônibus em Fernando de Noronha. Era de 30 minutos o intervalo de espera entre um ônibus e outro, agora foi reduzido por causa da pandemia, então tem mais ônibus circulando para evitar aglomeração. Foto retirada do site Diário de Transporte

Contrate aqui: Tour pela Vila dos Remédios de Fernando de Noronha

Como se deslocar dentro de Fernando de Noronha? Bicicleta ou bike elétrica:

Andar de bicicleta é optar por um meio de transporte sustentável para conhecer Noronha. Os turistas mais dispostos utilizam os bicicletários de suas pousadas ou os espalhados pela ilha.

Para se ter uma noção dos valores, o aluguel de bicicletas no Parque Nacional Marinho de Noronha, o PARNAMAR, custa R$ 150 para as elétricas.

Vale a pena mergulhar de cilindro em Fernando de Noronha?

A resposta também é depende. Como essa atividade requer pelo menos um dia de intervalo para viajar de avião, se você tiver pouco tempo, não será possível. Aqui foi a minha primeira (e única vez) que mergulhei de cilindro na vida. Eu gostei e recomendo.

Contrate aqui com cancelamento grátis:: Batismo de mergulho em Fernando de Noronha

Mas a minha praia é realmente mergulhar de snorkel, e aqui é simplesmente “O” melhor lugar do Brasil, na minha opinião. É uma vida marinha tão, mas tão estupenda, gloriosa, colorida, simpática, farta, exótica, enfim, todos os adjetivos e sinônimos de Amazing que você conseguir traduzir. Eu amo muito estar no fundo do mar, e meu amor por ele começou no ano anterior a minha viagem pra cá, lá em Cozumel, e se consolidou aqui. A partir daí a maioria das minhas viagens possuem destinos para visitá-lo. Sempre tento incluir um destino para fazer snorkel.

Contrate aqui com cancelamento grátis: Snorkel nas piscinas naturais de Fernando de Noronha

Leia aqui: O que fazer em Cancun e na Riviera Maya

Uma imagem vale mais que mil palavras. Mergulhando de snorkel em Noronha. Foto: Maria Clara de Oliveira

Fique ligado às atividades do Projeto TAMAR em Fernando de Noronha:

As atividades desse Projeto foram fundamentais para minha imersão no paraíso ter sido tão completa. Noronha é um dos grandes destinos ecoturísticos nacionais. Eu voltei de lá me sentindo muito bióloga e naturalista. Haha.

Na sede do TAMAR tem o Museu a Céu Aberto da Tartaruga Marinha, e é muito interessante.

Eu ficava imaginando encontrar umas tartarugas marinhas desse tamanho. Projeto TAMAR

Lá também tem banners explicativos e réplicas das 5 espécies de tartarugas marinhas que podem ser encontradas no Brasil. Tem também exposições de esqueletos e maquetes e vídeos que apresentam as características biológicas, as principais ameaças à vida desses animais, seu complexo ciclo de vida e as atividades desenvolvidas pelo TAMAR para sua conservação.

O Museu do TAMAR fica próximo a única rodovia da ilha, BR-363, no acesso a praia do Boldró. É muito fácil chegar e existem várias placas indicativas na BR 363. O ingresso é grátis.

Leia mais: Minha visita à Praia do Patacho e o Projeto Peixe Boi em Alagoas.

E finalmente meu Roteiro: O que fazer em Noronha em 7 dias:

Primeiro dia em Fernando de Noronha: chegada

Chegamos e já fomos agendar o Ilha Tour para o dia seguinte! Aproveitamos e conseguimos pegar nosso primeiro pôr do sol na ilha.

Pôr-do-sol no Forte Nossa Senhora dos Remédios, Fernando de Noronha

Jantar: Restaurante Xica da Silva

Segundo dia: Ilha Tour

Acho que a maioria das pessoas que visitam a Ilha fazem esse passeio. Eu particularmente amei e sempre recomendo esse tipo de passeio pro primeiro dia nos lugares. Principalmente quando se tem pouco tempo. Ele sai bem cedinho, tipo às 08:00hs da manhã e te apresenta as principais atrações da ilha.

Aqui passamos pelo Museu do Tubarão (nunca tinha ouvido falar de tubalhau!), pelo buraco da Raquel, fizemos snorkel em várias praias e finalizamos no Mirante do Boldró contemplando o pôr do sol lindo com vista dos Dois Irmãos.

Sobre o Ilha Tour:

Durou cerca de 8 horas e dá uma excelente noção geográfica da ilha. O guia era ótimo, e sabia muito em relação à história do local, realmente vale a pena.

Museu do Tubarão em Fernando de Noronha proporciona ao público leigo informações essenciais para se entender estes animais, qual o seu papel na natureza, sua presença na ilha e influência na cultura humana, com uma linguagem descontraída, livre de convencionalismos e preconceitos.

Há risco de ataque de tubarão em Noronha?

Os tubarões procuram a ilha no mês de dezembro para o parto dos filhotes. Os pesquisadores não acreditam em risco de ataques de tubarões da espécie limão às pessoas em Fernando de Noronha mas alertam para os riscos, pois apesar de ser uma espécie amistosa, na hora da alimentação elas procuram partes mais rasas e podem ocorrer colisões resultando em acidentes. O período de alimentação desses tubarões é no começo da manhã e no final da tarde, por isso é preciso evitar mergulhar nesses horários.
Outra estratégia é evitar os locais em que as aves estão mergulhando pois certamente é também uma área de alimentação dos tubarões. (Informação retirada do site G1)

Importante dizer que, no mundo, o ataque de tubarão ao homem é um acontecimento absolutamente raro. Nós não fazemos parte da cadeia alimentar dos tubarões.

Por aqui tem palestras diárias abordando os aspectos fundamentais da oceanografia, das forças naturais e da vida marinha que interagem com Fernando de Noronha, que dão suporte as Expedições Marinhas a bordo da NAVE, embarcação com visão subaquática.
O Museu do Tubarão de Noronha possui bar, restaurante, cafeteria e loja temática, além de onde área ao ar livre, com vista panorâmica do Parque de Esculturas e do mar.

À noite: palestra no projeto TAMAR. Amei, gente! Aqui ouvi muita informação que não se aprende em lugar nenhum sobre o arquipélago vizinho (Atol das Rocas).

Jantar: Restaurante Varanda Noronha: Imperdível: O restaurante dá ênfase em receitas nordestinas e autorais contemporâneas de pescados e frutos do mar, em espaço charmosos, rústico e aconchegante, com vista.

As piscinas naturais do Atol das Rocas. Foto: Rodrigo Pereira Barbosa • CC BY-SA 4.0 na Wikipedia. O arquipélago de Atol das Rocas é vizinho a Noronha . Sua gestão cabe atualmente ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e as únicas atividades humanas permitidas em seu interior são aquelas relacionadas à pesquisa científica.

Contrate aqui com cancelamento gratuito: Ilha Tour privado por Fernando de Noronha

Terceiro dia: Passeio de barco

Acordamos cedo e fomos passear de barco . Durou a manhã toda e é possível ver os golfinhos pulando em volta do barco. Adoramos.

Golfinhos saltadores. Vídeo: Maria Clara de Oliveira

Como tínhamos mais dias pela frente, desaceleramos, almoçamos no bar da Praia do Cachorro, e ficamos aqui a tarde toda. O Bar do Meio é uma ótima pedida, possui boas opções de petiscos e pratos contemporâneos, além de coquetéis e vista linda. O espaço é bem rústico e total clima de praia.

Se você não tiver 7 dias na ilha, no segundo dia é recomendado você incluir o mergulho de cilindro, seja para batismo ou para credenciados, que vão sem o mergulhador.

À noite, a excelente palestra do IBAMA no projeto TAMAR. Nesse dia, no final da palestra tivemos uma ótima apresentação de maracatu, afinal, estamos no incrível Estado de Pernambuco. 😍🥰

Você sabia que Fernando de Noronha é um dos lugares mais lindos do mundo? Leia aqui : 15 destinos naturais mais bonitos do mundo

Contrate aqui com cancelamento grátis: Trilha + Avistamento de golfinhos rotadores

Quarto dia: Trilha Atalaia-Caieira

Visitar Fernando de Noronha foi um sonho pra mim, e essa trilha especialmente ficou guardada no meu coração pra sempre. A trilha do Atalaia te leva para algumas praias e piscinas naturais.

Piscinas naturais do Atalaia

O horário desse passeio depende da maré, então é bom verificar a tábua para se organizar.

O visual é realmente maravilhoso. Você vai vendo incríveis paisagens do “mar de fora”.

Essa trilha tem que agendar com antecedência, porque o número de visitantes é extremamente restrito, pois aqui é área de extrema preservação e cuidado. Para te dar um exemplo, cada turista pode permanecer no máximo até trinta minutinhos nas piscinas naturais, com fiscalização real.

Eu achei a trilha muito inesquecível também, nunca tinha nadado com bebês tubarões. Muitos cações e arrisco até dizer que aqui é um berçário de tubarões.

Contrate com cancelamento grátis: Trilha do Piquinho e Praia da Conceição

Você também poderá gostar: Trilha do Capim Açu + Praia do Leão

Sobre a Trilha Atalaia Longa:

É possível fazer a “trilha da Atalaia longa”, que leva em torno de 3h30. A trilha começa no portão do Atalaia, próximo a Vila Trinta e termina no portinho, mas tudo com guia e com agendamento de acordo com a maré. Dizem que a trilha longa é cansativa, então depende da sua animação e do seu condicionamento físico.

Trilha do Atalaia: Foto: Raquel Hoffmann.

Para agendar: Vá até o escritório do ICMBIO para agendar o horário assim que chegar em Noronha.

Almojanta: Restaurante Cacimba bistrô: Imperdível: O restaurante é especializado em gastronomia regional com versões autorais e sofisticadas, em espaço bem charmoso e cheio de estilo.

Se você gosta de gastronomia quando viaja leia também: 15 Restaurantes românticos no Rio de Janeiro

Se você não tiver muito tempo, ao invés de ficar de boa na praia pode fazer os passeios de Planasub/ Aquasub, mergulho a reboque de lancha, com pranchinha.

De noite, palestra no projeto TAMAR. À noite: viemos pro por do sol no Bar do Meio e jantamos por aqui.

Contrate aqui com cancelamento gratuito: Prancha submarina + Barco ao Morro Dois Irmãos

Quinto dia: Praia do Sancho

Vimos essa praia do alto do mirante, durante o “Ilha Tour”, mas nesse dia que fomos até lá e passamos boa parte do dia.

O snorkel aqui é incrível também. Sem explicação de lindo. Eram tantos os corais que pareciam uns condomínios de peixes. Coisa linda.

Essa praia é considerada uma das mais bonitas do mundo, aproveite!

Atualmente existem duas maneiras de acessar a praia: por mar ou por terra. Nós encaramos a descida de uma escada vertical com cerca de 200 degraus cravado na rocha.

Para chegar nessa escada, fomos até a entrada do Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha para a Baía do Sancho. Essa entrada é um pouco distante da Vila dos Remédios, e pra chegar aqui você vai precisar alugar um buggy, garantir um translado, ou pegar o ônibus que percorre a ilha (que foi a nossa opção).

Após passar pela lojinha do IBAMA e apresentar o seu ingresso do parque, você encontra 3 opções de trilhas: a primeira tem 1 km de extensão e te leva ao Mirante dos Golfinho, a segunda te leva diretamente a descida para o Sancho, com 500 m, e a terceira, e mais longa, com 1,2 km vai te levar ao Mirante Dois Irmãos.

Vale saber que a escadaria da Praia do Sancho possui horários exclusivos para as subidas e descidas, por isso, planeje com antecedência a sua chegada no local.

Hoje almoçamos na Praia da Conceição e ficamos por ali, à tarde. Se você não tiver dias disponíveis é legal visitar o Centro histórico da Vila dos Remédios.

À noite: ou palestra no Projeto TAMAR ou Forró do bar do Cachorro.

Sexto dia: Baía do Sueste

Leia essa plaquinha com atenção. É extremamente proibido pisar no fundo do mar nessa praia.

Voltamos a Baía do Sueste e encontramos os pesquisadores pesando e medindo as tartarugas. Vimos o horário dessa atividade no centro do projeto TAMAR e quisemos acompanhar de perto.

Lá também dá pra fazer snorkel (lá no local você encontra equipamento para alugar, mas sempre levamos o nosso porque somos míopes). Lembrando que o melhor horário para ver os bichos é sempre pela manhã, que eles estão mais ativos.

Nesse dia almoçamos na praia da Cacimba. Assistimos ao pôr-do-sol, fomos para o Forte do Boldró.

À noite, como tivemos a atividade do projeto TAMAR de manhã optamos por jantar no restaurante Xica da Silva.

Sobre isso, vale a pena também ir uma das noites no Festival Gastronômico da Pousada Zé Maria.

Sétimo dia: hora de partir

A tarde fomos embora para o aeorporto

Onde se hospedar em Fernando de Noronha:

Essa é uma das maiores dúvidas pois, por ser uma ilha, não tem tantas opções.

Uma sugestão boa são as hospedagens domiciliares, que acaba tendo melhores tarifas.

Aqui segue uma lista de hospedagens bem charmosas (clique nelas para ver as fotos)

1 Pousada Triboju: Super bem localizada, charmosa e com vista para o mar

2- Pousada Verdes Mares

3- Pousada Atoba

4- Apartamento Porto Beira Mar Frente para o mar

5- Pousada Corveta

6- Ecocharme Pousada do Marcílio

7- Pousada Santuário Vista para o mar

8- Pousada Alto da Vila Noronha

9- Ecocharme Pousada Pedra do Mar

10- Teju-Açu Eco Pousada

11- Pousada Recanto

Veja uma lista das hospedagens com melhor custo-benefício com excelentes avaliações:

1- Pousada Aratu

2- Martinelli Residence

3- Pousada Aconchego Noronha

4- Pousada Lenda das Águas

Veja as melhores hospedagens em Fernando de Noronha para viajantes que querem pagar muito barato:

1- Ilha Hostel

2- Cantinho da Leninha

3- Espaço Flats 3

Esse post faz parte do grupo de amigas blogueiras Viagens por escrito, cujo tema é Roteiros! Leia também:

Blog VoyajandoRoteiro Jane Austen: 11 lugares para visitar na Inglaterra para quem é fã da escritora

Experiência BarbaraRoteiro de 2 dias em São Bento do Sapucaí – SP

Classe TuristaO que fazer em Cunha? Um roteiro de fim de semana;

MariscandoO que fazer no Porto: roteiro de 2 dias e dicas úteis

Tem mais algumas dicas sobre Noronha? Escreva nos comentários.